icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


10 coisas da época de colégio que ninguém sente falta

POR PH Mota    EM Entretenimento      23/09/16 às 17h48
capa do post 10 coisas da época de colégio que ninguém sente falta

Com certeza a época da escola é responsável por algumas das melhores lembranças da vida de tudo mundo. As memórias nostálgicas de amigos e hobbies durante a hora do recreio ou mesmo a falta de responsabilidades em excesso, se comparada com as da vida adulta.

Quando criança você tem mais tempo de sobra e muito mais energia para fazer tudo, ainda que tenha algumas aulas no meio do caminho. O seu universo muitas vezes pode se resumir a tudo o que você vive na escola, que é responsável não só pelo aprendizado na parte acadêmica, mas eu diversos outros aspectos da vida. É lá que você pode aprender a se relacionar, a se apaixonar, a ter responsabilidades e a lidar com falhas e problemas.

Ainda que seja responsável por algumas lembranças maravilhosas, tinha momentos que ninguém gostaria de reviver, mesmo que tivesse a escolha. Sair da escola deixa saudade, mas também provoca a liberdade de algumas situações que não dão nenhuma nostalgia.

1 - Ser acordado pelo professor durante aquelas aulas chatas

Quem nunca tirou uma ou outra aula para por em dia o sono que não conseguiu ter durante a noite porque ficou assistindo a algo na TV, fazendo tarefas atrasadas ou colocando as fofocas em dia com os amigos? Nesses momentos, tinha sempre aquele professor que insistia em falar que a aula era mais importante que o seu sono e te obrigava a acordar. Em alguns casos, o sono ainda era motivo de conversas com a coordenação ou punições mais graves.

2 - Enfrentar o caos da fila da cantina

Entre as aulas, o momento do recreio era sagrado para poder se atualizar nas conversas com os amigos. Mas igualmente - ou às vezes até mais - importante estava a necessidade de matar a fome. Para isso, no entanto, era preciso sair correndo pela pátio e disputar o espaço da cantina com dezenas, centenas, milhares de crianças famintas desesperadas para conseguir o feito de ser o primeiro aluno da escola a colocar a mão naquela coxinha sagrada.

3 - Precisar de autorização para ir ao banheiro

Todo mundo passou por isso. Se você precisava ir ao banheiro precisava se pronunciar na frente de todo mundo e deixar claro o seu desejo para toda a sala. A realização de uma mera necessidade que faz parte da vida de todo mundo precisava ficar condicionada à decisão de um professor que não sabia do desespero que você estava sentido. É claro que nem sempre a vontade era real e você só precisava mesmo dar uma voltinha pela escola, mas essa falta de liberdade era um pesadelo.

4 - Entregar o boletim para os pais

Depois de passar por todos os trabalhos, testes e provas dos mais variados tipos, chegava a hora derradeira de receber o resumo de todas as notas. Geralmente o resultado não trazia nenhuma surpresa se levado em conta o desempenho ao longo de cada aula, mas os segredos que você escondeu da família durante tanto tempo sempre vinham à tona na hora de apresentar o boletim em casa. Em algumas ocasiões, o terror das notas ficava no ambiente por dias.

5 - Aquele amigo que insiste em tirar uma dúvida no final da aula

Por mais que fosse a melhor aula do mundo, a chegada hora do fim era sempre um alívio que mostrava que a hora de estar em casa estava mais próxima. Ainda assim, tinha sempre aquele coleguinha que insistia em fazer perguntas nos minutos finais do horário, estendendo a aula por mais tempo do que deveria e fazendo todo mundo se sentir como se estivesse numa prisão dentro da sala.

6 - A obrigação de fazer educação física

Já era difícil acordar cedo e ter que encarar as responsabilidades da escola em dias normais, mas nos dias de educação física a coisa ficava ainda mais complicada. Tudo bem que às vezes poder fazer atividades fora de sala era muito mais divertido do que estar sentado de olho fixo no quadro, mas a obrigação de fazer esportes poderia ser um martírio nos dias em que você estava com uma preguiça daquelas. Pode até ser que hoje você tenha aprendido a amar os exercícios na academia, mas durante a escola com certeza gostava de trocar os momentos de esportes por uma conversa fiada.

7 - A hora da chamada

Além de causar o terror que impedia os alunos de faltar aula para fazer coisas mais divertidas, a hora da chamada era um momento eterno em que todos deveriam ficar em silêncio aguardando o seu nome. Se ele estava entre os primeiros da lista, você já estava com a obrigação cumprida e precisava aguardar o martírio até o fim. E se ele estava lá entre os últimos parecia uma eternidade até que o nome chegasse. Se você tinha um nome incomum então, o momento poderia ser ainda pior.

8 - Lições de casa que tiravam tempo de lazer

Chegar ao fim da aula era o momento de alforria mais esperado do dia. Estar em casa para poder dormir, ver filmes, jogar vídeo-game ou passar o dia fazendo qualquer coisa que não tivesse ligação com a escola trazia uma liberdade incrível. No caminho da diversão, no entanto, havia sempre aquele pacote de lições que você era obrigado a entregar no dia seguinte, ficando sem tempo para nada que queria realmente fazer.

9 - Provas surpresa

Se era difícil ter que encarar alguns professores, pior ainda eram os dias em que você chegava e ao invés de ter que assistir à aula era surpreendido por uma prova surpresa. Ter que encarar um teste sem nenhuma preparação não fazia parte dos planos de ninguém e era, com certeza, uma das experiências mais traumáticas da época de escola.

10 - Aulas de recuperação

Por conta do desempenho nas provas ao longo do ano, não era difícil acabar precisando passar uns dias a mais na escola no fim do ano para evitar uma tragédia de repetir a série no ano seguinte. Como se não bastasse todas as provas feitas no ano letivo, ainda tinha que encarar mais algumas com um peso muito maior. E dessa vez não tinha a opção de se sair mal e deixar pra próxima.

Com certeza se identificou com várias dessas situações vividas na escola, não é? Qual delas era o maior terror para você?


Próxima Matéria
avatar PH Mota
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest