icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


10 coisas em que todo mundo acreditava quando era criança

POR Fatos Desconhecidos (Acervo) EM Entretenimento 20/10/15 às 15h18

capa do post 10 coisas em que todo mundo acreditava quando era criança

A infância é considerada por muita gente a melhor fase da vida. Afinal das contas, quando somos crianças não nos preocupemos com nada, na maioria dos casos temos alguém que cuide de nós em tempo integral e temos uma olhar mais inocente em relação às coisas. Geralmente, nessa fase queremos apenas brincar e, para isso, usamos a imaginação.

Aliás, a imaginação não é utilizada apenas para brincadeiras, mas também para encontrar respostas "reais" para algumas perguntas. Você sem lembra de algumas coisas que acreditava quando era criança? É impossível não rir ao se recordar delas, não é mesmo? Relembre algumas verdades em que você acreditava durante os tempos de criança:

1 - Se cavássemos um buraco fundo chegaríamos ao Japão

Quando você é criança e alguém diz para você que o Japão fica do outro lado do mundo, vai levar isso muito a sério. Além de uma grande imaginação, as crianças entendem as coisas de uma maneira mais literal, por assim dizer, do que os adultos. Que criança nunca tentou cavar um buraco bem fundo para chegar até o país nipônico? Os pequenos tentando explorar o mundo e os pais achando que eles estavam apenas cavando um buraco sem importância...

2 - Se batesse um vento enquanto fazíamos uma careta, ficaríamos assim para sempre

Não há nada que aterrorize as crianças do que algumas superstições. Em toda a família sempre havia uma avó ou tia que dizia: "Não faz careta, menino! Você vai ficar assim para sempre". Depois de crescer descobrimos que não é bem assim, mas apenas depois de um longo tempo com medo de uma brisa mais forte congelar uma careta na sua cara.

3 - As bolas laranjadas nos fios eram bolas de basquete

Quando eramos crianças, sempre que passávamos por fios de alta tensão e víamos aquelas esferas laranjadas, pensávamos que se tratava de bolas de basquete. No entanto, elas não tem nada a ver com qualquer esporte. Se você mesmo depois de adulto nunca soube para o que elas servem, pode acessar a nossa matéria O que são aquelas bolas laranjas nos fios de alta tensão?

4 - Se a gente não se comportasse o homem do saco, da carroça ou o palhaço da Kombi nos levaria

Se você achava que apenas as crianças têm imaginação fértil, melhor se lembrar das desculpas que os seus pais davam para que você se comportasse. Não faltavam figuras estranhas e assustadoras para te deixar com medo. Alguns adultos apelavam para o homem do saco e outros para o homem da carroça. No entanto, haviam os pais que iam ainda mais longe e diziam aos seus filhos que o palhaço da Kombi os levaria.

5 - A loira do banheiro era real

Outra figura que era um verdadeiro pesadelo para as crianças era a loira do banheiro. A lenda urbana diz que o fantasma da loira vivia no banheiro das escolas e poderia aparecer depois de invocada em um ritual simples: dar descarga três vezes seguidas ou chutar o vaso sanitário três vezes. Todo adulto que se preze já tentou ver a tal loira do banheiro e acreditou que ele era real quando tinha pouca idade. Vai dizer que nunca tentou?

6 - Deixar o chinelo virado fazia a nossa mãe morrer

Quando o assunto é crendice popular, não podemos nos esquecer do famoso chinelo virado que matava a mãe. Algumas crianças até mesmo choravam quando viam que o calçado estava do lado oposto, temendo pela vida da mãe. Sair correndo para desvirar o chinelo era de praxe.

7 - Apontar o dedo para as estrelas fazia uma verruga nascer no nosso nariz

E sobre não apontar o dedo para as estrelas com medo de uma verruga nascer no nosso nariz? Quando alguma criança descuidada se esquecia da regra e apontava para alguma estrela, era preocupação na certa. Sabe-se lá de onde surgiu a crença, mas que assustava as crianças, assustava.

8 - O inglês era o contrário do português

Quando somos crianças não entendemos porque em outros países não se fala o português. Como a língua inglesa acaba sendo a que temos mais contato, acabamos encontrando uma resposta simples: o português é o contrário do inglês. Depois que crescemos vemos que não é bem assim, que cada país costuma ter o próprio idioma e que nenhum é o contrário do outro.

9 - Engolir a semente de alguma fruta fazia uma árvore nascer dentro de nós

Quem nunca imaginou uma planta crescendo dentro de você, com pequenos galhos saindo pelos ouvidos, depois de engolir alguma semente? Praticamente toda criança acredita nisso, principalmente ao engolir acidentalmente sementes de melancia.

10 - O cobertor nos protegia de monstros

Depois de tanto terror com as ameaças de sequestro do homem  do saco ou o palhaço da Kombi, além do medo da loira do banheiro, os pesadelos eram comuns. Então, quando batia aquele medo, era só se enfiar debaixo do cobertor e pronto, estávamos protegidos. O problema era apenas quando fazia muito calor, não é uma tarefa fácil escolher entre suar para caramba ou ser atacado pelo monstro do quarto.


Próxima Matéria
avatar Fatos Desconhecidos (Acervo)
Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest