• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


10 imagens raras que mostram homens trabalhando dentro de vulcão

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      25/07/19 às 15h37

Embora todos os trabalhos do mundo tenham desafios, temos que concordar que uns são mais difíceis do que outros. Isso é fato, principalmente, os trabalhos braçais, que usam a força bruta e muitas vezes implicam em riscos à saúde do trabalhador. A mineração, por exemplo, é um dos trabalhos mais difíceis e perigosos. Agora, imagine trabalhar com algo do tipo em um vulcão ativo? Isso mesmo, se tiver que fazer um ranking dos trabalhos mais perigosos do mundo, com certeza, esse vai estar entre os primeiros. Além de todos os gases tóxicos, com os quais esses trabalhadores têm contato, eles fazem jornadas de trabalho longas e pouco remuneradas. Sem contar que eles estão literalmente arriscando as suas vidas.

O Ijen é um vulcão que, embora seja silencioso, ainda está ativo. Ele está localizado na ilha de Java Oriental, na Indonésia. O local atrai centenas de turistas todos os anos, para apreciar a famosa chama azul que sai do vulcão todas as noites. Mas além disso, também é um local de trabalho. Lá, dezenas de trabalhadores locais trabalham na mineração de enxofre, um subproduto do gás, que escapa das aberturas do vulcão e se acumula dentro das suas crateras. O enxofre é um produto químico muito usado na indústria mundial, tendo utilidade desde a fabricação de fósforo e até borracha. Mas, no caso do enxofre extraído do vulcão Ijen, ele é destinado principalmente para as fábricas locais, que o utilizam para branquear o açúcar.

Vulcão ativo

O vulcão é Ijen é uma das poucas minas de enxofre vulcânicas que restou em todo o mundo, o que torna a mineração, nesse lugar, um trabalho muito perigoso. Embora existam maneiras mais fáceis de obter esse produto, ninguém está muito interessado nessas tais maneiras alternativas. Afinal, elas seriam muito mais caras do que pagar para esses homens arriscarem as suas vidas por isso.

Os mineradores, que trabalham no vulcão Ijen, atuam por cerca de 12 horas ao dia, subindo e descendo a montanha, carregados enxofre. Eles recebem por dia de trabalho cerca de US$ 12, o que é muito pouco considerando a periculosidade da função. Mesmo que o vulcão não tenha entrado em erupção em mais de 60 anos, ele ainda permanece ativo. Ou seja, existe sempre a possibilidade de uma nova erupção. E caso isso acontecesse, seria um verdadeiro desastre.

Jornada de trabalho

Mas se esses trabalhadores se submetem a esse trabalho, é óbvio que eles não têm muitas opções. A jornada de trabalho desses homens é algo realmente surreal. O dia de um desses mineiros começa por volta da meia-noite, quando começam a caminhar por mais de 1.500 quilômetros até chegar na entrada do vulcão. Como já era de se esperar, o ar, próximo à entrada, é cheio de vapores vulcânicos e sulforosos que, em grandes concentrações, se tornam mortais. Não é como se o trabalho fosse regulamentado por alguma organização, que visasse a segurança dos trabalhadores. Nesse caso, eles usam apenas um pano sobre a boca, como uma espécie de máscara para tentar lidar com os gases tóxicos.

Quando chegam ao topo do vulcão, é que começa a parte mais difícil do serviço: a mineração. Eles começam a minerar os depósitos naturais de enxofre amarelo, que se formam nas aberturas vulcânicas. Eles carregam aproximadamente 80 quilos de minério de enxofre em cestas. Na base da montanha, está localizada a fábrica para qual eles trabalham.

Por dia, os mineradores têm tempo apenas para duas viagens de ida e de volta. Na prática, isso significa que eles ganham cerca de 8 centavos por quilo de enxofre retirado do vulcão.

Não se sabe exatamente quais as consequências a longo prazo dessa exposição às altas concentrações de gás vulcânico. No entanto, a curto prazo, o sulfeto de hidrogênio e dióxido de enxofre podem causar queimaduras nas vias aéreas, constrição da garganta e sintomas semelhantes aos da asma. Em grandes concentrações, esses gases podem ser mortais.

O fotógrafo Kevin McElvaney viajou até o Ijen, para ver de perto como era o trabalho dentro do vulcão. O resultado foram essas fotos realmente impressionantes desses homens trabalhando.

#1

#2

#3

#4

#5

#6

#7

#8

#9

#10

 

Próxima Matéria
Via   Forbes     The Atlantic  
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+