icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


10 mistérios da 'raça' ariana

POR Natália Pereira    EM Curiosidades      04/12/17 às 18h38
capa do post 10 mistérios da

A denominação de uma 'raça ariana' foi usada pela primeira vez no século XIX e  XX pelo conde Arthur de Gobineu, um diplomata e escritor francês. Ele se baseou na teoria de que existia um povo que se originou na Ásia Central e seguiu imigrando para o sul e para o oeste. A teoria foi posta por Friedrich von Schlegel e nomeava o povo de arianos. Eles teriam se estabelecido na Europa, nos territórios que hoje conhecemos como Afeganistão, Índia e Irã.

De acordo com Arthur os europeus brancos seriam uma raça pura e descenderiam do povo ariano. O nome significa "nobre" e representaria o povo mais evoluído. Cientistas atuais afirmam que classificar os arianos como uma raça é errado já que se refere apenas a questões culturais e linguísticas. Porém, o termo foi apropriado por Adolf Hitler e sustentou o seu posicionamento e sua política. No período, o conceito abordado por Arthur foi mantido para justificar o extermínio dos judeus e não-arianos. Cientistas e médicos nazistas chegaram a medir os alemães e os macacos, a fim de provar que eles seriam a raça humana que mais se distanciava dos primatas.  Atualmente essa teoria foi quebrada e mostra que o termo foi usado para colocar a população alemã em um nível superior e sustentar as atitudes tomadas.

Apesar disso, há muita coisa sobre os arianos que as pessoas não sabem e essa lista irá mostrar 10 deles.

1 - Origem

Apesar de ser usado incorretamente várias vezes devido a confusão de sua origem, o termo "Aryan" vem da palavra sânscrita arya. Sua definição paira entre "nobre" e "puro", não se tendo uma compreensão total sobre ele. Esse povo foi incorretamente relacionado aos antepassados do povo indo-europeu. Isso fez com que o preconceito e a xenofobia se disseminassem ainda mais. O fato justificou por muito tempo as atitudes nazistas feitas por Hitler e estabelecia uma hierarquia entre as "raças".

A teoria foi quebrada por cientistas atuais e mostra que os arianos se referiam a um povo regido com suas próprias culturas e línguas e não a uma raça segregada e superior.

2 - Vale dos Hindus

Os arianos foram considerados por muito tempo um povo superior. Os estudiosos acreditavam que a sua migração para o subcontinente era uma enorme conquista. Eles teriam atravessado a cordilheira Hindukush e isso seria uma prova de sua superioridade. Porém, evidências mostram que eles apenas teriam se apropriado do vale dos Hindus, uma civilização ancestral sofisticada. As primeiras evidências religiosas datam de 5500 a.C. Sua agricultura se desenvolveu em torno de 4000 a.C e a urbanização ocorreu por volta de 2500 a.C, incluindo um sistema subterrâneo de drenos.

Em 1800 a.C o rio Saraswati teria secado, prejudicado a agricultura do local. Isso fez com que eles saíssem da região.

3 - Genética ariana

Uma pesquisa feita pelo Centro de Biologia Celular e Molecular de Hyderabad fez com que alguns duvidassem da migração e até da existência do arianos. A colocação foi posta pelo Dr. Lalji Singh em 2011. O problema é que a sua pesquisa não estava focada nas questões certas. Esse ano, em 2017, um artigo foi publicado na revista BMC Evolutionary Biology. Ela mostrou que a genética presente na Ásia Central foi majoritariamente masculina durante a Idade do Bronze.

O estudo focou-se nos cromossomos Y masculinos, diferente dos anteriores que analisaram apenas o DNA mitocondrial que era herdado pelas mães. Isso provou que 17,5% da linhagem masculina indiana vinha do Haplogrouo R1a. De acordo com eles, essa genética surgiu na Pontic-Caspian steppe, Se espalhando pela Ásia Central, Europa e Ásia do Sul por volta de 5000 e 3500 anos atrás.

4 - Mein Kampf

O livro chamado de "Mein Kampf" recebeu a autoria de Adolf Hitler. Ele serviu de norte para os seus posicionamentos e vendeu cerca de cinco milhões de cópias durante a Segunda Guerra Mundial. A obra foi traduzida para 11 outros idiomas. O foco do livro era colocar a raça alemã como um grupo superior. Sendo descendentes dos arianos. Suas colocações, apesar de erradas, restauraram a crença do seu povo.

5 - Idioma ariano

O nome Aryan derivou-se do sânscrito, como dito anteriormente. Essa era uma língua sagrada do hinduísmo, o que gerou as confusões sobre o vale dos Hindus. De acordo com sua crença, o deus Brahmin teria criado o sânscrito e dado para os sábios. A língua foi fixada e escrita durante o segundo milênio a.C e foi usada para o Rig Veda e Hinos sagrados. Os europeus notaram uma semelhança entre o sânscrito, o francês, o Inglês, o russo e o persa. Isso estabeleceu uma teoria de que todas elas teriam se derivado de uma língua antiga indo-europeia.

Já que as línguas do sul da Índia eram derivadas das dravidianas, não das indo-européias, o arqueólogo Mortimer Wheeler propôs que os arianos teriam embarcado no subcontinente em algum momento da Idade do Bronze.

6 - Últimos arianos puros

Conhecidos como Brogpas, as suas aldeias teriam ficado isoladas culturalmente e geneticamente durante séculos. Isso fez com que eles afirmem ser os últimos arianos puros do mundo. Sua cultura permaneceu sendo transmitida de forma oral pelos seus integrantes e o fato dos visitantes serem indesejados pelo povo fez com que a endogamia mantivesse a genética ariana "intocada". Suas características físicas se diferenciam dos Tibeto-Mongóis, povo vizinho. Eles são altos e tem uma aparência mediterrânea.

O governo indiano fez com que em 2010 o local fosse aberto aos turistas.

7 - Hierarquia

Um sistema de castas foi estabelecido na Índia após a chegada dos arianos. Estudos mostram que a hierarquia feita por eles servia para estabelecer o "lugar" dos recém chegados e do povo indígena considerado inferior. Esse sistema era composto por quatro divisões. A primeira delas, no topo, era os Brahmins (sacerdotes), seguidos pelos Kshatriyas (guerreiros), os Vaishyas (comerciantes) e, por último, os Shudras (trabalhadores). A palavra "castas" na língua indiana é "varna" e significa cor.

8 - Cidades arianas

Datados a cerca de 4000 anos atrás, foram descobertas cidades antigas pertencentes aos arianos. Elas tem um formato em espiral e tem um tamanho proporcional as cidades-estado gregas. Elas foram criadas para abrigar de 1.000 a 2.000 pessoas. Os locais remotos em que foram encontrados fizeram com que elas permanecessem desconhecidas até pouco tempo. Foram descobertos até o momento 20 assentamentos como os descritos. Os especialistas acreditam que ainda existam pelo menos 50 deles para serem descobertos. Outros equipamentos também foram encontrados pelo local.

9 - Nomeação do Irã

Foi solicitado pelo Reza Shah Pahlavi, em 1935, que o nome Pérsia fosse alterado para Irã. O nome significaria, de acordo com a crença de muitos, "Terra dos Arios". Ou seja, a terra dos arianos. Max Muller teria afirmado em 1862 que "Irã" significa "extensão ariana". Um erro grave é estabelecido de acordo com essa colocação, já que o velho persa classificava os arianos como um povo falante de uma determinada língua. Não referindo-se a uma raça.

10 - Homenagem ariana

A localização da pátria ariana é debatida a muito tempo. Alguns especialistas acreditam que os pastores da Ásia Central durante a Idade do Bronze seriam os Yamnayas. Eles teriam carros sobre rodas, sepulturas na terra e uma língua descendente da indo-europeia. Eles seriam os responsáveis por espalhar a sua cultura e genes pelo leste e oeste. Porém, não há evidencias que conectem eles ao subcontinente, enquanto outros lugares contem claras evidências de sua presença. Isso fez com que vários especialistas considerem errada a associação entre os Yamnayas e os arianos.

A "raça" ariana, erroneamente nomeada dessa forma, foi disseminada pelo mundo todo. Sua denominação serviu como desculpa para justificar os ataques feitos pela Alemanha nazista e sua história ainda tem controvérsias. Muitos nem ao menos sabem da sua história ou sobre a influência que tiveram. Mas e aí, você sabia?


Próxima Matéria
avatar Natália Pereira
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest