icone menu logo logo-fatosnerd.png


10 momentos mais devastadores dos quadrinhos

POR Letícia Dias    EM Fatos Nerd      21/04/20 às 22h27
capa do post 10 momentos mais devastadores dos quadrinhos

O mundo dos quadrinhos é repleto de histórias fascinantes, personagens fantásticos e mundos que transcendem a lógica. No entanto, ao passo que muitas narrativas despertam em nós sentimentos de êxtase e entusiasmo, outras são equivalentes a um soco no estômago ou um tiro no peito. Sim, em um mundo onde somos acostumados a rir com os heróis nos filmes da Marvel é difícil olhar para o lado sombrio dos quadrinhos. Contudo, eles existem e estamos aqui para lembrá-los. Logo abaixo você pode conferir alguns dos momentos mais devastadores das HQs.

10 - O Átomo se sentindo pequeno

Ray Palmer passa por muitas angústias psicológicas nos eventos de Identity Crisis. Imagine descobrir que sua ex-esposa, que você ainda ama, foi responsável por matar a mulher do seu amigo. Aliás, isso não é tudo. Adicione mais alguns elementos a essa situação. Por exemplo, e se para cometer o crime, ela tivesse usado sua tecnologia? Pois é, não podemos culpar Ray por ter desmoronado. Na verdade, suas emoções e culpa pesaram tanto que Palmer se encolheu até ficar do tamanho de uma lágrima. Um tanto quanto poético, né?

9 - A morte do filho do Aquaman

Já sabemos que os heróis lidam com a morte com uma estranha familiaridade. Alguns já mataram muitas vezes, outros já morreram algumas. Contudo, quando essa questão envolve entes queridos a história é outra e tudo fica mais pesado. Pois então, foi exatamente essa a barra com a qual o Aquaman teve de lidar. Em um trágico dia, Arraia Negra sequestrou o filho do Rei dos Mares e o manteve como refém enquanto forçava Aquaman e Aqualad a lutarem até a morte. No entanto, enquanto o combate acontecia, o bebê acabou se afogando em uma bolha de oxigênio nem na frente de seu pai. Pra piorar, após a morte do filho, Mera culpou Aquaman e o casamento dos dois foi por água abaixo.

8 - A origem de Dex-Starr

Ao longo dos anos, tivemos a oportunidade de conhecer diversos Lanternas Verdes. No entanto, o universo conta com várias Tropas dos Lanternas, cada qual com sua cor e fonte de energia. Ademais, cada equipe conta com sua cota de membros peculiares, como é o caso de Dex-Starr, um Lanterna Vermelho. Acontece que, Dex é um gato que recebeu seu anel após trágicos acontecimentos. Originalmente, Dex era um gatinho abandonado que foi adotado por uma mulher gentil. Todavia, certo dia um ladrão invadiu a casa dela e a matou. Logo, o pequeno gato foi parar nas ruas. Como se a vida já não estivesse difícil o suficiente, alguns valentões captaram Dex, o colocaram em um saco e o jogaram de uma ponte para vê-lo se afogar. Foi nessa hora que o Anel do Poder vermelho o encontrou e levou Dex-Starr para explorar o universo.

7 - A morte de Jason Todd

Apesar de não contar com o peso emocional de muitas das histórias aqui listadas, Morte em Família teve um grande impacto na vida do Cavaleiro das Trevas. Em suma, Jason Todd, o Robin na época, foi raptado, espancado até a morte e depois explodido pelo Coringa. Além disso, tudo isso aconteceu após ele ter sido traído pela própria mãe. Embora, posteriormente, Jason tenha retornado como Capuz Vermelho, isso não exclui o fato de que essa foi uma punição extrema e imensuravelmente cruel.

6 - Tony Stark lamentando a perda do Capitão América

Considerando todo o egocentrismo de Tony Stark, juntamente com algumas atitudes babacas, é bem fácil pintá-lo como vilão em muitas situações. Inclusive, Guerra Civil é um grande exemplo disso. Todavia, nos quadrinhos o confronto acabou resultando na morte do Capitão América ao fim do evento. Apesar de muitos fãs terem ficado revoltados com Stark, em seu momento sozinho com o falecido, Tony teve um colapso e se desabou em lágrimas enquanto demonstrava estar arrependido por suas ações.

5 - Superman conversando com uma garota que pretendia se suicidar

All-Star Superman é considerada por muitos uma das mais tocantes histórias do Homem de Aço; e esse é um grande exemplo do porquê. Em suma, Regan era uma garota que estava passando por momentos difíceis na vida. Logo, como forma de fugir dessa dura realidade, ela decidiu saltar do alto de um edifício após não conseguir contatar seu terapeuta. No entanto, de forma surpreendente, o Superman interveio. O diálogo entre os dois é extremamente tocante porque mostra que existem certas situações em que super-habilidades se tornam descartáveis e características como empatia e carinho se mostram os verdadeiros poderes capazes de mudar o mundo.

4 - A morte de Wanda

Em Sandman, Neil Gaiman apresenta muitos contos de vitórias, porém também nos deparamos com muitas perdas e a morte de Wanda foi altamente impactante para a comunidade LGBT. Na história A Game of You, Wanda é uma transexual que morre defendendo o corpo de sua amiga Barbie durante uma tempestade. No entanto, após seu funeral, Wanda e enterrada sob o nome Alvin. Pois bem, Barbie vai até a lápide e usa o batom preferido da amiga para corrigir o nome no mármore. Esse detalhe foi responsável por arrancar algumas lágrimas dos leitores.

3 - A carta de Thomas para Bruce Wayne

O enredo de Ponto de Ignição é um dos mais clássicos da DC e diversos elementos contribuem para tal classificação. No entanto, nada na história foi tão emocionante quanto a carta que Barry Allen trouxe do futuro alternativo para Bruce Wayne. Acontece que, no mundo distópico resultante da alteração do Flash na minha temporal, Thomas Wayne havia se tornado o Batman e Martha Wayne o Coringa após ambos terem perdido seu filho Bruce. Pois bem, após contar para Thomas que em seu mundo a história é um tanto quanto diferente e que seu filho é o Batman, Barry atua como mensageiro e entrega uma carta de Thomas para Bruce. Assim, acabamos vendo o Homem-Morcego chorando e talvez tenhamos chorado juntos.

2 - Barbara Gordon sendo baleada

Ao longo de suas várias décadas de existência, o Coringa cometeu incontáveis ações terríveis. No entanto, em A Piada Mortal o vimos extrapolar ainda mais limites ao balear e violentar Barbara Gordon. O enredo de Alan Moore em conjunto com a arte de Brian Bolland conseguiu transmitir a atmosfera de dor e pânico em que Gordon se encontrava. Todavia, isso não foi suficiente para impedir a heroína de lutar contra o crime. Barbara se mostrou resiliente e assumiu o manto de Oráculo, a primeira heroína portadora de necessidades especiais.

1 - A morte de Gwen Stacy

Embora todos os super-heróis tenham de fazer sacrifícios ao longo de sua jornada, alguns deles pelo menos contam com alguns privilégios, como fortunas inesgotáveis, por exemplo. No entanto, a vida de Peter Parker é diferente; assim como muitos internautas gostam de dizer, ele é o herói proletário. Sendo assim, um dos únicos pontos positivos na vida do Homem-Aranha são seus relacionamentos românticos, aqueles que dão certo, pelo menos. Pois bem, dizemos isso porque, como se perder os pais e o Tio Ben não fosse suficiente, Parker perdeu também seu grande amor, Gwen Stacy. Aliás, a morte da personagem é considerada por muitos um dos momentos mais marcantes dos quadrinhos.

Durante um embate com o Lançador de Teias, o Duende Verde empurrou Gwen do topo de uma ponte. Em seguida, numa tentativa imediata de salvar a vida da amada, o Homem-Aranha lançou uma teia para segurá-la. Entretanto, assim que a armação de fios alcançou Gwen, escutamos um estalo quando o herói a puxou para cima. Eis que o pescoço de Gwen se quebra e Parker tem de lidar com mais uma perda em sua vida.


Próxima Matéria
Via   WhatCulture     Ranker  
avatar Letícia Dias
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest