• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


11 imagens que mostram a grande desigualdade na cidade indiana Mumbai

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      29/07/19 às 19h22

Não é nenhum segredo que a desigualdade social é um problema presente em todo o mundo. A pobreza existe em todos os países, sejam eles desenvolvidos ou não. E, às vezes, quanto mais rico um lugar é, podemos ver com mais facilidade essa desigualdade.

Mumbai, por exemplo, é uma cidade onde se pode ver esse desequilíbrio. Ela é a 12ª cidade mais rica do mundo, com uma riqueza estimulada em 950 bilhões de dólares ao ano. A prosperidade da cidade é uma combinação de uma população bilionária bastante grande e da presença da mais antiga e mais importante bolsa de valores da Índia.

Contrastando com essa enorme riqueza, mais da metade da população vive em favelas ou áreas de extrema pobreza. Muitas das vezes, essas pessoas não têm nem acesso à água potável, eletricidade e transporte público. A estimativa de pessoas que vivem nessa situação é de 6,5 milhões de pessoas e isso dá à Mumbai a maior população de favelas do mundo.

Essa desigualdade social não é uma exclusividade da Índia. Conforme as cidades vão se transformando em lugares densos e mais urbanizados, a diferença entre ricos e pobres aumenta até quase níveis extremos e intoleráveis.

Mas, ao contrário de várias cidades ao redor do mundo, as favelas de Mumbai são o centro da atividade econômica no núcleo urbano. Por causa disso, uma geografia única se formou, com casas de um andar ao lado de arranha-céus da cidade.

E o fotógrafo Johnny Miller fez uma série de fotos, intitulada Unequal Scenes, para captar a desigualdade de Mumbai. Mostramos aqui algumas dessas fotos

#1

A população mais rica da Índia detêm quase três quartos de toda a riqueza do país.

#2

As favelas de Dharavi, no centro de Mumbai, são principalmente feitas de estruturas de concreto cinzento. Vários de seus habitantes já vivem lá por duas gerações.

#3

As pessoas, que moram em Dharavi, cobrem os telhados de suas casas com lonas azuis para protegerem suas casas das monções.

#4

Lugares, como a antiga vila de pescadores, é caracterizado pelos becos estreitos e sujos. Além também de ter um esgoto a céu aberto. Mas nem todas as condições são ruins. Os crimes violentos estão diminuindo desde a década de 1980.

#5

Dentro da favela, as pequenas empresas que exitem ajudam a movimentar uma economia florescente. Ela produz aproximadamente um bilhão por ano.

#6

A favela vai de encontro ao Maharashtra Nature Park, que é um oásis verde em meio a um mar de concreto.

#7

O parque já foi uma vez um grande depósito de lixo. Atualmente, ele tem 14 mil árvores e 300 variedades de espécies de plantas.

#8

Do outro lado do rio Mithi, que separa a favela de Dharavi de Bandra Kurla, está um dos distritos de negócios mais ricos de Mumbai.

#9

Mesmo com suas diferenças, os dois lados do rio abrigam instituições ricas. Em Bandra Kurla, está a principal empresa de energia da Índia. E do outro lado, está a Bolsa de Valores de Bombaim e os consulados gerais de vários países.

#10

A Bolsa de Valores tem ao seu redor várias casas de um andar, todas em ruínas. Um grande lembrete da desigualdade social.

#11

Na foto, é possível ver a linha que separa uma grande prosperidade e uma decadência na mesma cidade.

Próxima Matéria
Imagens Johnny miller
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+