icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


15 imagens raras que mostram o que está por trás da internet

POR Mateus Graff EM Ciência e Tecnologia 19/06/18 às 13h51

capa do post 15 imagens raras que mostram o que está por trás da internet

Como você definiria a internet? Bom, o Wikipedia diz que "a Internet é um sistema global de redes de computadores interligadas que usa um conjunto próprio de protocolos com o propósito de servir progressivamente usuários no mundo inteiro. É uma rede de várias outras redes, que consiste de milhões de empresas privadas, públicas, acadêmicas e de governo, com alcance local e global e que está ligada por uma ampla variedade de tecnologias de rede eletrônica, sem fio e ópticas."

Pois bem, mas o que está por trás da internet? Como as informações chegam do outro lado do mundo tão rapidamente? É um pouco difícil para nós que somos leigos no assunto saber o que se passa por trás da internet. Por isso trouxemos essa matéria com algumas imagens que mostram exatamente como a internet conecta o mundo inteiro. Confiram:

1 - Mapas dos Data Centers movidos pelo Google Maps

À medida que viaja, qualquer informação transferida pela web chega aos servidores de dados da internet, que vivem em centros de dados em todo o mundo. Em 2008, estima-se que 9,5 trilhões de gigabytes entraram e saíram dos servidores do todo mundo.

2 - Internet corta oceanos

Mover informações para servidores geralmente envolve cruzar oceanos. Dependemos quase inteiramente de cabos para o tráfego da Internet, porque eles são mais rápidos e mais baratos que os satélites. Porém, colocá-los dentro da água é um processo tedioso que leva muito tempo e exige muita manutenção.

3 - Mapa de cabos submarinos

Para levar a internet ao que é hoje, os humanos instalaram lentamente mais de 300 cabos submarinos que percorrem um total de 885.139 quilômetros.

4 - Cabo de internet submarino SeaMeWe-3, pronto para serviço em setembro de 1999

Se os cabos submarinos do mundo estivessem esticados, eles poderiam se estender daqui até a lua.

5 - Tipos de cabos

Existem alguns tipos diferentes de cabos usados ??embaixo da água, variando em espessura desde uma mangueira até cerca de três polegadas de diâmetro. Os mais leves (da extrema direita) são colocados principalmente no fundo do oceano.

6 - O processo é feito a partir de navios

Colocar cada cabo embaixo da água requer vários meses, milhões de dólares e um navio muito grande com quilômetros de cabos enrolados.

7 - Problemas

Alguns cabos são colocados a uma profundidade de 8 quilômetros abaixo da superfície do oceano, o que significa que estão sujeitos a danos causados ??por desastres naturais, corrosão, pescadores e até mesmo mordidas de tubarão.

8 - Manutenção

Os reparos são feitos por navios especiais com pequenos ganchos que puxam o cabo para cima ou o cortam em dois e trazem as duas metades para conserto. Pelo menos 50 quebras de cabos por ano acontecem apenas no Atlântico.

9 - Mapas dos cabos nos EUA

Nos EUA, há 542 cabos (representados pelas linhas amarelas) conectando-se a 273 pontos diferentes (representados pelos quadrados azuis).

10 - Ecossistema de cabos

A distribuição dos cabos depende em grande parte da infraestrutura do país. Nos EUA, por exemplo, a maioria dos cabos de longa distância está localizada ao longo das principais estradas e ferrovias.

11 - Cabos marcados

Para evitar que os cabos sejam desenterrados, eles são colocados ao lado de canos de gás ou dentro de dutos antigos, com marcadores acima do solo ao longo do caminho.

12 - Data center do Facebook

Semelhante aos cabos submarinos, os cabos em terra seca estão sujeitos a danos causados ??por desastres naturais, como terremotos. Esses cabos chegam aos data centers e navegam até os servidores da máquina.

13 - Um centro de dados em Los Angeles

Outros data centers são em edifícios dentro de cidades altamente povoadas, escondidos à vista de todos.

14 - Matriz solar da Apple

Cada data center consome grandes quantidades de energia elétrica. A Apple criou recentemente duas instalações de energia solar para ajudar a alimentar seu data center na Carolina do Norte.

15 - Data center administrado pela companhia telefônica em Alcalá, na Espanha

Os tetos devem ter de 12 a 14 pés de altura para suportar o aumento de calor dos servidores.

Mas e você, sabia que a internet estava por trás de todas essas coisas? Comente!


Próxima Matéria
Via   Science Alert  
Imagens Guri Sat
avatar Mateus Graff
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest