icone menu logo logo-fatosnerd.png


4 provas que The Walking Dead odeia mais os humanos que os próprios zumbis

POR Ana Monteiro EM Fatos Nerd 25/10/17 às 16h26

capa do post 4 provas que The Walking Dead odeia mais os humanos que os próprios zumbis

Quem aí está animado com o retorno de The Walking Dead? O primeiro episódio dessa temporada surpreendeu os espectadores e alguns até ficaram um pouco confusos com tantas linhas do tempo aparecendo. Se esse for o seu caso, já explicamos tudo separadinho aqui. Mas o tema de hoje é outro: você já percebeu como os humanos da série são piores que os zumbis?

O que você acha pior: vagar por aí como um morto-vivo ou utilizar várias estratégias moralmente questionáveis para se manter vivo? Ao longo dessas oito temporadas já vimos como os showrunners estão empenhados em mostrar o pior lado do ser humano. Já reparou? Confira alguns aspectos terríveis sobre os sobreviventes da série.

1 - A queda da humanidade

Se você não está em dia com a série, eu sugiro que pule esse tópico. Contém SPOILERS. Resolveu ficar? Beleza, não diga que eu não avisei. Recentemente, um personagem apareceu dizendo que tinha uma cura para os zumbis, mas que precisava se encontrar com outros cientistas para colocá-la em prática. Quando descobrem que essa história era uma farsa, o tal cientista apanha até a morte. Assim que uma nova esperança surge, ela desaparece rapidamente. É isso. Não há chances de a sociedade se reorganizar plenamente. Os sobreviventes lutam para permanecerem vivos, mas retornam aos seus instintos mais primitivos.

2 - A vida em comunidade

Pense duas vezes se você acha que os problemas acabaram quando os humanos conseguem organizar uma sociedade em pleno apocalipse. Sempre que vimos isso na série, os bastidores desses pequenos grupos de sobreviventes eram terríveis. Por que isso acontece? Pense bem: não existe uma organização social coesa. Ninguém tem um emprego, uma função social definida. Todos estão fazendo o seu melhor para conseguir sobreviver. Não é nada surpreendente a existência de traições ou de planos para garantir alguns privilégios dentro daquele pequeno grupo. Mesmo em um momento tão delicado e complicado, a série joga na nossa o cara o  quanto humanos são podres e tentam tirar vantagem de seus semelhantes. Permanecer em grupo é a melhor alternativa para permanecer vivo, mas traz outros problemas.

3 - Cada um por si

Apesar de existir uma confusão até mesmo entre os autores, tudo indica que já estamos no décimo oitavo mês de apocalipse zumbi. Pense de maneira lógica: se você é dono de um comércio ou farmácia assim que os zumbis atacam, qual seria sua primeira atitude? Certamente você recolheria alguns mantimentos e procuraria um abrigo. Só quando você tivesse certeza da sua segurança anunciaria que pode ajudar pessoas com comida e medicamento para encontrar um grupo. Encontrar outros sobreviventes significa ter aliados importantes. Não se dispensa um mecânico, um médico, um atirador ou até mesmo um cozinheiro. Pena que muitas pessoas juntas podem gerar outro problema...

4 - Só os brutos sobrevivem

The Walking Dead mostra como seria o mundo durante um apocalipse zumbi. Muitos sobreviventes podem ter conhecimentos que ajudariam outros grupos de seres humanos a sobreviver. Mas trazer um novo membro para uma equipe significa ter mais uma boca para alimentar. Vocês se lembram que na terceira temporada, um rapaz na beira da estrada pede para se juntar ao time e é ignorado? Algum tempo depois, os protagonistas encontram seu corpo morto e tomam os seus mantimentos. Por mais que existisse a possibilidade do rapaz ajudar, é tudo uma questão de estratégia. Durante o apocalipse não há tempo para fazer novos amigos e abrigar outras pessoas. Não há tempo para sentimentalismo: o foco é sobreviver, mesmo que isso signifique deixar o outro morrer ou passar por cima de alguém.

Agir racionalmente, tentar não depender de ninguém, passar os outros para trás... Realmente, está complicado sobreviver no apocalipse zumbi. Mas e você? O que está achando da nova temporada e o que espera para os próximos episódios? Conta pra gente nos comentários!


Próxima Matéria
avatar Ana Monteiro
Ana Monteiro
Lok'tar ogar! For the Horde! Cresceu com um Mega Drive, um Super Nintendo e muitos desenhos animados. Jornalista, especialista em cinema, violinista, entusiasta de narrativas de fantasia e presença garantida em mesas de RPG. Muito tsunderismo em apenas 1,54 de altura.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest