icone menu logo logo-fatos-historicos.png


40 fotos que provam que o Halloween era bem mais assustador no passado

POR Rafael Miranda EM História 26/10/15 às 15h25

capa do post 40 fotos que provam que o Halloween era bem mais assustador no passado

O Dia das Bruxas (também conhecido como Halloween) é uma tradição que começou com os povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha entre os anos 600 a.C. e 800 d.C. O Halloween não tinha nada relacionado com bruxas. No seu primórdio, ele era um festival do calendário celta da Irlanda (festival de Samhain). O Halloween marcava o fim do verão.

A origem pagã dessa data comemorativa cultuava os mortos e uma deusa chamada YuuByeol. Quando os romanos invadiram as ilhas onde os Celtas habitavam, houve uma junção das culturas latina com a celta. Assim, a cultura dos celtas foi desaparecendo pouco a pouco. No século II, com a difusão do cristianismo, a religião dos celtas entrou em extinção.

Na cultura celta, o lugar de descanso dos mortos era cheio de felicidade e não havia fome nem dor. As festas eram organizadas pelos sacerdotes druidas, que atuavam como um elo entre as pessoas vivas e os seus antepassados mortos. Dizia-se também que os espíritos dos mortos voltavam nessa data para visitar seus antigos lares e guiar os seus familiares rumo ao outro mundo.

Halloween também celebra o Dia de Todos os Santos. A festa era celebrada no dia 13 de maio, mas o Papa Gregório III mudou a data para 1 de novembro, que era o dia da dedicação da capela de Todos os Santos na Basílica de São Pedro, em Roma. Mais tarde, no ano de 840, o Papa Gregório IV ordenou que a festa de Todos os Santos fosse celebrada em todos os locais onde o cristianismo vigorava.

Na tradução para o inglês, essa festa, que se iniciava no dia 31 de outubro, era chamada All Hallow"s Eve (Vigília de Todos os Santos), passando depois para All Hallowed Eve e "All Hallow Een" até chegar à palavra atual "Halloween".

O Halloween celebrado não faz muita referência a suas origens. Só restou uma alusão aos mortos, mas com um caráter completamente distinto do inicial. Além disso, o Dia das Bruxas se separou em muitas regiões em Dia de Todos os Santos e Dia de Finados.

As fantasias são, possivelmente, uma tradição que surgiu na França entre os séculos XIV e XV. Nessa época, a Europa vivia com medo da Peste Negra, doença que dizimou quase metade da população do Continente, criando entre os católicos um grande temor e preocupação com a morte.

Alguns fiéis, na véspera da festa de finados, enfeitavam as paredes dos cemitérios com imagens do diabo puxando uma fila de pessoas para a tumba: papas, reis, damas, cavaleiros, monges, camponeses, leprosos, etc. Também eram feitas apresentações com pessoas disfarçadas de personalidades famosas e personificando inclusive a morte, à qual todos deveriam chegar.

Como é possível perceber, a festividade passou por muitas alterações ao longo dos anos. Veja a seguir alguns registros raros que mostram como a comemoração do Halloween era bem mais assustadora do que atualmente:

  


Próxima Matéria
avatar Rafael Miranda
Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest