• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


5 atos mais terríveis do Batman

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      01/02/17 às 21h03

Batman é um dos heróis mais queridos e respeitados pelos fãs de quadrinhos e cinema. Sabemos que o homem morcego está longe de ser perfeito, mas com todo o peso que carrega nos ombros, ele representa um símbolo de justiça. Acontece que o passado do nosso querido herói não é tão vibrante assim.

Separamos alguns momentos da história do Batman em que ele se mostrou tão cruel quanto os vilões que enfrenta. Confira.

1 - Deixou um cadáver pendurado no jato

O Batman que debutou no quadrinho Detective Comics #27 não é exatamente um herói honrado como conhecemos hoje. Seu senso de moralidade era bem inferior ao de Superman e mais parecido com o personagem de quadrinhos da década de 30, Shadow. Resumindo, o Batman de antes matava pessoas e com frequência.

Uma morte medonha em particular, ocorreu em Batman #1. Na história, Hugo Strange (um dos primeiros vilões do protagonista) foge da prisão e injeta uma droga especial em alguns prisioneiros transformando-os em supercasas de quatro metros de altura. Graças ao tamanho, eles ficam quase a prova de balas, o que leva Batman a tomar medidas extremas para derrota-los.

Depois de Jogar Strange por uma janela e derrubá-lo nas rochas, Batman entra no batplane e abre caminho entre as casas gigantes com metralhadora, em seguida ele despacha um dos sobreviventes jogando uma corda em volta de seu pescoço e levando-o pendurado no jato. O homem é estrangulado até a morte. Se isso já não fosse ruim o suficiente, Batman ainda faz uma piada com a situação, soltando a frase: "Ele provavelmente está melhor assim.".

2 - Tornou-se um viciado em drogas de propósito

O que acontece quando Batman não dá conta do recado? Aparentemente ele recorre as drogas. Em Legends of the Dark Knight #16, uma garota se afoga quando ele não consegue levantar uma pedra que a prende em um túnel inundado. Consequentemente, Batman decide que não é forte o suficiente e, como algumas horas extras de malhação não fizeram efeito, ele resolve aderir aos esteroides para aumentar sua força.

O problema - além dessa terrível ideia - é que a substância que o herói ingere é Venom, a mesma droga que concede Bane sua super força. Batman consegue a força desejada, porém, desenvolve gostos ruins. Não demora até que o cientista que fornece a droga use esse vício a seu favor. Ele pede para o homem morcego matar Jim Gordon se quiser mais comprimidos.

Claro que Gordon vive e Alfred tranca Bruce na batcaverna durante um mês até ele se desintoxicar. Mais tarde Batman caça o cientista para dar um fim aos experimentos, mas o filho do doutor caba o matando o pai.

3 - Trouxe o Coringa de volta a vida

Uma coisa é certa, só porque o Batman faz coisas terríveis, não significa que ele goste. Em Legends of the Dark Knight #145, ele encontra seu arqui-inimigo, Coringa, em um no poço secreto de Ra"s al Ghul. Quando Alfred estava prestes a comemorar, Batman explica que não é tão fácil assim, o Coringa é o único que sabia os planos de Ra"s e, se herói quisesse derrotar a Liga dos Assassinos, ele precisaria do Coringa vivo. Por isso, Batman mergulha o Coringa no Poço de Lázaro, revivendo o palhaço assassino.

Contudo, há uma reviravolta, enquanto a maioria das pessoas saem do Poço de Lázaro insanas, o Coringa volta totalmente sã. Sentindo remorso pelo seu passado sombrio, o palhaço ajuda Batman a derrotar Ra"s al Ghul. A sanidade do Coringa não dura muito, ou seja, todas as mortas a partir desse ponto está na mãos do Batman. Tudo bem, ele salvou o mundo, mas é difícil imaginar que não existiria outro jeito, afinal, Batman, oficialmente, é o melhor detetive do mundo.

4 - Fez Robin e Jimmy Olsen cavarem a própria cova

As capas da Idade de Prata da DC são famosas por colocar os sidekicks dos heróis em situações estranhamente cruéis. Através de uma série de complicados acontecimento, Batman acaba disfarçado como um chefe do crime chamado Karl Lukaz. No entanto, depois de uma batida na cabeça, ele começa a creditar que realmente seja o chefe da máfia. Encarnado como Lukaz Batman desenha uma arma e ordena Jimmy Olsen e Robin a cavarem duas covas. Ele volta ao normal depois que Robin suplica por sua vida ao homem que ele ama como um pai.

5 - Prendeu um vilão e o deixou morrer de fome

Com o passar do tempo, o Cruzado de Capa abandona as armas e desenvolve senso moral e justo, mas isso não significa que, ocasionalmente, ele não tenha sangue em suas mãos. Uma curiosidade, o vilão KGBesta (KGBeast no original) se tornou um vilão, digamos, querido pelos fãs nos anos 80, graças ao trocadilho de sua nome. Sua primeira aparição termina em um dos atos mais cruéis de Batman.

Em Batman #420, o herói persegue KGBesta através dos esgotos de Gotham até encurrala-lo em uma sala vazia. Quando o vilão percebe a situação, ele chama o homem morcego para lutar, na qual Batman recusa respondendo: "Porque deveria?" e então fecha a porta. Ele não apenas prende o vilão lá dentro, como se certifica de bloquear a saída com pedaços de madeira, tornando impossível a libertação de KGBesta.

Ao se justificar, Batman diz que "às veze você tem que quebrar as regras" e complementa: "eu não estou nesse negócio para proteger as regras. Eu sirvo à justiça.". Pena que ele foi quebrar logo a regra de, você sabe, não matar ninguém.

O que acharam da lista? Vocês lembram de mais alguma passagem na vida do nosso homem morcego no qual ele tenha sido tão cruel? Deixe nos comentários!

Próxima Matéria
Via   Looper  
Imagens Looper
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+