• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


5 cidades que podem ser destruídas por desastres naturais

POR A redação    EM Lugares & Construções      07/08/15 às 18h44

Todas. Qualquer cidade é passível de sofrer de alguma catástrofe. As mudanças climáticas e problemas no planeta podem deixar qualquer localidade vulnerável à qualquer coisa. Uma frente fria pode viajar no futuro e causar uma nevasca no Cairo, ou uma onda de calor pode deixa a população desidratada no Alasca. Fora os terremotos, tsunamis, furacões, etc, que atingem as cidades do Japão e Estados Unidos.

Mas há algumas cidades que preocupam os cientistas, porque elas tem uma população muito grande e tem altos riscos de sofrerem uma super catástrofe, que poderia resultar na morte de milhões de pessoas e na destruição completa das cidades.

Confira 5 cidades que podem ser varridas por desastres naturais:

5 - Super Furacão em New York

sandy-new-york-hurricaine-sandy-91530237997

Assim como o furacão Sandy devastou a região em 2012, New York (nos Estados Unidos) pode sofrer com muito mais furacões. O Sandy foi um furacão nível 1, e já causou desastres mortais. Porém alguns estudiosos acham que NY tem muitas chances de ser atingida por um furacão nível 3. Todas as casas destruídas, arranha-céus danificados, metros alagados e mortes multiplicados por três é algo preocupante para os cientistas. Um furacão de nível 4 custaria R$ 500 bilhões ao cofres estadunidenses.

Eles ainda preveem que, num futuro próximo, também é possível ter um furacão de nível 5, devido a geografia única da cidade, que faz com que as tempestades tenham um grande impacto direto no local.

4 - Inundação em Amsterdã

Amsterdamse-gracht2

Amsterdam (capital da Holanda) é uma cidade centenária mas que fica paticamente no mesmo nível do mar, e quando as marés ficam conturbadas, Amsterdã é altamente vulnerável. Casos as barragens, barreiras e intricados caiam, toda a região pode ser inundada pelo oceano. O custo para manter Amsterdam a seco chega a 1 bilhão de euros por ano.

Ainda que os amsterdameses tenham elaborado várias técnicas para que local fique a seco, muitos cientistas não tem certeza de que as barragens vão aguentar se sofrerem algum tipo de fissura, principalmente após a inundação que ocorreu na Holanda em 2010. Ainda que não seja possível, se um tsunami percorrer o local, Amsterdã seria varrida do mapa.

3 - Vulcão em Seattle

Space Needle and Mount Rainier

De acordo com estudiosos, Seattle (nos Estados Unidos) está muito propensa a ser atingida por terremotos gigantes. Porém isso é o de menos. A cidade fica junto ao Mount Rainier, um dos mais perigosos vulcões do mundo. Caso ele entre em erupção, além da lava, o vulcão jogaria fluxos gigantes de lama quente para a cidade.

Em 1998, foi instalado um sistema para prevenir esse tipo de tragédia, já que os fluxos de lama quente não precisam de uma erupção vulcânica para ser desencadeado.

2 - Vulcão em Nápoles

54eac47f83a54_-_03-naples-1

Em 79 d.C., Herculanium e Pompeia foram totalmente destruídas pela violenta erupção do Monte Vesúvio. Nápoles (em Roma) está vulnerável aos ataque do mesmo vulcão, que tem entrado em atividade periodicamente. Em 1906 o vulcão expeliu cinzas quentes por toda a cidade, o que causou a morte de 100 pessoas.

1 - Terremotos, Tsunamis e Vulcões em Wellington

earthquake_wellington

Wellington (capital da Nova Zelândia) está localizada na ponta de uma ilha e surpreende pela quantidade de desastres naturais a que atingem. Inundações são uma preocupação constante, especialmente os tsunamis, como o de 1946.

A cidade fica no meio de uma gigantesca falha geológica, com terremotos que acabam provocando tsunamis enormes. Wellington ainda tem alguns vulcões ao norte, liberam fuligens e cinzas na cidade a cada erupção.

A evacuação é praticamente a única opção dos moradores em caso de catástrofe. Mas mesmo a maioria das zonas de evacuação ficam em áreas de risco.

 

Próxima Matéria
A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+