icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


5 coisas obscuras que você não sabia sobre os Arquivos Secretos do Vaticano

POR Júlia Marreto    EM Curiosidades      18/04/16 às 16h39
capa do post 5 coisas obscuras que você não sabia sobre os Arquivos Secretos do Vaticano

Aproximadamente em 1610 o então Pontífice Paulo V, na intenção de preservar o legado de Jesus Cristo, herdado por seus seguidores, criou então os Arquivos Secretos do Vaticano. Que estão localizados no Papado, na Cidade do Vaticano, na Itália. Lá encontram-se todos os documentos eclesiásticos que retratam a história da Igreja Católica, como decretos,  cartas, publicações, processos, por exemplo, os da Inquisição.

Para os representantes do catolicismo, criar os Arquivos Secretos, foi uma forma de proteger, ao longo do tempo, textos evangélicos, correspondências apostólicas e tantos outros escritos, no intuito de preservar esses documentos para que pudessem ser passados à diante os ensinamentos de Jesus.

Hoje, os Arquivos possuem mais de 85 quilômetros de estantes. Nelas os documentos são organizados em seis grupos: Cúria; Delegações Papais; Singulares ou Familiares; Concílios, Ordens Religiosas, Mosteiros; Confrarias; e  Outros. Estão dividos em dois ambientes modernos destinados à pesquisa, sua capacidade é de pelo menos 1500 estudiosos.

Existe, também, um lugar apenas para índices, uma sala de restauração e estudos secretos, uma biblioteca, um laboratório de fotografia digital e outro de informática e o espaço administrativo.

Essa área é conhecida como Galeria das prateleiras metálicas, onde são abrigados os registros da Cúria Romana e outros materiais.

1. Galileu Galilei

Na imagem acima temos a assinatura do Astrônomo Galileu Galilei, a partir dos registros de seu julgamento. Apesar do anos de 1600, cientistas começavam a questionar se a Terra era realmente o centro do universo, e a Igreja alegou que iria perseguir qualquer um que o dissesse. Apesar de, o físico e astrônomo Galilei, já ter sido repreendido por suas crenças em 1616, e se defendido com sucesso, alegando que simplesmente discutiu a ideia de um universo heliocêntrico sem necessariamente acreditar na teoria, esta argumentação não conseguiu salvá-lo em 1633, quando a investigação do Papa Urbano VIII acreditava que Galileu era "veementemente suspeito por este Santo Oficio de heresia, isto é, de ter acreditado à doutrina (que é falsa e contrárias ao Santo e às Divinas Escrituras) que o Sol é o centro do mundo, e que não se move de este para oeste, e que a terra se move, e não é o centro do mundo."

2. Rei Henrique VIII

Em 1530, o Rei Henrique VIII, estava ansioso para se divorciar de Catarina de Aragão, para que pudesse se casar com Ana Bolena, mas o divórcio não era permitido dentro da Igreja Católica. Apesar da imensa carta assinada por 81 deputados do Parlamento Europeu e do clero e do linguajar bastante ameaçador, que advertiu que "uma recusa de anulação exigiria recorrer a medidas extremas para o bem do reino que nós não exitaremos em tomar", o Papa Clement VII recusou, causando assim a formação da Igreja da Inglaterra. Muitos dos selos signatários foram afixadas à petição com uma fita vermelha, uma prática que é considerada por alguns como a origem do termo burocracia.

3. Abraham Lincoln

Uma carta, de 1863, do então presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln, ao Papa Pio IX. Tinha como objetivo informas que Rufus King seria o representante dos EUA no Vaticano e que ele "está bem informado dos interesses relativos aos dois países e de nosso sincero desejo de cultivar e fortalecer a amizade e boa correspondência entre nós".

4. Jefferson Davis

Outra carta de 1863, dessa vez de Jefferson Davis, então presidente do secessionista Estados Confederados, para o Papa Pio IX. De acordo com os historiadores, essa seria repleta de referências à Guerra Civil, fora uma manobra para tentar convencê-lo a reconhecer a  independência da Confederação e estabelecer relações diplomáticas.

A segunda parte da carta de Jefferson Davis.

5. Martin Lutero

No dia 03 de janeiro de 1521, o Papa Leão  emitiu a bula papa Decet Romanum Pontificem, que excomungou Lutero, iniciando assim a Reforma Protestante. O documento anterior, Exsurge Domine, o havia dado 60 dias para se retratar com a Igreja, conforme descrito em suas 95 teses. Lutero respondeu queimando sua cópia.

E aí pessoal, gostaram? Já sabiam desses acontecimentos? Alguma sugestão? Correções históricas? Não esqueçam de comentar!


Próxima Matéria
avatar Júlia Marreto
Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: , @juliamarreto
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest