icone menu logo logo-fatosnerd.png


5 melhores (ou piores) cópias de Pokémon

POR Ana Monteiro    EM Fatos Nerd      30/06/17 às 12h36
capa do post 5 melhores (ou piores) cópias de Pokémon

Conhecemos o universo de Pokémon no final dos anos 90 com o lançamento do primeiro jogo da franquia. O sucesso foi tanto que logo os monstrinhos atingiram o mundo dos animes, filmes, musicais, mangás e até mesmo possui um parque temático. Em 2016, com o lançamento do aplicativo Pokémon GO, uma multidão saiu as ruas na sua própria jornada Pokémon capturando as espécies da primeira geração.

No período do lançamento do anime de Pokémon, muitos outros roteiristas se embasaram no formato da narrativa: crianças em mundos mágicos podendo colocar criaturas em duelos e competições. Inspiração ou plágio? Não podemos afirmar nada, mas aí vai uma lista dos cinco melhores cópias de Pokémon.

1 - Beyblade

Beyblade é a gourmetização do pião, aquele brinquedo que provavelmente as gerações mais antigas da sua família brincavam. Enquanto em Pokémon as criaturinhas saem de dentro de uma Pokébola para batalhar, em Beyblade os duelistas lançam seus piões numa arena e os monstros (que estão nos piões) batalham até a queda de um deles.

2 - Medabots

Quer fazer sucesso no Japão? Coloque robôs no roteiro, é infalível. Em Medabots temos Ikki, um garoto de dez anos que quer ter um robô como todas as outras crianças da sua idade. Cada Medabot tem uma personalidade única, presente de uma medalha colocada em seu interior. A função dos robôzinhos é batalhar sob as ordens de seu dono e a luta só acaba quando a medalha sai do interior de um deles. E como se não bastasse, Medabots também tem o seu grupo de vilões ridículos a la Equipe Rocket, a chamada Gangue dos Robôs de Borracha.

3 - Neopets

Neopets é um jogo de navegador com uma proposta bastante parecida com Pokémon: o usuário cria os seus bichinhos virtuais e diariamente acessa sua conta para cuidar deles com alimentação, brincadeiras e batalhas, claro! Neopets não tem um anime ou mangá, mas com certeza marcou a infância de muita gente que contava os dias para chegar o final de semana, conectar sua internet discada e alimentar os bichinhos que já estavam famintos! Nostalgia pura!

4 - Monster Rancher

Monster Rancher é tão cópia que já começa com um garoto chamado Genki, que é muito fã de um jogo de batalha de monstros. O inusitado, e que transformou Monster Rancher em algo um pouco diferente é que na realidade que o garoto vive não existe nenhum tipo de monstro para domar e lutar, apenas as competições de video game. Ao chegar em casa, Genki liga seu video game e é transportado para dentro do universo do jogo e a aventura começa a partir daí.

5- Yu-Gi-Oh

Já vimos batalhas de Pokémon, de piões, de robôs, a possibilidade de criar seus próprios bichinhos virtuais, mas no último item da nossa lista as criaturas estão dentro das cartas! Em Yu-Gi-Oh, um famoso empresário no ramo dos jogos, Pegasus, cria o jogo Monstros de Duelo baseado em referências históricas que ele descobriu no Egito. O fato é que os monstros são reais, e o protagonista Yugi acredita no coração das cartas e luta ao lado de seus monstros ao longo de vários desafios no anime.

Qual outra história marcou sua infância e também é um cópia de Pokémon? Deixe nos comentários uma obra que não podia ter faltado nessa lista!


Próxima Matéria
avatar Ana Monteiro
Ana Monteiro
Lok'tar ogar! For the Horde! Cresceu com um Mega Drive, um Super Nintendo e muitos desenhos animados. Jornalista, especialista em cinema, violinista, entusiasta de narrativas de fantasia e presença garantida em mesas de RPG. Muito tsunderismo em apenas 1,54 de altura.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest