icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


5 países que ainda vivem em uma ditadura militar

POR Lucas Franco EM Curiosidades 06/10/15 às 16h17

capa do post 5 países que ainda vivem em uma ditadura militar

Você se lembra da Primavera Árabe? A onda revolucionária de manifestações e protestos que ocorreu no Oriente Médio e no Norte da África a partir de dezembro de 2010 livrou alguns países como o Egito e a Líbia de décadas de tirania. Pode parecer estranho, mas ainda hoje existem países que vivem em uma situação semelhante, sob o jugo de déspotas violentos e autoritários.

De acordo com um levantamento feito pela CBSNews, ainda há cerca de 40 países comandados por ditadores ou em situação bastante similar - Venezuela e Cuba são considerados casos "limítrofes" pela publicação. Você sabe quais são eles? A lista a seguir reúne alguns países que, ainda hoje, são governados pela figura do ditador (um único governante que não tem restrições por lei) ou do déspota (ditador opressivo).

5 - Arábia Saudita

A Arábia Saudita era governada pelo rei Abdullah bin Abdul-Aziz desde 2005, quando assumiu após a morte de seu meio irmão, o rei Fahd. Após sua morte, em janeiro deste ano, Abdullah foi substituído por Salman bin Abdulaziz Al Saud, também seu meio-irmão. A dinastia, conhecida como Casa de Saud, controla o país desde 1932, tornando-se uma das famílias mais ricas do mundo no processo, já que controla vastas reservas de petróleo. Ironicamente, a pobreza afeta a maior parte da população do país.

O estado saudita foi acusado de prender centenas de manifestantes em 2011, com o avanço dos protestos que abalaram os diversos governos despóticos no Oriente Médio. O país apresenta um sistema judiciário considerado arcaico, que ainda convserva formas medievais de punição, como a decapitação. O rei Abdullah anunciou uma série de medidas para acalmar os ânimos de seu país na época dos protestos, como aumentos de salários, criação de empregos e programas de moradia.

4 - Coréia do Norte

Kim Jon-il ficou conhecido por comandar um ameaçador programa nuclear. Muito além disto, ele também foi a mente por trás de uma das duras e longas ditaduras do mundo, até sua morte em 2011. Ele ficou no poder por 18 anos, após assumir o posto do pai, Kim Il-sung, que governou por 46 anos. Kim foi "eleito" para continuar no poder em 2009 com uma aprovação de 99,9%.

Atualmente, o país é governado pelo filho mais novo do falecido presidente, Kim Jong-Un. Cerca de 250 mil pessoas no país estão confinadas a "campos de reeducação" no país, onde sofrem privação de liberdade e abusos. Além disto, o país passa por um processo de má-nutrição que assola a população - segundo o Programa Mundial de Alimentação da ONU, uma criança de 7 anos de idade da Coreia do Norte é cerca de 9 quilos mais magra que uma criança da vizinha Coreia do Sul.

3 - Cuba

Na teoria, Cuba é uma república socialista mas, na prática, o país é comandado pelo Partido Comunista de Cuba desde 1959, sem eleições diretas ou imprensa livre. O país foi comandado por Fidel Castro até 2006, quando ele teve que se afastar por motivos de saúde. Desde então, o país é governado por seu irmão, Raúl Castro. Ele foi "eleito" presidente em uma eleição de candidato único em 2008. Ainda que a ilha tenha uma alta taxa de alfabetização e acesso universal ao sistema de saúde, o governo de Raul é acusado por algumas violações dos direitos humanos, como o uso de torturas, detenções arbitrárias, execuções extrajudiciais e julgamentos injustos. Além disto, a população vive sob censura e privações.

2 - Zimbábue

O presidente Robert Mugabe, de 91 anos, assumiu o comando do Zimbábue há mais de 30 anos, após liderar um levante contra o governo branco pró-apartheid que controlava o país até 1980. Ele se manteve no poder pelo uso da força, e foi acusado de ter comandado assassinatos em massa de dissidentes do regime.

O déspota desfruta de acomodações luxuosas e de uma gorda conta bancária, enquanto a população do Zimbábue se torna uma das mais miseráveis do mundo. A taxa de inflação já é a maior do mundo e o desemprego atinge 80% da população. A expectativa de vida caiu de 62 anos do idade, em 1988, para apenas 38 anos de idade. Mugabe confiscou e distribuiu as fazendas mais produtivas do país para seus aliados políticos, que fracassaram em administrá-las. Como se não bastasse, nos últimos anos o governo adotou uma postura mais agressiva com os descendentes dos colonos britânicos.

1 - Tailândia

Acredite se quiser; a Tailândia sofreu um golpe militar há menos de um ano atrás. No dia 20 de maio de 2014, as principais cidades do país foram ocupadas. A lei marcial foi imposta e os militares deram os passos necessários para consolidar o que já era uma ditadura militar, sob o comando do general Prayuth Chan-ocha. A história das últimas décadas na Tailândia está cheia de golpes militares. O motivo dessa situação é que as classes dirigentes do país não conseguem governar através de mecanismos democráticos, resolvendo suas diferenças e crises com a intervenção das baionetas.


Próxima Matéria
avatar Lucas Franco
Lucas Franco
O cara que gosta do Batman! @heymac14
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest