icone menu logo logo-fatosnerd.png


5 razões pelas quais a Marvel tem falhado na venda de quadrinhos

POR Gabi Noronha EM Fatos Nerd 12/06/17 às 17h17

capa do post 5 razões pelas quais a Marvel tem falhado na venda de quadrinhos

Sem novidades para nenhum nerd, as editoras Marvel e DC sempre foram concorrentes diretas nas vendas de suas revistas. Uma competição saudável que faz dos fãs os maiores vencedores, pois tal posição faz com que ambas tendem a se esforçar para desenvolver trabalhos de qualidade aos seus leitores. Por muito tempo, a DC ficou na frente da quantidade de vendas dos quadrinhos, um período que a Marvel recuperou nos últimos dezessete anos. No entanto, o cenário voltou a mudar.

A Marvel estava muito bem com suas histórias e suas vendas, acontece que suas últimas escolhas não foram das melhores e, portanto, suas vendas voltaram a decair. Entre alguns dos erros que tem cometido, o fato dela ter deixado de atrair novos leitores foi um dos mais graves. Uma série interminável de crossovers, a alteração de acontecimentos previamente estabelecidos em histórias e várias reinicializações, também contribuíram bastante para a decaída.

Talvez seja seguro dizer que os quadrinhos, frequentemente revisitam o passado, mas algumas vezes eles revisam suas histórias. Este é um tipo de jogada para se fazer apenas quando a empresa tem outra parte para se apoiar caso a tentativa não funcione. Tudo pode ser um pouco repetitivo demais e, dessa forma, gerar um problema. É como se os leitores consumissem o mesmo produto várias vezes. Apesar de seu incrível sucesso nos cinemas e, em partes, uma certa crescente dos quadrinhos no meio do público convencional, isso não foi suficiente para evitar a falha na distribuição de seu conteúdo.

Com isso em mente, selecionamos alguns pontos preocupantes no atual cenário da Marvel Comics que, de alguma forma, contribuíram para a editora ter suas vendas seriamente afetadas.

5 - O mercado direto não leva novos leitores

As lojas de quadrinhos (Comics Shops) fazem seus pedidos de produto de acordo com a vontade de seu público. Por isso, uma nova série de quadrinhos sempre atrairá mais pedidos pelas lojas, especialmente se o foco for o leitor convencional, pois são mais fáceis de conquistar. Um exemplo é o caso de Silk. A personagem ganhou uma série própria e todos estavam ansiosos por uma versão feminina do Homem-Aranha, o que levaria ao crossover do Spiderverse. No começo tudo foi ótimo e as lojas até sentiram necessidade em aumentar a quantidade dos pedidos. No entanto, com o passar do tempo, todo o hype criado em volta da história desapareceu e, consequentemente, as Comics Shops perderam o interesse em fazer nodos pedidos. Dessa forma, apenas o cancelamento aguardava Silk.

As lojas de quadrinhos são o mercado direto para vender aos clientes que se encaixam em um grupo especial de pessoas, ou seja, os nerds. Atrair novos leitores é importante, no entanto, as lojas de quadrinhos não são o caminho.

4 - Os vários crossovers

Este é um problema inerente a quase todo o ano na Marvel Comics, sendo o mais recente altamente controverso. Apenas imagina, você está na leitura de Capitão América e o personagem está no seu trabalho de sempre, lutando contra criminosos e grandes vilões, de repente, você descobre que tudo não passou de algumas encenações e ele é, na verdade, um agente fiel da Hydra. Não apenas é, como a vida toda foi. Esta é a atual fase de um dos heróis mais antigos da editora e, embora tenha gerado inúmeras revoltas, é lógico que a Marvel irá dar um jeito de trazer um Steve Rogers de outra dimensão qualquer para derrotar o Capitão América fascista que está no comando da Hydra e tudo voltar ao normal.

Em suma, a Marvel sempre levará aos fãs histórias que podem não ser importantes dentro de alguns meses. Se eles não dão aos leitores nenhum motivo para serem leais, consequentemente eles vão se afastar, o que é a abordagem oposta usada por The Walking Dead, por exemplo. Um quadrinho de longa duração que não confia em eventos anuais, pois a lealdade do leitor é mantida devida a história e personagens se manterem lineares e consistentes.

3 - Filmes e eventos não ajudam os quadrinhos

Umas das maiores diferenças no cinema entre a Marvel e a DC é que, enquanto a primeira faz filmes para um público convencional, a segunda faz para leitores de quadrinhos. Ao menos até o momento, já que a chegada de Mulher Maravilha mostrou que a DC tem tentado mudar. Acontece que, quando os filmes contam uma história linear melhor do que os quadrinhos, há algo de muito errado e este é mais um problema com a Marvel. Seu universo cinematográfico conseguiu manter os filmes conectados com uma história subjacente, evolvendo as joias do infinito ao longo de quase uma década. O UCM realizou o feito de ultrapassar a mídia de origem, isso significa que - infelizmente, os novos espectadores não irão correr atrás do material de origem, neste caso, os quadrinhos. Muito provável porque os quadrinhos não estão contanto a mesma história dos filmes, nem mesmo estão fornecendo o suporte para o que o público vê em tela.

2 - Continuidade retroativa em excesso

Alterar a história dos personagens para acomodar uma nova história é a fórmula perfeita para se perder leitores. Um dos exemplos mais recentes dentro do universo Marvel Comics foi Gwen Stacy, o primeiro amor de Peter Parker, tendo dois filhos com Norman Osborne, um de seus maiores inimigos. O pior está por vim: as duas crianças ainda seriam treinadas para matar o Homem-Aranha quando crescessem. O plano original era que Peter fosse o pai, mas a Marvel decidiu que a paternidade tornaria Peter muito velho, dessa forma, o roteirista J. Michael Straczynscki volta no tempo e altera a memória de Gwen. Tudo isso para chamar atenção. O resultado foi diversos leitores revoltados com a decisão.

1 - Muitos reboots

Inúmeras pessoas têm preguiça em começar a ler quadrinhos justamente por não saber por onde iniciar a leitura. A Marvel Comics mudou a história de seus personagens tantas vezes nos últimos poucos anos que fica difícil até para leitores usuais identificarem a cronologia. Após Marvel Now e All-New All-Different, a editora anunciou que retornará à sua numeração original, mas a questão é: isso ainda importa? Dependendo das consequências de Guerras Secretas, alguns títulos terão de ter mais um reboot, o que levará a mais confusão a leitores convencionais. Afinal, quem é o novo Thor? Ele mudou de sexo? Para onde o antigo foi? Quantos Homem-Aranha e Mulher-Aranha existe? A Marvel, por muitas vezes, se orgulhou de seus quadrinhos serem fáceis de seguir, porém, os fãs realmente terão paciência para acompanhar histórias que mudam a cada três meses?

O que você acha desses deslizes da Marvel Comics? Alguns leitores podem até gostar das novas histórias, mas isso não muda o fato das vendas da editora terem caído drasticamente. Não deixe de compartilhar sua opinião com a gente sobre todo esse cenário atual.


Próxima Matéria
avatar Gabi Noronha
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest