• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


5 sentimentos desconfortáveis que significam que você está em evolução

POR Júlia Marreto    EM Entretenimento      25/05/16 às 16h35

Não é necessário ser uma pessoa religiosa, nem fanático para acreditar ou desacreditar em evolução. Na verdade, as mais diversas religiões, seitas e crenças de uma forma ou de outra acreditam que o ser humano necessita evoluir. Seja em forma de ascensão aos céus após a morte da matéria, seja reencarnando. E se você não acredita em nada disso, tudo bem!, o importante é nos respeitar a nós e às crenças alheias.

Nessa matéria falaremos sobre alguns sentimentos desconfortáveis que significam que estamos no processo de evolução. Não pensem que evoluir é fácil, que não dói, e não nos faz sofrer, muito pelo contrário. São raras as pessoas que possuem uma personalidade aberta e compreensiva o bastante que faz com que esse sofrimento seja o menor possível.

A evolução acontece das mais variadas formas possíveis, cada momento de nossas vidas nos ensina alguma coisa e, religiões à parte, evoluir significa, nada mais, nada menos que, amadurecer. Por isso, quando você estiver se sentindo estranho, com indecisões e inseguranças, estiver se sentindo em um beco sem saída, precisando decidir uma situação super importante, esse é um dos momentos em que a vida está lhe ajudando a crescer.

1. Sentimentos conflituosos

01

Alguns momentos da vida nos apresentam conflitos sentimentais. Mas, por mais que pareçam desnecessários são exatamente o contrário. Isso porque são durante esses conflitos que aprendemos a ser mais pacientes, plausíveis e racionais. Quando o calor do momento fala mais alto e as coisas não caminham como desejamos é normal que a raiva chegue à tona e as discussões se afervem. Por mais que tentemos encarar o mundo com bons olhos parece que nada funciona e acabamos, por vezes, nos entregando aos momentos depressivos e de insatisfação.

2. Questionar as amizades

02

As amizades são não acontecem por acaso e nem sempre são "escolhidas" por nós, elas simplesmente acontecem. Quando se trata da relação entre nós e um outro é a situação se torna extremamente delicada porque, por mais que um lado tente, o outro nem sempre será capaz de corresponder como a forma esperada, e essa situação é completamente normal, afinal, são dois seres completamente diferentes.

Todo e qualquer tipo de relação possui um tempo delimitado, algumas podem durar apenas meses, outras anos e uma ou duas a vida inteira. Quando se trata de amizade esse tempo é muito mais volátil do que quando se trata de relações familiares, isso porque depende muito mais apenas das duas pessoas do que de terceiros e laços sanguíneos, que acabam influenciando.

Questionar as amizades é uma situação comum, pela qual todos nós passamos. E na hora tentar resolver a situação é necessário usar a balança e ter certeza de que aquela pessoa vale a pena ou não ser sua amiga. É preciso pensar seriamente sobre como a relação está se dando e como essa pessoa pode influenciar ou deixar de, em sua vida e vice-versa. Talvez o momento de vocês já tenha acontecido e agora é hora de seguir em frente.

3. Medo do futuro

03

Poxa, quem nunca teve? Pensar sobre o "amanhã" é muito bom mas, às vezes, desesperador. Ainda mais quando estamos naquelas situações críticas como quando acabamos de sair da faculdade e procuramos nosso primeiro emprego, ou quando estamos em um relacionamento sério a um tempo e as coisas começam a caminhar para um possível casamento, talvez os desejos de viajar ou morar em outro lugar estejam se fortalecendo.

Esse é um momento da evolução, do crescimento enquanto ser, que mais assusta. Isso acontece porque a única certeza que temos é a de que um dia bateremos as botas. Nesses momentos, em que o medo do futuro falar mais alto, respire fundo e tente viver o presente da forma mais intensa que puder. Porque é esse hoje, que fará com que seu futuro se realize e concretize. Pode parecer meio blasé, mas o seu futuro talvez seja o agora.

Lembre-se de um dos ditados mais conhecidos sobre a vida Carpe Diem, aproveite o dia!

4. Tristeza intensa

04

Acontece principalmente quando sofremos uma grande perda, como a de algum familiar ou amigo próximo. Mas não apenas nesses momentos, quando terminamos um relacionamento intenso, perdemos um emprego, dentre várias outras situações, a dor dessa perda pode ser mais forte do que imaginamos.

E são poucas as pessoas que estão à nossa volta que entendem e nos ajudam a superar esses momentos. A verdade é que só depende de nós passar por essas crises e seguir em frente. Qualquer um desses momentos citados acima nos fazem passar por períodos de luto.

E o luto, de acordo com alguns psicanalistas é uma situações de extrema tristeza, que pode chegar à depressão, durante a qual a pessoa se sente incapacitada de ser quem ela realmente é, ignorando os acontecimentos do mundo, sofrendo apenas por aquilo que aconteceu, sem pensar no que poderia fazer.

O período de luto, dura num total máximo de dois anos, por isso, por mais que pareça desesperadora, esse sentimento acaba, por bem ou por mal. Como diz a música Estrada Nova, de Oswaldo Montenegro, "lembre se puder, se não der, esqueça, de algum jeito, vai passar".

5. Mudanças

05

As mudanças nem sempre são agradáveis, muito pelo contrário. Estamos tão acostumados a viver de uma determinada maneira que, quando algo diferente acontece, e muda por completo algo em nossas vidas a sensação que temos é de que o mundo vai acabar. Mas não vai. Pode sossegar.

Essas mudanças são reflexos do amadurecimento e de experiências que estão começando ou terminando. Não devemos ser totalmente fechados a esses novos e, muitas vezes, estranhos sentimentos. Desejar voltar no tempo não é nada além de retrocesso. Aceite as mudanças e não sofra por algo que não está dentro de sua alçada. Se fizer isso, verá que, mais para frente, essas mudanças não são tão ruins como pareciam.

Então é isso galera. E vocês, possuem algum conselho ou gostaria de compartilhar algum sentimento desconfortável que sentiu durante um momento de evolução? Sugestões, dúvidas, correções? Não se esqueça de comentar coma gente!

Próxima Matéria
Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: , @juliamarreto
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+