• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


6 coisas surpreendentes que a ciência nos ensinou sobre sexo em 2016

POR PH Mota    EM Curiosidades      09/12/16 às 18h02

Ao longo de nossa vida, nós somos constantemente cercados por sexo, seja nas manchetes de jornais e sites da internet, conversas do dia-a-dia entre grupos de amigos ou cenas inesperadas em filmes, séries de TV e novelas.

Naturalmente, inspirados por isso, vários cientistas utilizaram o sexo como objetos de suas pesquisas e análises em laboratórios, trazendo respostas para o universo dos relacionamentos que ainda não haviam sido encontradas antes.

Conheça algumas dessas descobertas e entenda muito mais sobre o sexo, seu papel na sociedade e seus efeitos no corpo de homens e mulheres.

1 - Porque sexo é tão bom

1

Um estudo realizado no campo de neurosciência sócio-afetiva e psicologia revelou que o prazer sexual inunda o cérebro com uma série de mensageiros químicos que criam emoções e sentimentos de atração e amor. O nível de prazer sentido está conectado à liberação de químicos, o que pode ser utilizado para medir a intensidade de um orgasmo. Foi possível descobrir que se um estímulo sexual for forte o suficiente, pode provocar sensações sincronizadas no cérebro que produzem um estado de transe e absorção sensorial.

2 - Jovens fazem menos sexo

Teenage couple (15-17) sitting, low section

Aplicativos de encontro e relacionamentos, como o Tinder, ajudaram a propagar o conceito de sexo casual entre jovens. Naturalmente, seria fácil esperar que a geração conhecida como Millenials estaria fazendo muito mais sexo, mas um estudo recente descobriu que os jovens fazem bem menos sexo do que as gerações nascidas em meados de 1960, considerando a mesma idade. No entanto, isso não necessariamente significa que a maioria dos jovens de hoje estão fazendo menos sexo que as outras gerações, mas apenas que a quantidade de nascidos nos anos 90 que não faz sexo é maior do que a porção de mesma idade em anos anteriores.

3 - Orgasmo feminino aumenta fertilidade

Young woman sleeping on bed

Biológos especializados em evolução têm debatido o propósito do orgasmo feminino além do prazer sexual por anos. Um estudo de 2016 descobriu que os orgasmos podem potencializar a fertilidade feminina em até 15%. Ele ajuda a gerar uma espécie de função de retenção de esperma, significando que poderia reter ou puxar, de certa forma, o sêmen no canal vaginal. No entanto, existem estudos controversos no ramo, que discutem o propósito biológico do orgamos feminino.

4 - Mulheres recebem menos sexo oral

4

Um estudo do Canadian Journal of Human Sexuality descobriu que mulheres têm duas vezes mais chance de praticar sexo oral nos parceiros do que os homens. A maior diferença sexual no ato envolve o prazer em praticar a modalidade de sexo. Mais da metade dos homens que já fez o ato em alguma mulher relatou gostar muito disso, enquanto 41% gostou de certa forma e 7% não gostou de forma alguma. Por outro lado, apenas 28% das mulheres revelou achar prazeroso. Para 55% delas era prazeroso de alguma forma e 17% declarou não gostar do ato.

5 - Mais sexo gera mais sentimentos positivos

happy couple
Para a surpresa de poucos, quanto mais sexo se faz com o parceiro, mais facilmente será possível desenvolver sentimentos positivos na relação. Um estudo da Universidade de Florida State descobriu que a frequência com que casais fazem sexo não tem influência na felicidade da relação, mas a quantidade de sexo feito é capaz de afetar seus sentimentos automáticos e espontâneos em relação aos parceiros.

6 - Mulheres tem várias fontes de orgasmo

6

Novos resultados de pesquisas realizadas neste ano apresentaram novas compreensões sobre o orgasmo feminino: ele incorpora as glândulas externas do clitórias, a região interna do ponto G que corresponde a parte interna do clitórias, o estímulo de áreas genitais como mamilos, etc. Em outras palavras, é a estimulação de várias zonas erógenas que provoca o prazer sexual e o orgasmo na mulher.

Essas foram apenas algumas das descobertas que ajudaram a ciência e a sociedade a compreender melhor o sexo, para a alegria de todos os praticantes.

Próxima Matéria
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+