icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


6 maneiras que os romanos usavam o xixi e o cocô no dia-a-dia

POR Gustavo Camargo    EM Curiosidades      16/10/17 às 15h42
capa do post 6 maneiras que os romanos usavam o xixi e o cocô no dia-a-dia

Ir ao banheiro hoje em dia é uma ação bem simples, não? Depois de fazer suas necessidades a urina ou as fezes descem encanamento abaixo. Isso acontece pois não existem um destino ecologicamente correto para fazer o descarte.

Há séculos atrás, no entanto, as coisas eram um pouco mais complicadas. As privadas, em sua grande maioria, eram basicamente um buraco no solo onde as pessoas se abaixavam e faziam suas necessidades. Não existia descarga, era necessário jogar serragem em toda a sujeira com o intuito de abafar o cheiro e fazer assim ficar um pouco mais higiênico. Bom, nós da Fatos Desconhecido trouxemos para nossos leitores 6 maneiras que os romanos usavam as necessidades fisiológicas no dia-a-dia. Confira:

1 - Limpeza dental

Pode ser bizarro, mas a urina possui propriedades de limpeza. Isso porque, depois de um tempo, ela se decompõe em amônia (composto químico constituído por um átomo de nitrogênio e por três átomos de hidrogênio).

Aproveitando disso, os romanos usavam urina humana e animal como um tipo de enxaguante bucal. Isso é o que contam autores como Catullus, que viveu naquela época.

2 - Cultivo

Sabe o que também existem na urina? Nitrogênio e fósforo, que são ótimos nutrientes para os vegetais. Então, os romanos também utilizavam da urina, principalmente de pessoas idosas, para cultivar romãs. Segundo o autor romano Columella, isso as tornava mais suculentas e saborosas.

3 - Lavar roupas

Se recorda da amônia presente no xixi? Bom, ela também é ótima para lavar tecidos e deixá-los com as cores mais vivas. Os romanos, lavavam suas togas para um lugar chamado de fullo onde começavam a limpeza.

O processo não era tão simples. As rogas ficavam cheias de urina e existiam pessoas que pisoteavam os tecidos. Sim, tudo isso conseguia destruir a sujeira, que ficavam brilhantes.

4 - Curar ferimentos de animais

Essa daqui com certeza de pegou de surpresa, não? Quem iria imaginar que a urina teria propriedades curativas. Mas calma, segundo o autor Columella, isso funciona apenas com animais.

No império romano, as ovelhas doentes do estômago bebiam xixi e as que tinham problemas pulmonares, recebiam urina pelas vias nasais. Até mesmo a gripe das galinhas eram curadas com urina humana.

5 - Usar o xixi para curtir couro

Até agora foram diversos usos para o xixi que você nem imaginava, não é mesmo? Bom, ele também era muito utilizado para ajudar a curtir couro. Antes de secas, o couro recebia um banho de urina, que ajudava a tirar os pelos. Como se não fosse nojento o bastante, depois que o couro secava, fezes eram acrescentadas ao processo, para amolecer o couro.

6 - Fertilizar o solo

É de conhecimento mútuo que o esterco, normalmente feito a partir de fezes de vaca, galinha e cavalo são ótimos para a fertilização do solo. No império romano, eles não desperdiçavam nem mesmos as fezes humanas.

Eles acreditavam que o solo se enriquecia devido as nutrientes, como o nitratos, fósforo e potássio. Mas, na verdade, isso prejudicava mais do que ajudava, graças às doenças que podiam causar.

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.


Próxima Matéria
Via   Mentalfloss  
avatar Gustavo Camargo
Gustavo Camargo
A verdade é que eu queria ser astronauta, mas na minha cidade ainda não tem a escolinha. Instagram: gustavoloopi
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest