• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


6 motivos para você não ter medo da morte (de acordo com o espiritismo)

POR Júlia Marreto    EM Curiosidades      10/06/16 às 16h32

O medo da morte é algo extremamente natural e compreensível. E não só o da própria morte, como o da morte de algum parente ou amigo querido. E por que sentimos esse medo? O que podemos fazer para evitar? Deixamos claro, logo no título dessa matéria, que a visão que descreveremos será de acordo com a religião Espírita Kardecista.

Não temos o intuito de julgar, influenciar ou qualquer que seja, a não ser informar.Para que seja possível entender alguns dos motivos para não se temer a morte, primeiro é necessário entender a diferença básica entre ter medo de morrer e ter medo da morte.

Sim, existe diferença, a primeira consiste em um mecanismo de defesa natural do ser humano, esse medo é que irá te impedir de chegar muito perto da beirada de um penhasco, andar em um carro em alta velocidade, da mesma forma, a olhar para os dois lados da rua antes de atravessar, etc.

Esse "tipo" de medo é extremamente necessário para a preservação de nosso ser e, desde que equilibrado, útil. Em alguns casos, pode chegar a níveis patológicos, doentios, nesse ponto é preciso tratamento médico, psiquiátrico e psicológico.

medo da morte é cultural, nos é ensinado desde pequenos, está intrínseco em nossa sociedade e é um medo desnecessário. Uma das grandes falhas para ele acontecer é o silêncio, as pessoas tem medo de falar sobre o assunto, os motivos são os mais variados, alguns acreditam que falar invoca e outros pelos simples fato de que trazem más lembranças ou dói.

Esse medo de falar, conversar sobre o assunto é causado pelo fato de que tememos enlouquecer. E isso é muito interessante porque ambos são reflexo da "não existência", o medo de não ser, não estar. É o mesmo que dissermos que se trata do medo de perdemos nossa personalidade, nossa consciência, funções mentais e cognitivas. Perder tudo isso só pode resultar em uma coisa, o "caos".

Ainda bem que não é assim que as coisas acontecem, bem, pelo menos não de acordo com o Espiritismo. Confira abaixo esses 6 motivos para você não ter medo da morte .

1. A morte é fundamental para o significado da vida

01

De acordo com o Dr. Franklin Santana, médico geriatra e pós-doutor, um dos organizadores do curso de pós-graduação de Tanatologia (estudo científico sobre a morte, suas causas e fenômenos a ela relacionados), da Universidade de São Paulo - SP, essa ciência é muito importante para ajudar o ser humano a entender e vencer o medo da morte, para ele, conversar sobre a morte é fundamental para que o significado da vida seja construído.

2. O Céu e o Inferno são subjetivos

02

Para o Espiritismo Kardecista, não existem "céu" e "inferno", não se acredita em posições geográficas que em mais nada influenciam na evolução humana. Isso porque o céu seria o estado de contemplação eterna, enquanto o inferno local de castigo eterno, ou seja, sem possibilidades de redenção, consequentemente não poderiam evoluir.

 

3. A vida terrena é um capítulo da evolução

03

É importante saber que a vida que estamos vivendo é apenas mais uma etapa no ciclo evolutivo espiritual e que nossa vida não acaba aqui. Por mais que seja "irreversível" ela não é finita, ou seja, não acabamos aqui ou ali. Se trata de uma passagem para o plano espiritual, no qual "recarregaremos" nossas energias e aprenderemos algo novo, assim como (teoricamente) foi feito no plano terreno, para que possamos seguir evolutivamente.

4. A evolução é constante

04

Quando as caracterizações de "céu" e "inferno" são desmistificadas, a razão entra em primeiro plano e a busca pela perfeição é incessante, trazendo conforto e a perda da morte se dissipa, sendo substituída pela certeza de que a morte é apenas uma passagem, uma nova etapa.

5. A certeza de que encontraremos com nossos entes queridos

05

Quando entendemos que a vida terrena não é o fim de nossa existência e que a morte, de acordo com o espírito André Luiz, psicografado por Chico Xavier é apenas uma "mudança de casa sem mudança essencial da pessoa". E acreditar que os espíritos que estão em constante fluxo espacial são as mesmas pessoas que aqui viviam nos dão um certo conforto.

6. A pós-morte não é mais uma incógnita

06

Já foi possível comprovar, através de estudos espiritualistas e observações científicas que a vida desencarnada não é mais hipótese. E que o mundo espiritual está sendo desvendado em sua realidade prática.

Esses são apenas alguns exemplos de motivos pelos quais não devemos temer a morte, e sim, agraciá-la. Claro que a saudade fica e é normal nos sentirmos desamparados em momentos como esses mas, é preciso que haja compreensão e busca pelo conforto espiritual.

Algumas dicas para saber mais sobre o assunto são o Livro dos Espíritos, de Alan Kardec e o filme Nosso Lar, que conta a história do espírito André Luiz, em seus primeiros anos numa colônia espiritual, local por onde os espíritos passam entre uma encarnação e outra.

É isso pessoal, sugestões, dúvidas, correções? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Próxima Matéria
Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: , @juliamarreto
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+