• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 alimentos que certamente comeremos no futuro

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      29/11/19 às 14h17

O avanço tecnológico mudou e continua a mudar a nossa vida de forma significativa, e em todos os âmbitos. A forma como vemos o mundo, nos comunicamos, nos transportamos, e vivemos. E isso inclui a nossa alimentação, que tem passado por mudanças até então silenciosas. Mas acontece que as tendências futuras são um tanto quanto problemáticas, tendo em vista que a superpopulação irá tornar todos os recursos já existentes limitados. Então, para atender à maior demanda que teremos no futuro, precisaremos reinventar tudo o que temos hoje, inclusive os alimentos.

Sim, muitos alimentos, que conhecemos hoje, podem não existir dessa forma, em algumas décadas. Os cientistas apontam que, no futuro, precisaremos reinventar tudo o que comemos hoje. E graças à tecnologia, a indústria alimentícia já está caminhando para isso. E em breve, teremos uma nova perspectiva dos alimentos, que colocaremos no nosso prato. Não se assuste, porque alguns podem parecer totalmente surreais, mas, pelo visto, nada é impossível. Confira a seguir, 7 alimentos que certamente comeremos no futuro.

1 - Insetos

Sim, por mais nojento que isso possa parecer, estamos todos caminhando para comer insetos no futuro. O que não é bem uma novidade, já que, segundo o relatório detalhado da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, pelo menos dois milhões de pessoas já se alimentam de insetos. E mesmo que muita gente possa não achar esse ideia muita apetitosa, os insetos têm um alto teor de gorduras, proteínas, fibras e minerais, ou seja, mal à saúde não fazem. Além do que, comer insetos é melhor para o meio ambiente do que o consumo de carne e alimentos que já estamos acostumados.

2 - Algas cultivadas pela respiração

As algas contêm grande quantidade de ácidos graxos e ômega 3, um nutriente muito benéfico a nossa saúde. Os engenheiros de alimento Michael Burton e Michiko Nitta, sugeriram que os seres humanos podem cultivar algas próprias enquanto respiram. Em uma apresentação nem Londres, eles mostraram como uma pessoa pode alimentar algas fazendo-as crescer, graças a uma máscara especial.

3 - Carne produzida em laboratório

Produzir carne em laboratório é uma ótima forma de combater os problemas ambientais. Isso porque gera bem menos gases do efeito estufa, além de ser uma forma de pensar mais no bem-estar dos animais. E isso, já é uma realidade. A empresa Memphis Meats já produz almôndegas em laboratório, a partir de células-tronco de animais, obtidas de forma indolor. Porém, até então, os custos de produção são muito altos, o que torna essa carne inacessível para toda a população. Mas no futuro, essa pode ser a solução para a oferta de carne no mundo.

4 - Comida viva

As impressoras em 3D são uma grande revolução tecnológica, já que podem criar objetos a partir do plástico e do metal. E agora, podem até imprimir até alimentos. A holandesa, Chloe Rutzerfeld, sugeriu misturar jardinagem e impressão tridimensional, para criar alimentos. O primeiro exemplo é uma carcaça externa, feita a base de massa, que contém terra comestível e várias sementes. Depois de alguns dias, as sementes começam a crescer e saem de pequenos furos do invólucro. Por enquanto, essa ideia ainda está em estágio conceitual e de experimentação.

5 - Garrafas comestíveis

Uma empresa de tecnologia de Londres tem planos ambiciosos de substituir as tradicionais garrafa de plástico, por garrafas de água comestíveis, feitas a partir de algas. Caso se torne realidade, esse método pode até ser usado também para outros produtos, tais como licores e até cosméticos. Além de diminuir a poluição por plástico, essa ideia ainda seria mais barata. Isso porque as algas marinhas, como matéria-prima de embalagens, teria um custo bem menor do que o atual com plástico.

6 - Peixes e mariscos falsos

Não é apenas carne vermelha que pode ser produzida em laboratório, também é possível fazer isso com frutos do mar. Em 2002, uma equipe de cientistas conseguiu criar pequenos filés de peixe, ao mergulhar o músculo de um peixe dourado, em soro bovino. Outra empresa do ramo alimentício também já criou camarão falso, a base de um substituto de algas, e já está trabalhando para fazer o mesmo com lagostas e caranguejo.

7 - Café mastigável

Esse produto nem é tão futurístico assim, por já estar disponível no mercado, uma opção substituta ao café tradicional. Estamos falando do café mastigável. Segundo os criadores dessa inovação alimentícia, esse café mastigável ajuda a melhorar a concentração e o foco, e também nivela o desempenho cognitivo. Até que não seria uma má ideia tomar um café e poder pegá-lo no bolso a qualquer hora.

Enfim, o que você achou desses alimentos? Qual o mais estranho na sua opinião? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Via   Incrível  
Imagens Incrível
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+