icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 alimentos que você precisa comer para evitar ataques cardíacos

POR Cristyele Oliveira EM Curiosidades 12/04/19 às 16h20

capa do post 7 alimentos que você precisa comer para evitar ataques cardíacos

Com saúde não se brinca, e se você quiser ter uma vida longa é saudável, é necessário se cuidar. Uma alimentação balanceada e à base de alimentos saudáveis e atividades físicas é uma recomendação universal para quem quer viver mais. Uma das principais causas de morte no mundo é devido à doenças cardíacas. Segundo previsões da Organização Mundial da Saúde, em 2030, cerca de 23,6 milhões de pessoas morrerão de doenças cardiovasculares e ataques cardíacos.

Hoje em dia, aproximadamente 30% da população mundial morre em decorrências de doenças cardíacas e vasculares. Felizmente, a medicina hoje está bastante avançada nesse sentido. Mas ainda é necessário que as pessoas tomem medidas preventivas para evitar tais doenças. Os cientistas estão encontrando novos meios para ajudar a manter o coração saudável por mais tempo. Para isso, é necessário manter um estilo de vida saudável e uma dieta com alimentos que melhoram o desempenho do sistema cardiovascular. Para isso, reunimos hoje alguns alimentos que já foram comprovados que auxiliam na saúde do seu coração e ajudam a evitar ataques cardíacos. Confira.

1 - Banana

A banana é uma fruta querida por muitos e que além de ser saborosa, ainda traz muitos benefícios à saúde. A banana é rica em potássio, que alinhada com o sódio, regula os fluidos do corpo e ainda ajuda todos os músculos, incluindo o coração, a funcionar melhor. A falta de potássio no organismo afeta o tônus vascular, e pode causar um aumento na pressão arterial. E não somente, a fruta ainda contêm vitamina B6 que atua na formação do sangue e previne o aparecimento de coágulos sanguíneos.

2 - Batata

Assim com a banana, a batata também é rica em potássio e vitamina B6. A ingestão de cerca de 100 gramas de batata cozida contém cerca de 82 calorias de massa de potássio, que é a quantidade necessária para o coração, ajudando a regular a pressão arterial. Além disso, essa mesma quantidade de batata contém até 15% da necessidade diária da vitamina B6 que está envolvida na formação dos glóbulos vermelhos do sangue.

3 - Iogurte com baixo teor de gordura

O consumo regular de iogurtes com baixo teor de gordura pode diminuir significativamente as chances de desenvolver doenças cardiovasculares. Segundo um estudo realizado pela Universidade Americana de Boston, mostrou-se que mulheres que consomem duas porções de iogurte por dia diminuem em 30% o risco de doenças cardíacas. Enquanto que, em homens, a chance diminui em 16%. Outra vez o potássio, que também é encontrado nesse produto lácteo, se mostra como um dos mais importantes elementos para regular o ritmo cardíaco.

4 - Extrato de tomate

Estudos já comprovaram que pessoas que consomem uma quantidade insuficiente de licopeno aumentam consideravelmente os riscos de desenvolverem doenças cardiovasculares. Uma rica fonte de licopeno está no extrato de tomate. O extrato da fruta contém 30 vezes mais o elemento do que o tomate puro.

5 - Fígado

O fígado pode não ser um dos alimentos favoritos de todo mundo, mas ainda assim é um dos alimentos mais nutritivos do mundo. O fígado contém variadas vitaminas necessárias ao nosso organismo. A quantidade de 100 gramas é muitas vezes maior do que recomenda a norma diária de consumo do alimento. Para se ter uma noção, a necessidade diária de vitamina B12 está contida em apenas 9 gramas de fígado bovino.

6 - Beterraba

Muitos vegetais contribuem significativamente para a expansão dos vasos sanguíneos e diminuem a pressão arterial. A beterraba é a campeã nesse quesito. Além disso, ela é rica em betaína, uma substância que ajuda a reduzir o risco de aterosclerose. A vitamina B9 também é encontrada em grandes quantidades na beterraba, e é muito importante para a formação do sangue. E a ausência dessa vitamina pode causar anemia.

7 - Sardinha

A sardinha está entre os alimentos campeões de ácidos graxos e ômega-3. Esses dois elementos são muito importantes para a saúde do coração, e reduzem o risco de morte por doenças cardíacas. Além da sardinha, muitos outros peixes como o salmão e arenque, são ricos em ômega-3.

E então, preparado para incluir esses alimentos na sua dieta de longevidade? Conta para a gente o que você achou e compartilhe com os seus amigos para que eles também possam viver mais.


Próxima Matéria
avatar Cristyele Oliveira
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest