• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 alterações que o Arrowverse fez na história da Canário Negro

POR Letícia Dias    EM Fatos Nerd      02/07/19 às 15h57

Arrow foi uma das primeiras apostas da DCTV. O universo da série, Arrowverse, se expandiu tanto que hoje é uma das maiores aglomerações de personagens dos quadrinhos nas telas. Muitos dos heróis e vilões apresentados foram fielmente adaptados, porém, nem sempre o que é bom em uma publicação impressa, funciona no live-action. A partir disso, são realizadas algumas alterações. Algumas dessas modificações beneficiam o personagem e a narrativa, outras são confusas e aleatórias.

Partindo dessa premissa, analisamos a jornada da Canário Negro na produção da CW, e percebemos mudanças questionáveis em sua narrativa. A representação da heroína na série já foi alvo de muitas críticas. Desde as habilidades marciais até o design do traje. Houve alterações que deixaram de lado o apresentado nas histórias originais da personagem. Pensando nisso, selecionamos 7 das principais mudanças realizadas na Canário Negro do Arrowverse.

7 - Romance com Oliver Queen (ou a falta dele)

Arqueiro Verde e Canário Negro formam um dos casais mais famosos dos quadrinhos. A dupla luta contra o crime e possui uma longa história juntos. Esperava-se que, se tratando de uma série focada no Arqueiro, esse romance fosse um dos principais elementos na narrativa. Bom, não foi bem assim. Para a surpresa de muitos, a relação entre Laurel Lance e Oliver Queen foi conturbada na maior parte da produção e os dois nem sequer ficaram juntos. O principal interesse amoroso de Laurel era Tommy Merlyn, melhor amigo de Oliver, e o de Queen era Felicity Smoak.

6 - Seus pais

Os quadrinhos apresentam diferentes versões dos pais da Canário Negro. No entanto, nenhum deles é parecido com o que foi apresentado na série. A versão mais notável do pai da heroína é conhecida como Richard Drake, um integrante da força policial de Gotham City. Em Arrow, o pai de Laurel se chamava Quentin Lance e embora tenha feito parte do Departamento de Polícia de Star City, também foi prefeito da cidade. Quentin é muito diferente do apresentado nas HQs e possui um arco de destaque, envolvendo dramas familiares, vícios e redenção. Lance pode não ter sido fielmente adaptado para as telas, mas pelo menos foi melhorado.

A adaptação da mãe de Laurel segue o mesmo caminho que o de seu pai. Sua versão nos quadrinhos não poderia ser mais diferente. Nas edições impressas, Dinah Drake Lance é a Canário Negro original e passa o manto da heroína para sua filha, Dinah Laurel Lance. Na série, a personagem é pouquíssimo mencionada e faz aparições só quando existe algum drama envolvendo a família Lance. Em termos de adição à história da Canário, essa adaptação deixou muito a desejar.

5 - Canário Branco

Esse é outro exemplo de como o Arrowverse melhorou o personagem, apesar de custar a fidelidade do material de origem. Os criadores da série decidiram criar do zero uma nova personagem para o arco da Canário, Sara Lance. A irmã de Laurel já morreu e voltou à vida diversas vezes, além de participar de inúmeras produções da CW. Sara foi a responsável por assumir inicialmente o manto da heroína, porém, em decorrência de alguns fatores, passou a ser conhecida como Canário Branco. Atualmente, ela faz parte de Legends of Tomorrow. Sara é uma personagem complexa e moralmente ambígua, foi uma aposta certa da emissora.

4 - Várias Canários

Além de Sara e Laurel, outra mulher vestiu o traje de Canário Negro no Arrowverse. A série introduziu tanto Laurel lance quanto Dinah Drake como personagens individuais, sendo que, nos quadrinhos, Dinah Laurel Lance é uma só. Na produção da CW, as duas Canários têm personalidades contrastantes. A mudança tecnicamente foi bem sucedida, já que Laurel e Dinah são muito distintas, então não foi uma repetição da personagem.

3 - Vincent Sobel

Uma parte importante da história de Dinah Drake no Arrowverse é seu romance com Vincent Sobel. Ele possui uma narrativa cheia de mistérios, já que seu alter ego é um anti-herói denominado Vigilante. Na série, Sobel é um ex-parceiro de Dinah, que foi dado como morto após ela vê-lo ser fatalmente ferido. Nos quadrinhos, o Vigilante existe, mas de uma forma muito diferente do retratado em Arrow. Basicamente, o personagem apresentado nas telas é, em grande parte, uma criação direta da CW.

2 - Habilidades de combate

Uma das coisas mais relacionadas à Canário Negro é sua habilidade de combate. A heroína possui um amplo conhecimento de artes marciais e está sempre preparada para vencer uma luta. Basicamente, ela é letal com as mãos. Em Arrow, Dinah Drake possui treinamento policial, o que facilita o seu estilo de vida heroico. Contudo, não podemos dizer o mesmo sobre Laurel Lance. Embora a personagem tenha treinado e buscado melhorar suas técnicas de combate, lutas corpo a corpo não pareciam ser o forte dela.

1 - Grito do Canário

Outra marca registrada da heroína é o Grito do Canário. Embora seja extremamente habilidosa quando se trata de lutas, a personagem também possui poderes sobre-humanos. Nos quadrinhos, as temidas ondas sonoras emitidas pela voz da Canário são justificadas como uma habilidade meta-humana resultante de um feitiço e uma abdução alienígena. Na série, Dinah Drake possui essa habilidade. Porém, em decorrência de problemas na luta contra o crime, ela acaba perdendo esse poder. A partir daí, assim como Laurel, ela passa a depender de um aparato tecnológico.

Próxima Matéria
Via   CBR  
Imagens CW DC
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+