icone menu logo logo-terror.png


7 ameaças que o mundo enfrentará em 2017

POR Mateus Graff EM Terror & Sobrenatural 23/01/17 às 15h28

capa do post 7 ameaças que o mundo enfrentará em 2017

Com tantos acontecimentos e tragéidas do ano de 2016, em 2017 é melhor todo mundo ficar de olho bem aberto, concordam? O Fórum Econômico Mundial (WEF) fez a divulgação da edição anual do estudo que procura antecipar os riscos e desafios globais para esse ano, assim como o Fórum em Davos, na Suíça, que conta com a presença de acadêmicos e líderes empresariais e políticos do mundo inteiro. Falando nisso, já leram a nossa matéria com as 7 previsões da ficção científica para 2017?

Bom, segundo ameaças desses fóruns e de outras fontes, nós resolvemos fazer essa matéria com algumas ameaças que o mundo enfrentará em 2017, algumas coisas que todo mundo já prevê, outras um tanto assustadoras. Então, caros leitores da Fatos Desconhecidos, confiram agora a nossa matéria com as 7 ameaças que o mundo enfrentará em 2017:

1 - Protestos nos Estados Unidos

Nos EUA será realizado manifestações em massa em todo o país após Donald Trump tomar o poder. Como resultado, o novo presidente vai tentar impor toques de recolher nas principais cidades. O bilionário Elon Musk, fundador da Tesla Motors e SpaceX, vai se tornar um dos líderes da oposição. Com a crescente insatisfação com relação as políticas de Donald Trump e uma grande tendência repressiva por parte do governo dos EUA, poderão surgir convulsões sociais violentas nos Estados Unidos.

2 - Guerras cibernéticas

E aí, com tanta tecnologia, vocês acham que mesmo que as guerras cibernéticas não pegarão fogo em 2017? Segundo alguns especialistas, em 2017 haverá diversos ataques cibernéticos lançados pela China e pela Rússia, que poderão afetar usinas elétricas, transportes e até mesmo hospitais em todo o território dos Estados Unidos.

3 - Guerra econômica entre China e Estados Unidos

Com mais uma acusação de Donald Trump sobre a China de manipulação de moeda, provavelmente toda essa hostilidade entre Trump e a China poderá ter grandes impactos negativos na economia das duas potências mundiais.

4 - Grandes desastres naturais

Os desastres naturais de grande escala são uma ameaça real a infraestrutura produtiva global. O relatório do Fórum em Davos (que conta sempre com a presença de acadêmicos e líderes empresariais e políticos do mundo inteiro) cita um estudo da Universidade de Oxford que simula o impacto de uma enchente na região costeira da China, que concentra produção para exportação. Segundo o relatório, mais de 130 milhões de pessoas seriam afetadas em um eventual desastre, comprometendo a cadeia internacional do comércio.

5 - Eventos climáticos extremos

O relatório do Fórum Econômico Mundial (WEF - edição anual do estudo que procura antecipar os principais riscos e desafios globais para os próximos 12 meses) lembra que o ano de 2016 foi o ano mais quente da história, com a temperatura global 1,14ºC acima da observada antes de Revolução Industrial.

As mudanças climáticas podem nos trazer consequências sociais graves, como a imigração, e segundo o estudo, 21,5 milhões de pessoas tiveram que emigrar desde 2008 por causa de eventos climáticos. "Muitos riscos causados por não se fazer nada a respeito do clima irão transbordar para ameaças sociais e geopolíticas. Veremos crescente imigração por riscos ambientais", afirmou Margareta Drzeniek-Hanouz, chefe do setor de Competitividade Global e Riscos do WEF.

6 - Fraudes eletrônicas e roubo de dados

Essa ameaça citada pelo Fórum em Davos, assim como a guerra cibernética, são fraudes cibernéticas. Em entrevista à BBC Brasil, o presidente da empresa de análise de risco Marsh, John Drzik, diz que bandidos estão cada vez mais próximos das vítimas pelo fato de aparelhos eletrônicos domésticos estarem sendo conectados a internet. "A introdução de novas tecnologias deixará isso potencialmente ainda mais perigoso. Será possível invadir aparelhos domésticos como termômetros eletrônicos", afirmou John Drzik. Ele fala ainda na ameaça de ataques patrocinados por governos e orientados por interesses comerciais.

Bom, se no Brasil já é normal fraudes em cartões de crédito, é bom ficarmos mais espertos ainda com fraudes e invasão de dados em 2017.

7 - Terrorismo e vigilância

Com tantos atraques terroristas nos últimos anos, o reforço na vigilância estatal sobre os cidadãos é algo esperado para 2017. O Fórum em Davos projeta uma situação em que países coíbem a liberdade de expressão para combater o terrorismo. "Ferramentas tecnológicas estão sendo utilizadas para aumentar a vigilância e o controle sobre cidadãos e erradicar críticas (aos governos). Restringir novas oportunidade a formas democráticas de expressão e mobilização e, por consequência, toda uma gama de direitos, gera uma situação potencialmente explosiva." Segundo o relatório, homenagem as vítimas de Berlim e ações terroristas no Ocidente não devem diminuir esse ano.

E aí, caros leitores, sabem de mais alguma ameaça que poderemos enfrentar em 2017? Comentem!


Próxima Matéria
avatar Mateus Graff
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest