• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 animais que você vai agradecer por estarem extintos

POR Gustavo Camargo    EM Mundo Animal      23/10/17 às 16h36

Animais extintos são aqueles que acabaram desaparecendo por diversos motivos do planeta Terra, sejam por fenômenos naturais ou pela intervenção humana na natureza. Infelizmente, a lista de animais que são extintos só aumenta com o passar dos anos, incluindo mamíferos, aves, anfíbios, répteis e artrópodes.

Garras e presas e outras características assustadoras podem descrever diversos animais que já andaram em nosso planeta. Se tirarmos um tempo para refletir, o passado pode ser bem obscuro e cheio de formas de vida que facilmente destruiriam a vida humana. Bom, nós da Fatos Desconhecidos trouxemos para nossos leitores 7 animais que você vai agradecer por estarem extintos. Confira:

1 - O Purussaurus

O Purussauros já foi extinto há oito milhões de anos, mas ainda causa o interesse da comunidade científica. Segundo Aline Ghilardi, paleontóloga da Universidade Federal do Rio de Janeiro, o Purussaurus necessitava de uma grande quantidade de comida para sustentar seu imenso corpo de 12 metros de comprimento. Ela e seus colegas de trabalho estimaram que o jacaré pré-histórico precisava comer uma média de 40kg de carne diariamente.

2 - Pulmonoscorpius

Acha que os escorpiões de hoje em dia são assustadores? Então prepare-se para desmaiar com a versão imensa desses bichos que vivia por aí no início dos tempos. Chamados de Pulmonoscorpius, essas criaturas chegavam a medir mais de um metro de comprimento e eram extremamente venenosas. Mas, claro, não dá para saber sobre o quão mortífera era a toxina desses enormes escorpiões, já que eles viveram aqui na Terra há cerca de 300 milhões de anos, durante o período chamado Carbonífero Inferior.

3 -Titanoboa

A titanoboa foi uma espécie de serpente que vivem há cerca de 60 milhões de anos, no período Paleocenom nas florestar tropicais da América do Sul. Alguns estudiosos estimam que a espécie poderia chegar a medir cerca de 13 metros de comprimento, 1,1 metros de diâmetro e pesar cerca de 1100kg. Fazendo ela assim a maior espécie de serpente já descoberta até hoje.

4 - Megalodonte

Animais

Carcharodon megalodon, foi uma espécie de tubarão gigante que viveu entre 20 e 16 milhões anos atrás. Os dentes eram bem similares aos do tubarão-branco, mas eram bem maior e podia chegar aos 17,5 metros de comprimento. Por causa de seus grandes dentes o nomearam de Megalodonte, que significa "dente enorme".

5 - Therizinosaurus

O therizinossauro, foi uma espécie de dinossauro que viveu no fim do período Cretáceo. Poderia alcançar medidas de 7 a 12 metros de comprimento, 4 a 5 metros de altura podendo pesar até 4 toneladas. Tinha braços enormes, cada um com 1,9 metros e possuía as maiorias garras já encontradas no planeta, com 80 cm cada.

6 -Gigantopithecus

Era uma espécie gigante de primata que existiu a cerca de 300.000 anos atrás. Seus restos fossilizados sugerem que a criatura tinha dentes gigantes mas tinha uma dieta vegetariana. Especula-se que a criatura possa ser a inspiração do mito do pé-grande.

7 - Escorpião Marinho

Se um escorpião na Terra já é assustador, imagine um escorpião-marinho de 2 metros de comprimento. Esse verdadeiro monstro além de nadar rápido, possuia um veneno muito poderoso capaz de causar grandes problemas para criaturas marinhas. Ele viveu a cerca de 4 milhões de anos e apesar de assustador, era considerado "manso".

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante!

Próxima Matéria
Via   Buzzfeed     Todamateria     BBC     Rocktech  
Gustavo Camargo
A verdade é que eu queria ser astronauta, mas na minha cidade ainda não tem a escolinha. Instagram: gustavoloopi
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+