icone menu logo logo-fatosnerd.png


7 animes que todo fã de InuYasha deveria assistir

POR Letícia Dias EM Fatos Nerd 15/09/20 às 11h55

capa do post 7 animes que todo fã de InuYasha deveria assistir

Exibido no início dos anos 2000, InuYasha é um anime inspirado no mangá homônimo criado por Rumiko Takahashi. A narrativa apresenta a história da garota que, após ser atacada, cai em um poço que a leva diretamente ao período feudal. Qualquer semelhança com Alice no País das Maravilhas é mera coincidência. Enfim, ao chegar lá, ela revive Inuyasha, um híbrido meio-youkai, e quebra um objeto sagrado, assim dando inicio a jornada épica dos dois. Assim como alguns citados acima, esse é um anime clássico e popular. Praticamente todos os entusiastas das animações japonesas conhecem esse anime. Aliás, o mesmo serve como referência para diversas produções atuais.

Embora tenha sido concluído há alguns anos, InuYasha ainda conta com uma consolidada base de fãs. Aliás, a mesma foi despertada após o anúncio de Hanyo no Yashahimea sequência dessa narrativa. Ao passo que essa continuação ainda não foi lançada, tendo ganhado seu primeiro trailer há pouco tempo, decidimos recomendar algumas produções para os fãs de InuYasha. Sendo assim, logo abaixo você pode conferir animes que selecionamos.

7 - A Visão de Escaflowne

Esse anime conta a história de Hitomi, uma estudante do colegial que se vê transportada da Terra para o planeta Gaea, Ali, ela descobre estar no meio de uma guerra em que o Império Zaibach tenta assumir o comando do planeta. Momento propício pra fazer uma viagem interplanetária, né? Enfim, no meio dessa situação ela acaba conhecendo Van, rei de um pequeno país chamado Fanelia. Van possui um raro guymelef (mecha) de combate chamado Escaflowne - daí o título do anime. Juntamente com a ajuda de Allen (um cavaleiro de Asturia), Van comanda Escaflowne no combate ao Império Zaibach.

Apesar dessa narrativa se tratar de uma viagem no espaço e não no tempo, Hitome partilha muitas semelhanças com Kagome. Ambas são levadas para um mundo onde desempenham um papel fundamental. Além disso, acompanhamos o crescente romance entre Hitome e Van, os protagonistas, que vai evoluindo ao longo de suas aventuras juntos. Então, apesar de não ser uma fantasia épica, esse anime conta com elementos capazes de agradar os espectadores de Inuyasha.

6 - Fushigi Yuugi

Assim como a maioria das personagens dessa lista, Miaka Yuuki e Yui Hongo são duas estudantes. Tudo o que elas queriam fazer era passar nas provas e passarem de ano juntas. Esse desejo as levou até a biblioteca, ali elas elas encontraram uma seção de livros antigos onde havia um romance chinês chamado Shijin Tenchisho - ou O Universo dos Quatro Deuses. Ao ler a primeira página, elas são diretamente transportadas para o cenário do romance, a China Antiga. Infelizmente, essas duas melhores amigas acabam se tornando rivais ferozes ao assumirem o papel de Mikos, sacerdotisas de reinos diferentes.

É notável que Inuyasha e Fushigi Yuugi lidam com o sobrenatural, mitologia e magia, mas de maneiras diferentes. Enquanto Inuyasha tira a maioria de suas influências de lendas japonesas, os cenários de Fushigi Yuugi exploram a mitologia chinesa.

5 - Ushio to Tora

Ushio Aotsuki mora num templo onde há um demônio aprisionado há cinco séculos. Sendo assim, certo dia, enquanto fazia normalmente suas tarefas domésticas, Ushio deu de cara com o bendito ser. Com outro demônio à solta e promovendo caos na cidade, o demônio selado faz com que Ushio o liberte, prometendo ajudá-lo. Ushio então remove a lança e chega a pensar que pode estar cometendo um grande erro. Todavia, o demônio chamado Tora acaba se unindo a ele para lutar contra outros demônios. Embora não demonstrem isso de forma explícita, Ushio e Tora tornam-se melhores amigos e estão sempre presentes um para o outro quando é preciso.

Nem é preciso destacar as semelhanças entre Ushio to Tora e Inuyasha, certo? Ambas as séries apresentam um demônio como protagonista e o mesmo foi selado pelos ancestrais de seus companheiros humanos. Além disso, também notamos muitas semelhanças em termos de ação, aventura e comédia. Alguns personagens também partilham similaridades e isso faz com que Ushio to Tora seja uma ótima pedida para os fãs de Inuyasha.

4 - Guerreiras Mágicas de Rayearth

Baseado no mangá da CLAMP, Magic Knight Rayearth conta a história de Umi, Fuu e Hikaru, três estudantes de diferentes escolas que faziam uma excursão à Torre de Tóquio. No entanto, um breve flash de luz surgiu e as levou ao mundo de fantasia de Cephiro. Nesse lugar, todos os seus sonhos de RPG se tornam realidade. Logo, essas três meninas comuns se descobriram lendárias Cavaleiras Mágicas. Sua missão é trazer o equilíbrio para Cephiro. Assim, elas passam a usar suas habilidades naturais e seus novos poderes mágicos para impedir Zagato e seus aliados de destruir Cephiro e voltar para seu mundo.

Tanto Rayearth quanto Inuyasha exploram fortemente o tema amizade. Enquanto Umi, Fuu e Hikaru tendem a viajar como um trio, elas ainda fazem novos amigos, como Presea e Ferio, que contribuem muito para a série. Mas o que torna Rayearth muito distinto do clássico é que no clímax da série, ele se torna misticamente orientado para o mecha e traz um senso de ação único. Por último, a música de abertura é responsável por fisgá-lo desde o início e é uma ótima representação dos temas da série.

3 - A Viagem de Chihiro

Esse item dispensa apresentações mas vamos fazê-la do mesmo jeito. Em suma, A Viagem de Chihiro é um clássico do Estúdio Ghibli. O longa acompanha a jornada de uma jovem chamada Chihiro e de sua família, eles estão se mudando para uma nova cidade. Entretanto, no meio do caminho eles decidem fazer uma parada rápida e encontram uma barraca de comida sem clientes ou cozinheiros presentes. Como a comida ainda estava fresca, os pais resolveram aproveitar. Porém, mal sabiam eles que essa decisão os transformaria em porcos. Acontece que aquele lugar era uma cidade fantasma e o lar de vários espíritos. Como resultado disso, cabe a Chihiro salvar o dia.

Da mesma forma que Inuyasha, esse filme lida com garotas comuns que se encontram presas em um mundo que se assemelha a um Japão mais antigo, que é habitado por espíritos influenciados por contos populares. Embora Kagome possa voltar livremente ao seu tempo sempre que quiser, Chihiro não tem esse privilégio até que possa recuperar sua identidade. A maior qualidade que ambos compartilham é que são histórias únicas de amadurecimento para Kagome e Chihiro em suas próprias maneiras distintas. Ambas as ligações principais encontram valores na amizade e na família nos locais onde realizam as suas viagens e nos seus lugares no mundo real.

2 - Blue Seed

Embora seja comum pensar que Momiji Fujimiya é apenas uma estudante normal do ensino médio, é sempre importante olhar mais de perto. Acontece que ela é descendente de uma princesa mítica conhecida como Kushinada. Contudo, ela só descobriu isso após ser atacada por um demônio que a chamou por esse nome. Felizmente, ela acabou sendo salva por agentes de uma organização secreta conhecida como Centro de Administração Terrestre. Em seguida descobrimos que sua ancestralidade está ligada à lenda da serpente de oito cabeças conhecida como Orochi e a mesma está de volta em busca de vingança. Sendo assim, só resta a Momiji aceitar seu destino como descendente de Kushinada e se junta ao CAT.

Tanto Blue Seed quanto Inuyasha têm influências do folclore tradicional japonês. Todavia, a primeira tem influência exclusivamente da lenda Yamada no Orochi. Além disso, Momiji e Kagome residem em seus santuários ancestrais e assumem os papéis de seus ancestrais. Embora o santuário de Kagome não pareça ter nenhuma influência histórica, o santuário Izumo apresentado em Blue Seed é um dos santuários mais famosos do Japão. Mas se há uma razão para curtir sua série, certamente é a atuação de Megumi Hayashibara como Momiji. Para aqueles que não a conhecem, ela pode ser facilmente considerada a melhor dubladora japonesa da história.

1 - Kyoukai no Rinne

Essa produção acompanha a narrativa de Sakura Mamiya, uma estudante do ensino médio com um dom bastante especial: ela pode ver e falar com espíritos. Ao contrário do convencional, ela não nasceu com essa habilidade, na verdade, a mesma foi desencadeada após um incidente em sua infância. Embora isso pareça assustador, Sakura vê esse detalhe como uma parte normal de seu cotidiano. Surpreendentemente, ela começa a entender a natureza de sua habilidade depois de conhecer o garoto mais novo da escola, Rinne Rokudo. Antes que você pergunte o que há de especial em Rinne, adiantamos que ele é um Shinigami. Sua função é purificar os espíritos que Sakura vê para que eles possam reencarnar para a próxima vida; ou combatê-los caso sejam corrompidos.

Assim como Inuyasha, Kyoukai no Rinne é uma adaptação do mangá de Rumiko Takahashi. Então, como era de se esperar, eles compartilham inúmeras características. Só para ilustrar, ambas as séries exploram aspectos do sobrenatural com base nas crenças japonesas. Entretanto, Inuyasha lida com youkai, ou demônios que precisam ser massacrados, enquanto Kyoukai no Rinne lida com espíritos que precisam ser reencarnados. Além disso, a relação entre Kagome e Inuyasha compartilha traços semelhantes com Rinne e Sakura. Por fim, vale ressaltar que alguns dos dubladores de Inuyasha tiveram alguns papéis em Kyoukai no Rinne.

E então, o que você achou da seleção? Adicionaria mais algum à lista? Como estão os ânimos para a sequência de InuYasha? Compartilhe sua opinião com a gente.


Próxima Matéria
avatar Letícia Dias
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest