icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


7 anomalias medicinais mais estranhas que já foram registradas

POR Diogo Quiareli EM Ciência e Tecnologia 19/01/18 às 13h12

capa do post 7 anomalias medicinais mais estranhas que já foram registradas

O nosso mundo ainda é muito complexo e cheio de segredos que nunca conseguimos explicar. A vida ainda é um mistério e a formação de uma pessoa pode esconder mais coisas do que os cientistas imaginam. A medicina ainda tem que lidar com diversos "problemas" causados durante a criação de um novo ser e, acredite ou não, as vezes as coisas não saem como deveriam e isso cria anomalias. Em filmes ou séries, nos deparamos com algumas delas que não nos causam estranheza, aliás, fazem parte de um projeto fictício. No entanto, muitas pessoas vivem a realidade de carregar uma anomalia fora do comum e capaz de surpreender a todos.

Pensando um pouco mais sobre o assunto, nós da Fatos Desconhecidos resolvemos listar para vocês, caros leitores, algumas das anomalias medicinais mais estranhas que já foram registradas. Desde já alertamos que as imagens podem causar um tipo de desconforto, caso você seja sensível a esse tipo de conteúdo. Compartilhe com seus amigos, se não for problema para eles. Caso saibam de algum outro caso real que não listamos, comenta aí embaixo pra gente.

1 - Diprosopus

A Diprosopus é conhecida como Duplicação Craniofacial. É uma anomalia rara que faz o rosto da pessoa ser duplicado. Esse problema é causado por uma proteína chamada "homólogo de hedgehog sonic". A proteína é que determina a composição do rosto e quando há em excesso, o ser recebe uma segunda face. As crianças que nascem com essa anomalia tendem a não conseguir sobreviver por muito tempo, o que foi o caso de Lali Singh, nascida em 2008. A garotinha sobreviveu por dois meses completos antes de morrer de parada cardíaca.

2 - Fetus in Fetu

Essa anomalia consiste em uma união de dois fetos. É uma desordem extremamente rara em que um gêmeo acaba se ligando ao outro de alguma forma ainda no útero. Em alguns casos, esse feto fica dentro do seu hospedeiro até começar a causar algum problema. Alguns casos conseguem ser identificados instantaneamente, mas confundidos com cisto ou algum tipo de câncer. Em outros casos, a ligação é externa e visível para todos.

3 - Síndrome de Proteus

Essa doença causa crescimento excessivo dos ossos e peles, às vezes causando a impressão de tumor. Desde que a doença foi oficialmente descoberta, em 1979, apenas 200 casos foram confirmados no mundo inteiro. É possível que essa anomalia não se prolifere tanto e as pessoas não consigam a definir bem. Quem sofre dela normalmente possui sua atividade cerebral normal, como das outras.

4 - Síndrome de Moebius

A Síndrome de Moebius é uma doença rara que faz com que os músculos faciais sejam paralisados. Na maioria dos casos, nem mesmo os olhos conseguem se mover de um lado para o outro. Essa anomalia impede que as pessoas tenham diversas expressões faciais, o que leva as pessoas a acreditarem que elas estão de mau-humor ou coisa do tipo. O desenvolvimento mental das pessoas que sofrem disso é normal.

5 - Síndrome de Hutchinson-Gilford

A Síndrome de Hutchinson-Gilford provoca um envelhecimento prematuro nas pessoas que sofrem dela. Uma criança pode parecer um homem idoso, por exemplo. A doença é rara e um prato cheio para os estudos científicos, pois pode ajudar a decifrar o processo de envelhecimento natural. Essa doença é causada por uma mutação genética e não é passada de pai para filho. Ainda não existe uma cura e a maioria das crianças que nascem sob essas condições não vivem mais do que 13 anos. Geralmente morrem de AVC ou ataque cardíaco, doenças mais comuns nas pessoas com idade avançada.

6 - Elefantíase

A Elefantíase é um espessamento da pele. É uma doença transmitida por parasitas através de picadas de mosquito. É mais comum nas regiões tropicais e na África. Em algumas partes da Etiópia, até 6% das pessoas sofrem com esses transtornos. Essa é uma das anomalias mais comuns do mundo e o tratamento eficaz para ela está sendo estudado, espera-se que até 2020 tenha encontrado uma solução.

7 - Epidermodisplasia Verruciforme

Esse é um distúrbio hereditário extremamente raro que cria verrugas na pele. Geralmente afeta as mãos e os pés e pode começar na meia idade (por volta dos 20 anos). Não existe ainda um tratamento eficaz e o único consiste em arrancar as verrugas por meio cirúrgico. Em casos mais extremos, os pacientes chegam a retirar de uma vez 5 quilos de massa indesejada da pele.

E aí, você sabia dessas doenças? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos.


Próxima Matéria
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest