• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 áreas científicas com nomes mais esquisitos

POR Erik Ely    EM Ciência e Tecnologia      04/06/20 às 11h23

O que significa edafologia? Ou quem, sabe pedologia? Que tal, palinologia, espeleologia, herpetologia, ficologia ou gemologia? Se sua cabeça deu um nó em meio a tantas "logias" estranhas, não se preocupe. Eu aposto que muitos pesquisadores também estranham a primeira vez que ouviram esses nomes. Dessa forma, com esses e outros nomes, separamos as 7 áreas científicas com nomes mais esquisitos.

Derivado do grego lótos, logia significa "estudo" ou "teoria". Assim, a outra parte da palavra deve completar o que significa essa área do estudo. Mas, de todo modo, não há motivo para tanta confusão. Isso porque, suas denominações são bem menos esquisitas do que a palavra que as define.

1 - Espeleologia

As palavras spelaeumsp?laion significam "caverna", em latim e em grego, respectivamente. Portanto, a espeleologia é o campo de conhecimento da exploração das cavidades naturais. Ou seja, desde características físicas, evolução do tempo e das formas de vida que habitam o ambiente, tudo compõe a espeleologia.

2 - Palinologia

Você podia não imaginar, mas até mesmo os minúsculos grãos de pólen possuem uma área científica de estudo. E claro, que investiga tudo isso são os palinólogos, que são especialistas em palinologia, a ciência que parte da botânica e estudo a pólen. Dessa forma, o pólen pode ser estudado para melhor compreensão de áreas com plantas e animais, reconstituição de flores antigas e prospecção de petróleo. Além de também, determinação de rotas migratórias de humanos e outros animais, até resolução de crimes.

3 - Ficologia

Mais conhecida como algologia, esse nome pode ser considerado autoexplicativo. Ou seja, é a disciplina da botânica que se dedica ao estudo das algas. Elas são organismos autótrofos fotossintetizadores, mas que se diferenciam das plantas em uma série de aspectos. Dessa forma, elas podem ter espécies unicelulares e até mesmo microscópicas. Mas também, espécies pluricelulares em grandes proporções. Além disso, elas são muito importantes em ecossistemas aquáticos. Isso porque elas formam a base da cadeia alimentar e por isso, diversos seres dependem delas.

4 - Edafologia

A Edafologia pode ser definida como o estudo do solo. Contudo, seu objeto central está localizado na influência daquilo que está abaixo de nós sobre os seres vivos. Nesse caso, o estudo é especialmente focado nas plantas.

5 - Gemologia

Aqui, essa ciência busca identificar a natureza das gemas. No entanto, não estamos falando da gema que vem do ovo, mas sim, da definição de gema enquanto pedra preciosa. Sendo assim, essa especialidade da geologia investiga o caráter físico e químico desse tipo de pedra. Sendo assim, para que um tipo de pedra seja considerado material gemológico, ela deve ser possuidora de raridade, beleza e durabilidade.

6 - Pedologia

Diferente da podologia, a pedologia não trata do estudo dos pés. Ao invés disso, a palavra que vem do grego pedon, significa "solo" ou "terra" e pode ser definida como o estudo dos solos.

7 - Herpetologia

 

Se quisermos nos aprofundar no estudo de anfíbios e répteis, devemos voltar os olhos para a herpetologia. Dessa forma, esse ramo da zoologia é inteiramente dedicado a estudar o comportamento, classificação, ecologia, fisiologia e paleontologia dos animais.

Próxima Matéria
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+