icone menu logo logo-fatosnerd.png


7 atores que ficaram horríveis depois dos efeitos de CGI

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      15/06/18 às 18h18
capa do post 7 atores que ficaram horríveis depois dos efeitos de CGI

Um dos grandes fatores contribuintes para a era de produções cinematográficas de super-heróis na qual vivemos é a computação gráfica. Talvez seja seguro dizer que, sem ela, a vontade poderia até existir, mas não os filmes. Conhecida como CGI (Common Gateway Interface), seu avanço foi essencial para o realismo de voo do Superman, para o encolhimento do Homem Formiga, para a No Man"s Land de Mulher Maravilha e mesmo para dar vida a armadura de Tony Stark.

Vingadores: Guerra Infinita não seria o mesmo se feito na década de 1980, por exemplo. Os efeitos em CGI evoluíram bastante desde então. Mas para isso acontecer, muitos filmes ruins precisaram ser produzidos. Ao longo do tempo, não faltaram personagens distorcidos, ambientações falsas e mais imaginação que tecnologia em tela. Apesar disso, os erros são essenciais para o desenvolvimento. No entanto, ainda hoje temos vários exemplos de CGI relaxado, onde falta criatividade e dinheiro, pois a tecnologia já existe. Pensando nesses casos, separamos alguns filmes nos quais a computação gráfica foi utilizada da pior forma possível.

1 - Dwayne Johnson em O Retorno da Múmia

Como esquecer de Henry Cavill em Liga da Justiça? Pois bem, podemos até imaginar de onde veio tanta inspiração para remover seu bigode. O Retorno da Múmia é um ótimo filme, e cumpre exatamente o proposto. Porém, a equipe falhou muito ao recriar o personagem Escorpião Rei. Na época, The Rock não era tão famoso como hoje, caso contrário teríamos dificuldade em reconhece-lo. A figura mostrada na projeção parece muito mais uma animação - ruim por sinal - que uma pessoa. O Escorpião Rei não causa medo por ser a fusão entre um humano e um escorpião, mas sim por sua péssima qualidade gráfica.

2 - Eric Bana em Hulk (2003)

Hulk de Ang Lee não é tão ruim assim. Ao contrário de seus sucessores, o longa tenta explorar mais a complexidade de Bruce Banner e seu alter ego. Lee fez trabalhos memoráveis, como O Tigre e o Dragão, entretanto, quando chegou a vez do Gigante Esmeralda brilhar no cinema, algo deu muito errado no CGI. Podemos dizer que Hulk brilhou até demais. O verde de sua pele recebeu uma tonalidade exagerada e a captura de performance de Eric Bana não funcionou como deveria. Ele mais parecia uma borracha animada em meio a um cenário real.

3 - Ciarán Hinds e Henry Cavill em Liga da Justiça

É lamentável  tudo que aconteceu com Liga da Justiça. O filme dos maiores heróis do mundo era esperado há anos e, quando finalmente se torna realidade, o resultado é um pesadelo. O longa poderia ter sido ótimo, no entanto ficou apenas regular. Entre tantos erros, vamos nos concentrar apenas na péssima qualidade gráfica concedida ao Lobo da Estepe. Movimentos mecânicos, expressões limitadas e aparência falsa são algumas características do personagem. O mais intrigante é tentar entender como chegaram a esse ponto, afinal não faltava dinheiro para o estúdio investir em algo melhor.

4 - Jeff Bridges em Tron: O Legado

O filme é uma continuação do clássico Tron, de 1982. O original foi uma revolução na sétima arte por ser o primeiro filme a usar computação gráfica de modo tão amplo e com sucesso. A aguardada sequência veio apenas 28 anos depois, em uma época na qual o CGI havia evoluído consideravelmente. Portanto, todos esperavam mais um filme brilhante. Bom, de fato não faltou luz, mas faltou o principal: o uso decente de computação gráfica - ao menos na recriação de Jeff Bridges. Como o tempo não passa na realidade virtual, o ator precisava aparecer mais jovem, na mesma idade que tinha no original. Porém, sua aparência não convence. O rejuvenescimento do personagem é quase tão artificial quanto sua história.

5 - Ryan Reynolds em Lanterna Verde

A primeira tentativa da Warner Bros. de levar a história do Lanterna Verde para o cinema foi tão desastrosa que serve de piada até hoje. Difícil encontrar alguma coisa decente no filme. Até mesmo Ryan Reynolds ficou negativo por seu papel. No entanto, uma das partes mais comentadas foi a escolha de fazer o uniforme de Hal Jordan através da computação gráfica, ao invés de realmente cria-lo. O porquê disso talvez nunca saberemos. O resultado foi o pior imaginado, e o traje do personagem parecia mais feito de luzes fluorescentes. Pelo menos não mexeram no rosto dele!

6 - Jamie Bell em O Quarteto Fantástico (2005)

Os filmes do Quarteto Fantástico são tão ruins que, no final das contas, só nos resta pontuar o quão ruim eles são. No quesito CGI, o longa de 2015 leva certa vantagem, mas não em se tratando de Ben GrimmesMichael Chiklis não ficou tão pavoroso como A Coisa quanto Jamie Bell. Tudo bem que o personagem é basicamente um monte de pedras ambulantes, contudo sua aparência não ficou orgânica. Em especial quando falava. Parecia mais que ele usava uma vestimenta pesada para atuar.

7 - Ahmed Best em Star Wars

Missão quase impossível é encontrar uma pessoa em defesa de Jar Jar Binks. Sem dúvidas, esse é um dos personagens mais odiados da saga Star Wars. Irritante e inútil, a computação gráfica também não colaborou em nada para o sucesso da criatura. Embora o filme tenha sido produzido no começo dos anos 2000, período no qual o CGI passou por grande transição, a equipe técnica conseguiu se virar muito bem nas cenas de batalha. Sendo assim, o pecado fica mesmo com Jar Jar, um personagem que conseguiu ficar com a fisionomia mais falsa que Jabba, the Hutt.

Concorda com a lista? Comente com a gente quais ator você também achou horríveis na computação gráfica.


Próxima Matéria
Via   SR  
avatar Gabi Noronha
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest