icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 casais de assassinos que cometeram crimes em nome do amor

POR PH Mota EM Curiosidades 23/12/16 às 13h46

capa do post 7 casais de assassinos que cometeram crimes em nome do amor

Um casal apaixonado costuma viver os melhores momentos de sua vida. Muita gente defende que quem está apaixonado descobre o melhor em si mesmo e no outro.

Durante uma relação amorosa, não existe sacrifício grande demais ou manobra muito elaborada, mostrando que qualquer coisa é possível para ver o companheiro feliz. Para as pessoas desta lista, no entanto, a frase foi levada à ponta da língua e nem mesmo a lei e o respeito a vida foi suficiente para impedir alguma decisão.

Conheça alguns dos casais que tornaram o sentimento puro do amor em histórias amargas e assustadores de crimes violentos.

1 - Casal perfeito

Tanya Bogdanovich e Michael MacGregor se consideravam o casal perfeito. Ela fantasiava sobre violentar jovens meninas e ser estuprada enquanto ele queria ajuda para descobrir sua vida sexual. A relação dos jovens começou por meio de um site da internet especializado em fetiches e incluía simulações de estupro, asfixiamento e brincadeiras com facas. Em janeiro de 2013, seus desejos cruzaram barreiras quando o casal sequestrou a professora do jardim de infância Noelle Paquette, em Ontario no Canadá. A mulher foi estuprada e esfaqueada até a morte. Pelo crime, o casal foi preso e condenado a passar a vida na cadeia.

2 - Beijo desagradável

As australianas Valerie Parashumti, de 19 anos, e Jessica Stasinowsky, de 21, formavam um casal fascinado por tortura, vampiros e sangue humano. Quando decidiram abrigar a jovem britânica Stacey Mitchel, de 16 anos, em casa, não imaginavam o que iria acontecer. Com ciúmes, Stasinowsky detestava a visitante e chegou a colocar cacos de vidro em suas bebidas. Vendo a atitude obcecada, Parashumti ajudou a namorada a matar a jovem. A garota foi atingida por um tijolo de concreto e enforcada com uma coleira de cachorro. As assassinas chegaram a gravar vídeos em que beijavam o cadáver, antes de serem presas e condenadas a pelo menos 24 anos na cadeia.

3 - Teste de lealdade

Os estudantes David Graham e Diane Zamora planejavam se casar depois da conclusão de cursos em academias militares dos Estados Unidos, mas tudo foi por água baixo em 1996, quando foram presos por assassinato. Depois que Diane descobriu a traição de David com uma jovem chamada Adrianne Jones, ficou revoltada. Para provar seu amor, David propôs o homicídio da menina. Ele acertou a cabeça de Adrianne com um peso de academia e sua namorada deu um tiro na garota, que morreu. O crime ficou sem solução por seis meses, até que Diane confessou para amigos da Academia de Fuzileiros Navais, que informaram a polícia.

4 - Caçadores de morte

Benjamin Sifit era um ex-fuzileiro naval com tatuagem de suástica e apelidos completamente estranhos, como Hitler. Seu casamento com Erika passou por uma tragédia depois que o casal inventou um estranho jogo. Durante um passou com um outro casal em Maryland, nos Estados Unidos, Erika fingiu estar sendo roubada e Benjamin apareceu armado, assustando as pessoas e, eventualmente, causando sua morte. Os investigadores acreditam que os assassinos também desmembraram as vítimas e as comeram.

5 - Relacionamento internacional

Em 1984, Elizabeth Haysom se matriculou na universidade de Virginia, onde conheceu o filho de diplomata da Alemanha Ocidental, Jens Soering. A menina tinha fantasias de matar os seus pais e o garoto a ajudou a realizar. Em abril de 1985 o crime foi cometido, mas passou meses sem ser desvendado, até que a polícia suspeitou da indiferença de Soering e do nervosismo de Haysom. Os dois foram condenados a prisão.

6 - Cavaleiro da Noite e Senhora Sundance

Depois de um casamento terminado e três crianças abandonadas, Alvin Neelley, de 26 anos, conheceu a jovem Judith Adams, de 15, e se casou. Por conta de dificuldades financeiras começaram a roubar pessoas, sob os codinomes de Cavaleiro da Noite e Senhora Sundance. Em 1982, sequestraram uma garota de apenas 13 anos e a mantiveram presa, enquanto a molestavam e drogavam. Alguns dias depois, mataram a garota e foram descobertos a partir de investigações de outros crimes e condenados à prisão perpétua.

7 - Fanáticos

O casal Christopher e Susan Edwards compartilhava uma paixão obsessiva por celebridades. A mulher chegou a fazer centenas de cartas para Gerard Depardieu e gastar quase £250 mil em objetos e móveis diretos de Hollywood. As despesas, no entanto, iam para a conta dos pais de Susan, que foram mortos e enterrados em seu próprio quintal. Para esconder a morte, a mulher se passava pelos pais em cartas, documentos e prestações de contas. Em 2012, durante uma revisão da aposentadoria do pai de Susan, o casal foi descoberto, com uma dívida de £166 mil e apenas 1 euro em conta.

Qual dessas histórias mais te impressionou? Conte para a gente nos comentários.


Próxima Matéria
Via   Listverse  
avatar PH Mota
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest