icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 casos chocantes de pais que assassinaram seus filhos

POR Gustavo Camargo    EM Curiosidades      09/03/18 às 17h18
capa do post 7 casos chocantes de pais que assassinaram seus filhos

Ver casos de assassinatos na TV já não é uma coisa muito fácil. Entender o fato de quanto a vida humana é uma coisa frágil e que praticamente qualquer coisa pode ocasionar a morte de alguém pode assustar muitos.

É agoniante saber esse tipo de coisa, não é mesmo? Quer saber como isso pode piorar? Existem casos em que pais assassinaram seus próprios filhos. O que mais incomoda autoridades nesses casos é que o criminoso geralmente não tem antecedentes criminais e estaria vivendo uma vida completamente normal, e de repente decide infligir violência contra sua família. Bom, foi pensando nisso que nós da Fatos Desconhecidos trouxemos 7 casos chocantes de pais que assassinaram suas famílias. Confira:

1 - John List

John List, foi um contador de Westfield, Nova Jersey. Em 1971 ele teria matado dois de seus filhos, Patricia e Frederick, depois que retornaram da escola. List ainda foi assistir seu filho, John Jr., jogar bola na escola, antes de leva-lo para casa e atirar nele.

Na época, List estava desempregado e estava com dificuldades financeiras. Em sua mente, ele acreditava que era melhor enviar sua família para a morte, em vez de fazer eles passarem por dificuldades.

2 - Willian Bradford Bishop

Em 2 de março de 1976, em uma área rural na Columbia, foram descobertas sepulturas contendo o restos queimados de cinco corpos. Ao visitar a casa de William Bradford Bishop, descobriram uma cena de crime sangrenta.

Bishop era funcionário do Departamento de Estado, e decidiu deixar seu trabalho em 1 de março. Logo depois ele compraria um martelo, uma pá e uma lata de gás antes de voltar para casa e matar sua família. Por sua experiência no Serviço de Relações Exteriores, acredita-se que o Bishop fugiu para a Europa.

3 - Andrea Yates

Andrea Yates estava morando em Houston, Texas, com seu marido e filhos, quando sofreu um colapso nervoso. Yates foi diagnosticada com psicose pós-parto, mas, embora tenha sido avisada para não ter mais filhos, ela deu origem a uma quinta criança em novembro de 2000. Em 20 de junho de 2001, Andrea Yates espancou e afogou os cinco filhos em uma banheira.

4 - Jeffrey MacDonald

Na manhã de 17 de fevereiro de 1970 autoridades foram até a residência de Jeffrey McDonald. Aparentemente ele estaria com feridas e numerosos cortes. Sua esposa e suas duas filhas foram brutalmente esfaqueadas até a morte. A versão de McDonald era que um grupo de hippies havia entrado em sua casa e cometido os assassinatos. Ele acabou sendo acusado.

5 - Darlie Routier

Na manhã de 6 de junho de 1996, Darlie Routier chamou a polícia. Ela afirmava, que estava indo dormir quando alguém entrou em sua casa. O invasor teria a esfaqueado e assassinado seus dois filhos. Seu marido e filho mais novo dormiam no andar de cima e perderam o ataque. Mas as autoridades não acreditaram na história de Routier, e eles o acusaram de homicídio quatro dias depois.

6 - Josh Powell

Em 7 de dezembro de 2009, Susan Powell, West Valley, uma mulher de 28 anos desapareceu misteriosamente. Por problemas no casamento o marido de Susan, Josh Powell, logo se tornou suspeito. Josh afirmou que ele teria voltado para casa para encontrar sua esposa desaparecida depois de levar suas filhos jovens, Braden e Charlie, em uma viagem de acampamento. Quando a suspeita começou a se montar contra Josh, ele finalmente perdeu a custódia de seus filhos para os pais de Susan, e só foi permitido visitas supervisionadas.

Em 5 de fevereiro de 2012, uma assistente social estava levando Braden e Charlie para a casa de Josh quando ele levou seus filhos para dentro e os trancou. Lá ele atacou seus próprios filhos com um machado e depois acabou se suicidando.

7 - Diane Downs

Na noite de 19 de maio de 1983, Diane Downs deu entrada em um hospital em Springfield. Seus três filhos estavam na parte de trás do carro e todos estavam baleados. Downs havia afirmado que um assaltante tentou leva-la para uma área rural e atirou nela e em seus filhos. As autoridades logo desconfiaram dessa história da história de Diane. A evidência no carro não coincidiu com a história de Diane - e assim que Christie se recuperou o suficiente para falar novamente, ela conseguiu testemunhar que sua própria mãe havia realizado os disparos.

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.


Próxima Matéria
Via   Listverse  
avatar Gustavo Camargo
Gustavo Camargo
A verdade é que eu queria ser astronauta, mas na minha cidade ainda não tem a escolinha. Instagram: gustavoloopi
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest