icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 casos mais bizarros de comidas conservadas

POR Erik Ely    EM Curiosidades      20/05/20 às 23h08
capa do post 7 casos mais bizarros de comidas conservadas

Atualmente, todo mundo está fazendo o que pode para estocar comida e não ter que sair de casa. Com isso, comidas enlatadas voltaram a fazer sucesso e aplicativos de entrega então se fortalecendo cada vez mais. No entanto, você não querer estocar algumas comidas por muito tempo. Esses são os 7 casos mais bizarros de comidas conservadas.

Quando algumas comidas passam da data de validade, nós damos aquela última verificada para ver se ainda é seguro comer. Contudo, para aqueles que são corajosos o suficiente para experimentá-los, esses são alguns alimentos que duraram muito além do que o esperado por seus fabricantes.

1 - Vinho romano

Todos sabemos que, quanto mais velho é um vinho, melhor e mais caro ele é. Dito isso, podemos afirmar que essa garrafa teria um preço imensurável. Isso porque ela tem 1650 anos e data do Império Romano. Mesmo sem abrir a garrafa, cientistas descobriram que nenhuma bactéria chegou até o líquido, mas depois de tanto tempo, o álcool já teria evaporado.

2 - Sopa chinesa

Às vezes, não é preciso de um microscópio para descobrir o que está guardado em vasos antigos. Em 2010, enquanto exploravam uma tumba que datava de 400 a. C., pesquisadores encontraram um vaso de bronze, que continha uma sopa líquida. De acordo com a análise, a refeição serviria para ser apreciada após a morte do proprietário.

3 - Pão sírio

Datado de 14.500 anos atrás, esse pão sírio veio antes mesmo da agricultura ser desenvolvida na região. Com isso, acredita-se que esse tenha sido um dos pratos que estimulou as pessoas a plantarem seus próprios grãos.

4 - Mel antigo

Até onde sabemos, o mel é um dos poucos alimentos que nunca estraga. Por conta do alto teor de açúcar, bactérias ou fungos não conseguem crescer no alimento. Desse modo, egípcios costumavam incluir o alimento em potes datados de mais de 3 mil anos atrás. Sendo assim, mesmo depois de tanto tempo, o mel ainda está apropriado para o consumo.

5 - Macarrão chines

Em 2005, foi descoberta uma porção de macarrão que data de 4000 anos atrás. Pelo estado em que foi encontrado, sabemos que a refeição de alguém foi arruinada após um forte terremoto. Dessa forma, a vedação, feita pela terra, fez com que o macarrão ficasse conservado por tanto tempo.

6 - Ovo romano

Quem veio primeiro, o ovo ou a galinha? Enquanto não respondemos essa pergunta, podemos dar uma conferida nesse ovo, que data do século III. Esse ovo milenar foi encontrado em um poço que funcionava como uma fonte dos desejos. Desse modo, as pessoas jogavam itens de devoção como oferendas. Assim, alguns produtos orgânicos ao entrarem em contato com lama, puderam ficar conservados ao longo dos séculos. Entretanto, ao retirar os ovos, os arqueólogos acabam quebrando três dos quatros ovos, liberando um cheiro podre insuportável. Felizmente, o quarto ovo foi removido com segurança e permaneceu intacto.

7 - Queijo egípcio

Em 1885, a tumba de Ptahmes foi encontrada na região de Mênfis, uma das mais importantes cidades do Egito Antigo. Contudo, o local foi abandonado desde então e sua exploração somente foi retomada em 2010. Nesse período, uma gosma desconhecida foi encontrada, e ao ser analisada, descobriram que se tratava de um queijo egípcio. Além de úmido e fácil de espalhar, o queijo também teria estragado em um período muito curto. Por isso, você não vai querer experimenta-lo depois de 3,2 mil anos.


Próxima Matéria
Via   Listverse  
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest