icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


7 casos sem solução onde assassinos e vítimas são desconhecidos

POR Isabela Ferreira    EM Mistérios & Horror      08/12/17 às 15h02
capa do post 7 casos sem solução onde assassinos e vítimas são desconhecidos

Vivemos em um mundo repleto de perigos, sendo que o maior deles é o próprio ser humano. Diariamente estamos expostos ao contato com as mais diferentes pessoas e não há como saber as reais intenções de cada uma delas. Ao mesmo tempo em que somos rodeados de pessoas do bem, também temos que lidar com algumas mal intencionadas. Não é difícil ver os noticiários apresentando casos de assassinatos, sendo que alguns deles nunca possuem uma solução.

Mas é claro que também não podemos viver com medo. No entanto, é lamentável ver que a vida pode ser tomada de uma pessoa assim, de repente. Ao longo de nossa história muitos casos bizarros já foram registrados, sendo que alguns deles nunca obtiveram uma solução. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo alguns deles. Confere aí!

1 - O garoto da caixa

Há 60 anos atrás, mais precisamente em 25 de fevereiro de 1957, algo bem estranho aconteceu. Um garotinho que aparentava não ter mais que 6 anos, foi encontrado morto dentro de uma caixa na Filadélfia, cidade na Pensilvânia. Ele estava embrulhado apenas em um cobertor, sem nenhum outro tipo de vestimenta.

O caso foi encaminhado à polícia, mas a perícia não conseguiu identificar o assassino e o mais surpreendente, é que ninguém reconheceu o menino. Para que você tenha ideia, até mesmo um psíquico foi contratado para tentar resolver o caso, mas tudo foi em vão. Ainda hoje, o túmulo do garoto permanece com as inscrições "Criança Desconhecida da América".

2 - A garota da tatuagem de pêssego

Outro caso sem solução pertence a uma garota que nunca foi identificada. No ano de 1997, em Long Island, uma ilha de Nova York, a polícia encontrou apenas um torso feminino. A falta da cabeça e de alguns membros fizeram com que a identificação fosse praticamente impossível. No entanto, mais tarde encontraram uma tatuagem no peito do corpo. Havia um pêssego desenhado, como se apenas uma gota da fruta estivesse escorrendo.

Por ser bastante característica, a polícia decidiu divulgar a imagem da tatuagem, na esperança de um parente reconhecer. Apenas quem apareceu foi o suposto tatuador da vítima, mas infelizmente não se lembrava de nenhuma característica da moça que poderia ajudar a resolver o caso. Dessa forma, ela nunca foi identificada e, por incrível que pareça, nem mesmo o assassino.

3 - Esqueleto na árvore

Enquanto quatro garotos procuravam por um ninho de pássaro dentro de uma árvore, acabaram levando o maior susto de suas vidas. Ao invés disso, acabaram encontrando um crânio humano. Ficaram muito assustados mas prometeram nunca comentar a respeito com ninguém. Entretanto, um deles ficou verdadeiramente assombrado com a história e acabou contando para o pai.

A polícia foi chamada. Foram até o local e se surpreenderam ainda mais ao ver com o que estavam lidando. Não era apenas um crânio, havia quase um esqueleto todo dentro da árvore. Faltavam apenas alguns ossos, sendo que grande parte acabou sendo encontrada mais tarde. Tratava-se de uma mulher, e descobriram que ela tinha um tecido dentro da boca, o que sugere que morreu sufocada.

A arcada dentária ainda possuía alguns dentes em bom estado. No entanto, nenhum dentista conseguiu fazer análises bem sucedidas para identificar a vítima. Passaram a chamá-la de Bella. Com o passar do tempo, muitas pichações começaram a aparecer questionando: "Quem colocou Bella dentro da árvore?". Bom, essa resposta também nunca teve uma solução.

4 - A dama das dunas

Enquanto uma garota passeava com seu cachorro pelas ruas de Massachussets, em julho de 1974, se deparou com uma cena perturbadora. Encontrou um corpo feminino em meio a algumas dunas, não muito longe da estrada. Quando a polícia foi chamada, encontrou o corpo com o crânio esmagado, membros e cabeça quase arrancados. Ainda é possível que a vítima tenha sido agredida sexualmente, depois de morta.

Existem algumas especulações a respeito. Inicialmente as autoridades especularam sobre a moça ter sido uma fugitiva da prisão, que foi resgatada por um comparsa. Em relação ao assassino, havia um serial killer na época, chamado Hadden Clark. Ele chegou a assumir autoria do crime, no entanto, o homem era esquizofrênico e nunca soube informar o nome da vítima, fazendo com que as autoridades nunca soubessem o que verdadeiramente aconteceu e quem era a jovem. Ainda hoje o caso permanece sem solução.

5 - Meias laranja

No ano de 1979, um motorista que andava pelo Texas avistou na estrada um par de pés calçando meias alaranjadas. Quando foi verificar, percebeu que eles pertenciam ao corpo nu de uma mulher, que por sinal, estava inteiramente ferido por picadas de inseto. No dedo dela ainda havia um anel. Após as autoridades analisarem as evidências, tiveram certeza de que se tratava de uma prostituta.

Mais tarde, o serial killer Henry Lee Lucas assumiu autoria do crime. Entretanto, não haviam provas contra ele e o mais provável é que nem estivesse no Texas quando a mulher foi morta. Desta forma, tudo ainda permanece sem solução. A vítima não foi identificada e nem o assassino confirmado.

6 - O estranho caso do Bear Brook State Park

Este é um parque localizado no estado americano de Nova Hampshire. No ano de 1985, foram encontrados os corpos de uma jovem e uma menina menor, dentro de barris que ficavam no parque. As duas morreram após um grava traumatismo craniano. Por mais estranho que pareça, a polícia não foi capaz de identificar as vítimas e nem mesmo o assassino, fazendo com que o caso fosse arquivado.

Mais tarde, em 2000, um detetive resolveu dar seguimento ao caso e fazer novas investigações. A cena do crime voltou a ser analisada e mais uma descoberta macabra foi feita: não muito longe, foram encontrados outros dois barris carregando mais dois corpos. Testes de DNA revelaram que a jovem era mãe de pelo menos duas pessoas mortas no local. Fora isso, nenhuma outra solução para o crime foi encontrada.

7 - "A pequena garota ninguém"

Enquanto uma família viajava pelos quentes desertos do Arizona em 1960, avistaram algo bem bizarro. Havia o corpo de uma ovem parcialmente enterrado na areia. Embora já estivesse em sua maioria decomposto, as unhas ainda carregavam o esmalte vermelho brilhante, e os cabelos ainda estavam ali, chamado atenção pelo distinto tom de rosa.

As autoridades não conseguiram identificá-la, nem mesmo o assassino... Embora também tenham trabalhado com a possibilidade de que ela morreu sozinha. A comunidade próxima arrecadou dinheiro e fez um enterro decente para a garota, contando com a presença de 70 pessoas.

E então pessoal, o que acharam? Conhecem outros casos que ainda permanecem sem solução? Compartilhem com a gente aí pelos comentários!


Próxima Matéria
avatar Isabela Ferreira
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest