icone menu logo logo-fatosnerd.png


7 cenas de filmes famosos que foram modificadas no último minuto

POR Letícia Dias    EM Fatos Nerd      14/11/19 às 11h28
capa do post 7 cenas de filmes famosos que foram modificadas no último minuto

Embora isso possa acontecer nas mais diversas áreas, sejam elas profissionais ou pessoais, a mudança de visão é algo que assola a indústria de filmes. Muitas vezes o diretor muda de ideia durante a edição e se faz necessário refilmar algumas cenas, como aconteceu com Vingadores: Ultimato. Em outros casos, mesmo após o lançamento do corte final, o cineasta resolve que algo não funcionou e exige que parte do longa seja cortada. Ademais, pode até acontecer o caso de uma pequena alteração de cena modificar toda uma narrativa.

Independente de qual for o caso, muitas mudanças são realizadas de última hora. Algumas resultam em coisas magníficas, outras não ajudam tanto o longa. Contudo é sempre importante ter em mente que nunca é tarde demais pra mudar de ideia. Levando isso em consideração, resolvemos trazer alguns exemplos de filmes famosos que foram modificados no último minuto. Logo abaixo você pode conferir a lista.

7 - Gwen chamando Peter em O Espetacular Homem-Aranha 2

Embora o segundo filme da franquia estrelada por Andrew Garfield tenha passado longe de ser um dos maiores sucessos do herói da Marvel, a química entre o protagonista e Emma Stone foi um de seus maiores pontos positivos. Ademais, de acordo com uma crítica do Los Angeles Times, o casal de atores perceptivelmente fez o melhor para dar coração ao filme. Sendo assim, é comum ver a imersão no personagem ocasionar resultados inesperadamente incríveis. Inclusive, foi em uma dessas situações, que vimos um improviso por parte de Stone ir para o corte final do longa. Quando o Homem-Aranha deixa Gwen e vai salvar a cidade, ela o chama de "Peter". Imediatamente, ela percebe o erro e tapa a boca com a mão. Por incrível que pareça, essa foi uma reação espontânea da atriz. Porém, como o incidente acabou combinando com o enredo do filme, o diretor manteve a cena.

6 - O romantismo de Han Solo em Star Wars: O Império Contra-Ataca

Essa é uma cena que dispensa apresentações. Afinal, quem nunca viu o clássico diálogo entre Han Solo e a Princesa Leia, onde o contrabandista responde o "eu te amo" da amada com um "eu sei". Pois bem, saiba que o resultado deveria ter saído completamente diferente. Segundo o roteiro, Harrison Ford, intérprete de Solo, deveria soltar uma previsível "eu também te amo". No entanto, Ford acreditou que a fala não cairia bem com o estilo infame de seu personagem e partiu para o improviso. Embora circulem rumores de que a cena não agradou George Lucas, parece que ele acabou concordando com a alteração.

5 - O cena do gato em O Poderoso Chefão

A história dos bastidores do filme, de 1972, é meio incerta. Todavia, parece que o gato, acariciado por Vito Corleone, na icônica cena do mafioso foi uma adição de última hora. De um lado, alguns dizem que o diretor Francis Ford Coppola, simplesmente jogou o bichano no colo de Marlon Brando, na hora da gravação. Contudo, do outro, existem rumores apontando que foi o próprio Brando quem achou o gato nos sets da Paramount e decidiu usá-lo, em cena. Independente do que realmente tenha acontecido, é certo que o gatinho não estava no roteiro e, mesmo assim, acabou se tornando um dos elementos mais marcantes da obra.

4 - Rose querendo ir embora em Corra!

Considerando a qualidade do roteiro de Corra!, é de se imaginar que cada um dos detalhes foi milimetricamente planejado. A quantidade de detalhes é tamanha que é praticamente impossível impossível pegar todas as referências de primeira. Sendo assim, se torna necessário assisti-lo por uma segunda vez. Porém, apesar de ser difícil de acreditar, uma importante cena foi modificada aos quarenta e cinco do segundo tempo. De acordo com uma entrevista do diretor Jordan Peele, ao The Hollywood Reporter, durante as filmagens, uma pequena epifania mudou o desenrolar da história.

No roteiro original, durante a cena do jantar com a família Armitage, Chris (Daniel Kaluuya) confrontaria Rose (Allison Williams) sobre o quão racista sua família é e insistiria em ir embora. Porém, Peele percebeu que Rose, convencendo-o a ficar, denunciava que algo estava acontecendo com ela. Portanto, em vez disso, ele reescreveu a cena, sob o pretexto de que Rose era contrária ao racismo e que o desejo de ir embora partiria dela. Por isso, a reviravolta envolvendo Rose funcionou tão bem. A percepção de Peele acertou em cheio nessa.

3 - A dança na chuva em Laranja Mecânica

Assim como muitos filmes de Stanley Kubrick, Laranja Mecânica conta com uma clássica cena de improviso. Após várias tentativas de filmagem da sequência em que o grupo de bandidos invade a casa e agride seus moradores, o diretor continuava insatisfeito com o resultado. Por fim, o cineasta resolveu dizer para que Malcolm McDowell fizesse o que bem entendesse. Resultado? A performance improvisada da música tema de Cantando na Chuva. A súbita cena ficou tão boa que Kubrick correu para garantir os direitos autorais do uso da canção em seu filme.

2 - As palmas do Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas

Sem dúvidas, Heath Ledger foi um dos maiores atores que já pisaram nessa Terra. Embora conte com diversos papéis consagrados, nenhum recebeu tanto reconhecimento quanto seu Coringa, na trilogia do Cavaleiro das Trevas. Ao passo que já sabemos o quanto Ledger imergiu no personagem, não chega a ser uma grande novidade que ele tenha moldado o mesmo, de acordo com sua perspectiva, chegando a fugir do roteiro. Só para ilustrar, muitas de suas cenas mais memoráveis foram improvisadas. Um grande exemplo é o momento em que, na prisão, o Coringa vê Gordon sendo promovido. Em seguida, do nada, ele começa a bater palmas lentamente. Embora hoje em dia usemos esse momento com meme para diversas situações, se não fosse pela força de expressão de Ledger, ela não teria chegado até nós.

1 - A ambíguo final de O Iluminado

Um dos maiores tópicos de debate entre os apreciadores de cinema é referente ao final de O Iluminado. No encerramento do filme, quando vemos aquele enquadramento demorado na foto de Jack Torrance, imagem datada de 1921, é criada a magia da incerteza. No entanto, originalmente, o final incluiria um epílogo completo em um hospital. Nele, veríamos Wendy e Danny bem e o intuito era exatamente tranquilizar os espectadores que simpatizaram com os personagens. Entretanto, do nada, Kubrick mudou de ideia depois de estrear em Los Angeles e Nova York. Assim o cineasta decidiu que o final não funcionou e insistiu que todos os projetistas de teatro cortassem o epílogo e enviassem de volta à Warner Bros, onde quase todos foram destruídos.

E então, o que achou da nossa seleção? Já conhecia alguma dessas histórias? Sabe de algum outro filme que passou pela mesma situação? Compartilhe sua opinião com a gente.


Próxima Matéria
avatar Letícia Dias
Letícia Dias
Trabalhando pra falar de super-heróis, filmes e séries em tempo integral | @letdiax
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest