• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas estranhas que aconteceram durante cirurgias

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      14/01/19 às 17h56

Muitos de nós já precisaram passar por algum procedimento cirúrgico. Seja por finalidades estéticas ou questões ligadas à saúde. Independentemente do motivo de fato, é certo dizer que uma cirurgia é sempre um momento delicado na vida de uma pessoa. Muitos são os riscos e a grande maioria das pessoas, acaba chegando ao centro cirúrgico já abaladas emocionalmente.

Com os avanços da medicina, tudo se tornou mais fácil. Entretanto, ainda não há como prevermos o que de fato ocorrerá em uma cirurgia. Deste modo, acabamos confiando na experiência e nos conhecimentos dos profissionais que ali estão para nosso auxílio. Mas, como já dito anteriormente, muitas vezes, as coisas saem do curso natural e abre-se uma brecha para o inimaginável. Pensando nisso, hoje, trouxemos para vocês algumas das coisas mais estranhas que já ocorreram em cirurgias. Confira!

1 - Paciente zoado

Em 2013, os médicos em um hospital em Los Angeles, nos Estados Unidos, decidiram que fariam uma zoeira com uma paciente. Eles colocaram um bigode e alguns adesivos em seu rosto, durante uma cirurgia. A mulher era amiga dos médicos e trabalhava no mesmo hospital que eles. Ela só foi saber do que havia acontecido quando um de seus colegas de trabalho, que havia visto a foto, perguntou à ela o que ela tinha achado da brincadeira.

2 - O hospital que twittou uma operação

O hospital Houston's Memorial Herman, em maio 2012, tomou uma inovadora decisão. Eles não apenas gravariam uma cirurgia, que seria performada por um importante cirurgião chamado Dong Kim, mas também iriam twittar tudo o que estava acontecendo no centro cirúrgico.

Na cirurgia, os médicos utilizaram equipamentos avançados para localizar o ponto exato de um tumor no cérebro de um paciente, removê-lo e finalizar a cirurgia. As fotos da cirurgia ainda foram compartilhadas em outra rede social, o Pinterest.

3 - A mulher que pegou fogo

Em 2005, Rita Talbert passou pelo o que seria um procedimento super simples para corrigir problemas em sua tireoide. Entretanto, a mulher começou a pegar fogo depois que a ferramenta electrocirúrgica inflamou o oxigênio dentro de sua máscara. O ocorrido lhe causou queimaduras de segundo e terceiro grau em várias partes de seu corpo. E, essa não é a primeira vez que isso acontece. Estima-se que cerca de 550 pacientes sejam vítimas deste tipo de incidente por ano.

4 - Anestesista e o almoço

Um paciente de 72 anos de idade, na Suécia, seria operado as 10h45. O homem foi anestesiado para o procedimento e tudo teve início tranquilamente. Às 12h, o anestesista chefe na cirurgia, que estava com muita fome, simplesmente deixou a sala de cirurgia para ir almoçar. Nenhum outro médico o substituiu.

Uma hemorragia teve início e, apesar dos esforços do médico e da enfermeira que acompanhava tudo, o homem ficou sem oxigênio por cerca de 8 minutos. O paciente, que era idoso, sofreu danos cerebrais irreversíveis e acabou morrendo algumas semanas depois.

5 - Paciente cantando

A cantora Alama Kante precisou ser operada em 2014, na França. Preocupados com possíveis danos em suas cordas vocais que pudessem comprometer suas habilidades, os médicos solicitaram à Alma que ela cantasse durante toda a cirurgia. Para que ela pudesse executar tal pedido, os médicos optaram por hipnose médica ao invés da sedação completa, como de costume. Kante se recuperou rapidamente e, dois meses depois, já estava a encantar o mundo com sua voz novamente.

6 - Apaixonada por órgãos

Uma estudante russa de Enfermagem estava prestes a ser expulsa das aulas no ano de 2014. Isso porque a jovem era vista constantemente tirando fotos com órgãos das pessoas nas cirurgias em que ela participava. Algumas imagens até mesmo foram parar em suas redes sociais. E o pior era que, além das fotos, a russa ainda dava apelidos e fazia comentários maldosos a respeito dos pacientes.

7 - Hora errada

O anestesista estadunidense, Arthur K. Zilberstein, de 47 anos, teve sua licença suspensa pelas autoridades médicas de Seattle, em 2014, por atos impróprios. O médico estava enviando fotos explícitas de si mesmo, além de mensagens de texto com insinuações sexuais enquanto performava uma cirurgia.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+