icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 coisas mais nojentas feitas para comer e beber

POR Erik Ely EM Curiosidades 18/03/20 às 16h22

capa do post 7 coisas mais nojentas feitas para comer e beber

Comida e bebida são duas coisas essenciais para a nossa sobrevivência. Contudo, separamos algumas comidas que muitas pessoas poderiam recusar até mesmo nas situações mais extremas. Por isso, caso você tenha estômago fraco, talvez essa matéria não seja para você. Mas caso queira arriscar, essas são as 7 coisas mais nojentas feitas para comer e beber.

Ao visitarmos diferenças culturas, podemos encontrar de tudo um pouco, até mesmo aquilo que parece "nojento" para nós. De toda forma, mesmo sabendo desse detalhe, pode parecer difícil de acreditar que algumas pessoas realmente colocariam essas comidas em suas bocas.

1 - Vitamina de sapo venenoso

Diretamente do Peru, na América do Sul, esse alimento é bastante rico em energia. Além disso, segundo a crença local, esse funciona melhor do que viagra. Para isso, basta bater essa espécie de sapo no liquidificador, as rãs Telmatobius. Mas é preciso escolher com cuidado, pois algumas dessas espécies são venosas. Contudo, o alimento não pode ser encontrado com tanta facilidade, pois as rãs estão correndo risco de extinção.

2 - Cabeça de salmão podre

Esse prato é apreciado por nativos da Alasca. Assim, eles pegam o salmão e enterram suas cabeças no chão ou em barris, onde fazem o processo de decomposição. Depois de uma semana, a pele está tão podre, que se desprende com facilidade da carcaça. Entretanto, atualmente, o governo não recomenda a prática do consumir o alimento.

3 - Penas de pato

O L-cisteína é um potencializador de sabor que possui como ingrediente penas de pato. Assim, essas substâncias são extraídas em laboratórios. Depois disso, esse composto é amplamente utilizado em panificações, de forma que o sabor seja amplificado. Além disso, o produto pode ser encontrado até mesmo na torta quente de maça do McDonald's, e em algumas marcas de ração para cachorros.

4 - Carmim

Carmim é um corante derivado de um besouro. Dessa forma, eles pegam besouros e os afogam, em água quente. Em seguida, eles são expostos ao calor. Depois disso, o pigmento é retirado de seus abdômens e cozido em temperaturas elevadas. Ao final do processo, o produto é utilizado em carnes, doces, sucos e geleias.

5 - Carne de porco "disfarçada"

Ao perceber uma umidade incomum em sua última entrega de carne bovina, uma empresa sueca decidiu testá-la. Em seguida, eles descobriram que haviam recebido carne de porco tingida de vermelho. Com isso, não precisamos nem falar da contaminação por produtos químicos.

6 - Elixir Sulfanilamida

O Elixir Sulfanilamida era um medicamento mal preparado, que envenenou e matou quase cem pessoas. Por conta de seu preparo inadequado, as pessoas começaram a sentir dores horríveis, seguidas de morte. Contudo, quando o proprietário do remédio foi questionado sobre as mortes, ele cometeu suicídio e ninguém foi responsabilizado.

7 - Frango embebido em água sanitária

Após o surto de febre aftosa na Grã-Bretanha, diversas gangues compraram milhares e milhares de carnes podres, a preços extremamente baixos. Depois disso, eles separaram os pedaços mais agradáveis e os mergulharam em sal e água sanitária. Em seguida, os pedaços eram vendidos para a população. No entanto, o consumo não era recomendado para ninguém.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest