• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas mais sem sentido do Torneio Tribruxo

POR Gabi Noronha    EM Séries e Sagas      02/03/19 às 11h25

O Torneio Tribruxo é uma tradicional competição realizada entre as três maiores escolas de magia da Europa. Portanto, temos a Academia de Magia Beauxbatons, a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts e o Instituto Durmstrang. Cada uma delas possui um representante, chamado de Campeão, para realizar três tarefas extremamente perigosas. O que sobreviver, ganhará glória eterna, um troféu para sua escola e 1000 galeões.

Muito se fala a respeito das regras do evento, que são tão rígidas como suas provas. Mas será mesmo? Ao analisar mais de perto o que realmente pode e não fazer no Torneio, as regras ficam embaçadas e cheia de falhas e contradições. A seguir, comentamos algumas coisas que não fazem muito sentido dentro das regras da competição.

1 - Limite de idade

Para participar do Torneio Tribruxo é necessário ser maior de idade, caso contrário, nada feito. Até porque, o Cálice de Fogo é protegido por um feitiço que impede menores de se aproximar. Dentro da comunidade mágica, a maturidade burocrática é alcançada aos dezessete anos. Os alunos dispostos a participarem do campeonato costumam saber exatamente onde estão se metendo. Eles têm consciência de todos os perigosos que enfrentarão. Mesmo assim, aos catorze anos, Harry Potter teve seu nome jogado no Cálice de Fogo e foi obrigado a participar do Torneio mesmo sendo menor. Mas por que exatamente? Por que o evento não estava preparado para lidar com esse tipo de ocorrência? E se mais alunos menor de idade resolvessem tentar a sorte com seus nomes jogados no Cálice por outros adultos?

2 - Se recusar a participar

O que aconteceria caso Harry resolvesse não participar? Afinal, pela regra, ele nem deveria estar ali. Além disso, ele não teve qualquer envolvimento na ação de colocar seu nome no Cálice de Fogo. Sendo assim, caso ele enfrentasse a Escola, Dumbledore e todos os outros diretores, o que aconteceria? Ele seria processado pelo Ministério da Magia? Seria expulso de Hogwarts? De novo, por que ele foi obrigado a participar sendo que sua presença no Torneio iria contra as próprias regras do mesmo? O Cálice mataria ele? Deixaria de funcionar?

3 - Por que reviver o Torneio?

O Torneio Tribruxo foi realizado por séculos e sempre foi conhecido como uma competição de extremo perigo. Depois de tantos incidentes e, por fim, mortes, as Escolas decidiram suspender o campeonato. Ele foi revivido anos mais tarde, tendo sua volta logo no quarto ano de Harry em Hogwarts. Algumas regras foram alteradas para tentar amenizar os acidentes, mas a segurança ainda não foi suficiente (visto os incidentes na segunda prova e, claro, a interferência de Voldemort na terceira). Para reviver um Torneio tão perigoso quanto esse, era preciso modificá-lo por inteiro e não apenas remendar partes.

4 - Falha no ano letivo

Três Escolas competem pela taça, cada uma com seus devidos representados. No quarto livro/filme, Hogwarts serve como sede para o evento. Mas a instituição não recebe apenas os Campeões de Durmstrang e Beauxbatons, recebe a delegação inteira para ver as competições. São dias e dias dedicados a preparação e execução das provas. Então fica a pergunta, ninguém mais estuda em ano de Torneio Tribruxo? Nenhuma das três Escolas parece seguir com o calendário letivo de Hogwarts. Claro, apenas não vimos isso porque não tínhamos eles como ponto de vista, mas seria legal vê-los em meio às aulas.

5 - Contrato por pressão

Dumbledore deixa claro desde o início que todos os participantes do Torneio estão ligados a ele até o fim. Caso o campeão se encontre em qualquer situação de perigo, ele pode simplesmente acionar um aviso e ser retirado da prova. No entanto, a pessoa precisa ao menos tentar e, muitas vezes, é onde as coisas dão errado. A pressão começa quando seu nome é escolhido pelo Cálice de Fogo. A pessoa pode desistir, mas a pressão de não fracassar diante de todos os outros alunos é grande demais.

6 - Sem Quadribol

Com dito, o Torneio Tribruxo parece bagunçar o ano letivo de todas as Escolas, algo que sobra até mesmo para o Quadribol. O esporte é o mais popular do meio bruxo, e mesmo assim, quando é época de Torneio, ele é simplesmente deixado de lado. No caso, podemos até entender, pois o campeonato não era realizado há séculos, já o Quadribol tem todos os anos. De qualquer forma, considerando que há apenas três tarefas para cumprir no evento, é de admirar não sobrar tempo para o esporte.

7 - Regras arbitrárias

No final das contas, parece que as regras do Torneio Tribruxo não passam de palavras ao vento. Por tudo que foi mostrado, a verdade é que não importa se algo foi previamente estabelecido, se houve algum desvio no caminho, por que não continuar nele?! Talvez sua nova suspensão tenha sido a melhor escolha, ao menos até encontrarem soluções para a maioria dos problemas. Triste, contudo, que o evento tenha sido palco de mais uma tragédia.

Próxima Matéria
Via   SR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+