• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas obscuras sobre o mundo do K-Pop

POR Diogo Quiareli    EM Entretenimento      10/04/19 às 15h19

Se você gosta de acompanhar os estilos musicais, com certeza, sabe o que é K-pop. K-pop é a abreviação de "Korean pop" (música pop coreana ou música popular coreana). Esse é um gênero que se originou na Coreia do Sul e conta com diversos elementos audiovisuais. Esse termo designa todos os gêneros de "música popular" dentro da Coreia do Sul. Esse gênero surgiu com o Seo Taiji and Boys, um dos primeiros grupos, formado em 1992. Hoje temos diversos ídolos nesse meio e alguns grupos ganharam força no mundo inteiro. BTS é um grupo de garotos que vem arrastando multidões fora da Ásia, chegando a concorrer em uma categoria do Grammy Awards, maior premiação musical do mundo, nos Estados Unidos.

Além do BTS, temos o grupo das  jovens coreana, Blackpink, que quebra recordes frequentemente. Sempre com clipes muito coloridos e um figurino impecável, o k-pop passa uma imagem de vida perfeita no meio da fama. No entanto, as coisas não são bem assim e nós provamos para você, caro leitor. Buscamos e listamos algumas coisas obscuras sobre o mundo do K-pop que você provavelmente não sabia. Compartilhe desde já com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco a seguir e surpreenda-se.

1 - A busca pela beleza de forma doentio

A Coreia do Sul talvez esteja no topo dos países que mais julgam pela aparência. Um idol (como são chamamos os cantores desse gênero) precisa estar sempre agradável visualmente. Eles buscam a "perfeição". Eles precisam se submeter à várias cirurgias e dietas extremas. Há diversos casos de idols sendo diagnosticados com anorexia e bulimia. Esses casos são ocultados da mídia.

2 - Abusos

Outra coisa que choca o mundo é o abuso no meio k-pop. Vários idols afirmam terem sofrido diversos tipos de abusos na época em que treinavam para o mundo da fama. Abusos físicos e verbais já foram denunciados. Coreógrafos e até mesmo empresários estão entre os mais denunciados.

3 - Proibição de namoro

Os grandes ídolos do k-pop não podem sequer namorar quando sentem vontade. Um caso real do tipo foi a mídia quem mostrou. Dois dos maiores ídolos da Coreia do Sul descobriram o doloroso custo de se apaixonar e deixar isso claro ao público. HyunA e E"Dawn foram demitidos de sua gravadora por manterem um relacionamento. Eles precisam ficar solteiros para que os fãs despertem interesse e assim consumam de forma mais fanática o seu trabalho.

4 - Limitação dos idols

A idade não é apenas um número nesse universo. Para ser um idol no k-pop, a pessoa deve ter entre 15 e 20 anos de idade. Podem começar bastante jovens, mas precisam passar até nove anos se formando antes de finalmente serem apresentados ao mundo. Durante esse período, eles trabalham por longas horas e geralmente moram em alojamentos oferecidos por gravadoras.

5 - Preço para tornar-se um idol

Não é de forma natural que surge um idol no mundo do k-pop. Há um alto preço para se formar em uma das "escolas". Há famílias que gastam até US$ 500 por mês nessas escolas de ídolos. Os jovens são treinados diariamente para tentar a seleção por parte de alguma agência.

6 - Escravidão

Uma vez que você é selecionando por uma agência, precisa provar o seu valor e se vender. Se o público exige um determinado corpo, um certo rosto, é preciso fazer imediatamente. É como se tornar propriedade da empresa contratante ao ser selecionado.

7 - Depressão

Infelizmente, diversos idols sofrem com a depressão, mas optam por não demonstrar isso por medo. Eles guardam para si e alguns casos terminam da pior forma, como foi o de JongHyun, integrante do grupo Shinee. O jovem cantor cometeu suicídio e esse não foi o único caso.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+