icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 coisas que as romanas antigas usavam para se embelezar e que hoje em dia consideraríamos loucura

POR Eduardo Coelho    EM Curiosidades      28/07/15 às 16h21
capa do post 7 coisas que as romanas antigas usavam para se embelezar e que hoje em dia consideraríamos loucura

Se vale tudo pela beleza nos dias atuais, onde as pessoas possuem acesso mais palpável à informação, imagina então nos primórdios da história da humanidade?

As mulheres do Império Romano, tinham hábitos relacionados à estética e aparência um tanto quanto 'questionáveis', que incluíam técnicas e truques que envolviam até mesmo sujeira, pó mesmo, de fuligem. Tudo isso para serem outorgadas como mulheres dignas de um bom casamento, ou de 'respeito' para com as demais damas que formavam a sociedade da época.

Abaixo vocês vão poder conferir em 5 tópicos, 7 coisas definitivamente malucas, que as romanas antigas faziam uso para se embelezarem e que se fossem em circunstâncias atuais, elas seriam tidas como loucas. Vejam vocês mesmos:

1. Delineador de Sujeira

 

O ingrediente para as moças da época pintarem os contornos de seus olhos, era chamado de kohl, e era a junção de sujeira, fuligem e cinzas. O hábito é oriundo dos egípcios e até hoje eles usam o kohl na Turquia. Argh!

2. Cinzas de Caramujo

 

As romanas nunca gostaram muito de sardas, aliás, povos antigos consideravam essa característica que atualmente é vista como um 'plus' no que se diz respeito à charme, como pobreza, excesso de exposição ao sol e coisas do tipo. Para sanar o empecilho cutâneo, elas queimavam caramujos e despejavam suas cinzas por cima da derme com sardas.

 

3. Banha de Cisne e Feijão Cozido

As senhoras, principalmente aquelas que já tinham se tornado mães de família e esposas, ao notarem os primeiros sinais de expressão que conotassem às rugas, e ao envelhecimento, elas cozinhavam o feijão, e inseriam gordura de cisne, e aplicavam essa exótica mistura nas marcas da pele.

4. Leite de Jumenta

Ahhhh essa era uma solução milagrosa! No que se diz a rejuvenescimento da pele sim! Cleópatra já fazia uso dessa artimanha, inclusive, seu hábito refletiu até para diante das fronteiras do Império Egípcio, e atingiram diretamente no hábito das mulheres romanas.

5. Pó de giz e fezes de crocodilo

Sinais de riqueza para a época, o tom de pele mais pálido, conotava que a mulher era afortunada, que ficava muito tempo cuidando do lar, e automaticamente remetia que a mulher que tinha a cútis com um aspecto mais fúnebre, seria uma boa esposa. E um dos truques que elas utilizavam para manter essa tonalidade da pele, consistia em pedir para seus serviçais providenciarem bizarrices como fezes de crocodilos que por lá tinham ares de 'iguaria', adicionar pó de giz, para que elas passassem em suas peles. Uma brancura!

Imaginem se elas conhecessem o Photoshop naquela época?

 

 


Próxima Matéria
avatar Eduardo Coelho
Eduardo Coelho
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest