• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas que todo mundo entende errado sobre o Dumbledore

POR Toni Nascimento    EM Notícias      16/11/18 às 13h48

Alvo Dumbledore é o diretor da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts - ou era, até Harry Potter e o Enigma do Príncipe. Apesar do universo mágico de Harry Potter estar cheio de personagens interessantes e multifacetados, Dumbledore é, com certeza, um dos mais interessantes entre eles. Além de ter acompanhado os primeiros passos de Potter entre os bruxos, dando-lhe ensinamentos - e também cuidando à distância do mesmo desde que nasceu -, ele sempre foi o mais consciente e inteligente entre os magistrados.

Agora na franquia Animais Fantásticos e Onde Habitam, também do universo bruxo, estamos descobrindo mais sobre o passado do bruxo, que é o mais temido por "você sabe quem". Além de expandir mais sobre o passado de Dumbledore, ficamos mais próximos da sua história de paixão e luta contra Gillert Grindelwald, o maior bruxo das trevas da saga. Apesar dos livros e filmes irem a fundo na história do personagem, muitas pessoas deixam passar informações valiosas. Listamos 7 coisas que todo mundo entende errado sobre o Dumbledore.

1 - Ele não era modesto

Você pode chamar Dumbledore de charmoso, inteligente, poderoso, porém não pode chamá-lo de modesto. Ele é conhecido por seus iguais por sempre se exibir em conversas. Ele sempre faz questão de mostrar o quanto sabe sobre um assunto quando está em uma roda de conversa. Mas não o chame de arrogante, pois ele não o pé. Ele apenas não dava bola para a falsa modéstia.

2 - Muito velho

Os fãs mais dedicados, com certeza, sabem que Dumbledore não é novinho. Porém, muita gente não sabe que ele possui mais de 100 anos. Quando morre, em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, ele tinha 115 anos. Isso foi revelado posteriormente pela autora da história, J. K. Rolling. Em Animais Fantásticos e Os Crimes de Griendelwald, ele tinha 46 anos.

3 - Ele sempre foi gay

J. K. Rolling sempre foi acusada por uma parcela de fãs de ter feito Dumbledore gay posteriormente, só para agradar a comunidade LGBTQ+. Isso é considerado devido ao fato de, nos livros, ele nunca ter assumido sua sexualidade - e nem ao menos ficou explícito.

No entanto, Rowling realmente deixou a orientação de Dumbledore implícita. Em seus olhos, Dumbledore sempre foi gay, mas não era algo que precisava ser explicitamente escrito em nenhum dos livros, já que havia uma série de outros recursos que melhor definiam esse sábio bruxo antigo além de sua sexualidade.

4 - Ele ignorou a maldade de Grindelwald durante muito tempo

Dumbledore sabia que Grindelwald era mau, mas Dumbledore estava muito cego pela paixão e otimismo para perceber a verdade. Levou muitos anos e inúmeras tragédias para Dumbledore entender que aquele homem que amava, era um bruxo horrivelmente sombrio e maligno. Em Harry Potter e as Relíquias da Morte, ele diz:  "Eu sabia, no fundo do meu coração, quem Gellert Grindelwald era? Acho que sim, mas fechei os olhos".

5 - Ele sabia que Harry era maltratado pelos tios

Além de perder os pais, Harry teve que viver toda a sua infância, e parte da adolescência, sendo explorado e maltratado pelos tios. A parte mais triste, e que talvez você não tenha percebido, é que Dumbledore sabia. Dumbledore não parecia se importar muito com isso. Ele achava que colocar Harry em silêncio na comunidade dos trouxas era a melhor opção para mantê-lo seguro. Enquanto Harry aprendeu humildade com a situação, também teve impactos negativos na vida.

6 - Ele fala a língua das cobras

Se você não presta atenção, vai achar que só o Harry entende a língua das cobras, porém, Dumbledore também entende. Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, Dumbledore demonstrou que ele realmente podia entender a língua das cobras. Isso aconteceu quando ele e Harry viram uma lembrança na Penseira, onde um homem falava inteiramente na língua de cobras. Dumbledore foi capaz de entender cada palavra que o homem dizia, o que é realmente notável.

7 - Ele nem sempre gostou dos trouxas

Durante alguns de seus primeiros anos, Dumbledore era um pouco anti-trouxa. Parte disso, tinha a ver com sua educação, considerando que seu pai era um bem conhecido bruxo anti-trouxa. Mas a maior parte disso tinha a ver com sua conexão com Grindelwald. Quando Dumbledore e Grindelwald começaram a trabalhar juntos, Dumbledore ficou tão cego por sua paixão que permitiu que alguns pensamentos anti-trouxas motivassem suas ações. No entanto, assim que percebeu seu erro, recuou e lutou pela coexistência entre magos e trouxas pelo resto de sua vida.

E aí, gostou dessa lista? Comenta com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que ama ainda mais Dumbledore depois dessa lista, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   SR  
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+