• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas que você não sabia sobre Carlos Drummond de Andrade

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      31/10/19 às 13h09

Carlos Drummond de Andrade nasceu dia 31 de outubro de 1902, em Itabira do Mato Dentro, no interior de Minas Gerais. Descendente de uma família tradicional da região, Drummond foi o nono filho do casal Carlos de Paula Andrade e Julieta Augusta Drummond de Andrade.

Em suma, Drummond sempre demonstrou grande interesse pela literatura. Não é à toa que foi considerado um dos maiores escritores do Brasil. Para entendê-lo, hoje, é preciso encarar minuciosamente sua obra poética.

Aqueles que se deparam com as obras de Drummond, ícone cultural da segunda geração modernista, descobriram valores intrínsecos que comprovam a grandeza do escritor. Tais valores, nesse ínterim, revelam também a excelência de seu modo de usar a língua portuguesa, bem como a universalidade e a atualidade permanente de seus textos.

Um de seus poemas mais conhecidos é No meio do caminho. Ele foi publicado na Revista de Antropofagia de São Paulo, em 1928. Na época, foi considerado um dos maiores escândalos literários do Brasil.

Além dessa, outras curiosidades ilustram a vida desse grande ser das letras. Em homenagem a Drummond e ao seu aniversário, decidimos reunir as melhores. Confira agora, quais são elas:

1 - Principais obras

Carlos Drummond de Andrade encontrou na sutileza e tranquilidade de seu dia a dia, toda matéria-prima poética que necessitava. O autor escreveu incontáveis contos e crônicas, e sempre o verso livre na poesia, desapegado de métricas ou rimas. Para quem quer descobrir a obra de Drummond, suas principais englobam: Alguma Poesia, Sentimento do Mundo, A Rosa do Povo, Claro Enigma, Antologia Poética, José e Outros, Corpo.

2 - Dinheiro

Em 1989, o Brasil adotou as notas de Cruzado Novo, que cortavam três zeros, em relação à moeda anterior, o Cruzado. Nesse ínterim, a nota de 50 cruzados novos foi estampada por Drummond. Em suma, de um lado encontrava-se o rosto do poeta. Já do outro, o poema Canção Amiga, do livro Novos Poemas, de 1948.

3 - Samba sempre

Não é de hoje que as grandes escolas de samba do Brasil se inspiram em figuras icônicas, para trabalhar e desenvolver os próprios sambas-enredos. Muitos não sabem mas, em 1987, Carlos Drummond de Andrade virou samba-enredo da Estação Primeira de Mangueira. Na ocasião, o enredo foi também o grande vencedor. Agora, um bônus: em 1976, o sambista Martinho da Vila gravou "A Rosa do Povo", um disco com canções inspiradas no livro de Drummond.

4 - Beatles e outros nomes

Quem não é fã de Beatles? Não sei você, mas eu sou e, ao que parece, nosso querido poeta também era. Em 1969, seis músicas do quarteto britânico foram traduzidas por Drummond, para a revista Realidade (Editora Abril): Ob-La-Di, Ob-La-Da; Piggies; Why don"t we do it in the road?; I Will; Blackbird e Happiness is a warm gun. Além disso, é também graças a Drummond, que temos obras de Balzac, Choderlos de Laclos, Marcel Proust, García Lorca, François Mauriac e Molière na língua portuguesa.

5 - Profissões

Drummond foi poeta e contista. Em contrapartida, pouca gente sabe que o poeta também já trabalhou como repórter para o Correio da Manhã. Além disso, também foi cronista, dizendo que "O jornalismo é uma forma de literatura". Suas crônicas foram publicadas no Jornal do Brasil, de outubro de 1969 até setembro de 1984.

6 - Picuinha com Mário de Andrade

Com 22 anos, o poeta lançou seu livro Os 25 poemas da Triste Alegria. Em suma, a obra foi lançada de forma artesanal. Nesse ínterim, uma das pessoas a quem ele mostrou sua obra recém-lançada foi a Mário de Andrade. Sem conter-se, Mário de Andrade devolveu com fortes críticas. Um ano depois, conta-se que, quando se encontraram, Drummond recusou o abraço de Mário. Entretanto, muitos atribuem o gesto à timidez de Drummond.

7 - Não fez parte da Academia Brasileira de Letras

O escritor sempre rejeitou o título de imortal, atribuído aos membros da Academia Brasileira de Letras. Por quê? Basicamente, porque Drummond nunca sequer se inscreveu para candidatar-se e ocupar uma cadeira. Fino, né?

Próxima Matéria
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+