icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 coisas que você não sabia sobre Marie Curie

POR Cristyele Oliveira EM Curiosidades 09/04/19 às 18h01

capa do post 7 coisas que você não sabia sobre Marie Curie

Você muito provavelmente a conhece, ou no mínimo, já ouviu falar sobre alguma das suas muitas conquistas. Marie Curie foi uma das mais importantes cientistas do século passado. Dedicou a sua vida à ciência e contribuiu significativamente com grandes avanços. Um deles é que ela foi uma das pioneiras nos estudos relacionados à radioatividade. Inclusive, foi ela quem criou o termo radioatividade.

Marie foi uma mulher à frente do seu tempo e que por isso enfrentou muitos desafios. Mas mesmo assim, ela seguiu com seu sonho de estudar, e se consagrou como uma das maiores cientistas de todos os tempos. Hoje vamos reunir alguns fatos sobre a vida e o legado deixado por essa incrível cientista. Confira 7 coisas que você provavelmente não sabia sobre Marie Curie.

1 - Sua origem

Maria Salomea Sklodowska nasceu em 1867, na cidade de Varsóvia, na Polônia. Maria era a caçula de cinco filhos. Filha de pais professores, ela teve uma educação diferente da maioria das meninas daquela época. Seus pais lutaram para que ela e suas três irmãs tivessem as mesmas oportunidades de estudo que o seu único filho homem teve. Mas o clima político na Polônia naquele tempo acabou dificultado as coisas para a sua família.

2 - O seu nome

O seu nome de batismo é Maria, mas assim que a jovem se mudou para França para poder estudar, ela mudou seu nome para Marie. Mesmo sendo polonesa, ela posteriormente conseguiu naturalização francesa devido ao seu casamento com francês Pierre Curie.

3 - Foi impedida de estudar por ser mulher

Mesmo que os seus pais a encorajassem a estudar, Marie teve que enfrentar muitos obstáculos, principalmente por ser mulher. Mesmo tendo um desempenho acadêmico acima da média na escola, ela não pôde continuar seus estudos por ser mulher. Após ter terminado o colegial com apenas 15 anos, ela não foi admitida na Universidade de Varsóvia porque, naquela época, eles não aceitavam estudantes do sexo feminino. Mesmo assim ela continuou determinada com o estudo, e não teve opção a não ser se mudar para França. Lá, ela conseguiu entrar no curso de Física da Universidade de Sorbonne-Paris. Depois de conquistar o seu diploma de Física, ela conseguiu uma bolsa para estudar matemática na mesma universidade.

4 - Dificuldades financeiras

Por ter se mudado para Paris para estudar, Marie não tinha condições de viver na cidade grande. Sendo assim, ela vivia precariamente em um apartamento de baixo custo. Ela trabalhava como governanta em uma casa, mas ainda assim, o dinheiro era pouco, e por vezes, ela mal tinha o que comer.

5 - Descoberta da radioatividade

Marie e seu marido, Pierre Curie, foram os principais responsáveis pela teoria da radioatividade. Marie foi a primeira pessoa a provar que era possível medir a radiação do urânio. Foi também a primeira a deduzir que a radiação poderia vir do interior do próprio átomo. Além disso, o casal ainda foi responsável por adicionar dois novos elementos à tabela periódica. Eles descobriram o rádio e o polônio, o segundo recebeu esse nome, em homenagem a sua terra natal.

6 - Prêmios

Em 1903, Marie e seu marido dividiram o Prêmio Nobel de Física devido a sua descoberta da radioatividade. Oito anos depois, ela ganhou novamente um Prêmio Nobel, dessa vez de química, pelos seus estudos em torno dos elementos rádio e polônio. Marie Curie foi a primeira pessoa e única mulher a ter ganhado o Prêmio Nobel duas vezes, e em duas áreas de estudo distintas.

7 - Morte por radioatividade

O estudo da radioatividade, o qual ela dedicou toda a sua vida, lhe custou caro. A cientista veio a morrer em 1934, aos 66 anos de idade, em decorrência de uma anemia aplástica. A doença foi uma decorrência do seu contato constante com materiais radioativos e tóxicos. Para se ter uma noção da periculosidade dos materiais que ela manuseava, hoje, 85 anos após a sua morte, os seus pertences ainda são radioativos. Não é à toa que estão guardados em caixas de chumbo para evitar contaminação.

E você, já estava familiarizado com a cientista? Conta para a gente nos comentários.


Próxima Matéria
avatar Cristyele Oliveira
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest