• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas que você não sabia sobre os Olmecas, uma das civilizações antigas mais avançadas

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      16/05/19 às 16h42

Olmecas é o nome dado ao povo e civilização originária da antiga cultura pré-colombiana da Mesoamérica. A civilização Olmeca se desenvolveu principalmente nas regiões tropicais do continente sul-americano, onde hoje é o México. E mesmo sendo uma das civilizações antigas mais avançadas, pouco se sabe sobre eles. Inclusive, até hoje não se sabe com certeza como essa civilização realmente se chamava. O nome "Olmeca" foi dado posteriormente por arqueólogos. O termo se refere a "Habitantes do país de borracha", pois na região onde este povo se estabeleceu havia muitas seringueiras.

Assim como o real nome dessa civilização, muitas outras informações importantes também ficaram perdidas na história mesoamericana. Não se sabe ao certo se os Olmecas foram um império, se tinham ou quais eram as suas crenças e se eles realmente foram os primeiros povos "civilizados" da mesoamérica. O pouco que se sabe sobre os Olmecas foi graças aos arqueólogos que, ao estudarem os Astecas, descobriram artefatos e vestígios de uma civilização ainda mais antiga. Confira agora 7 fatos sobre os Olmecas.

1 - Primeira civilização

Historiadores acreditam que os Olmecas tenham vivido na região onde hoje é o México, por volta de 1.500 a 400 anos antes de Cristo. Sendo assim, eles teriam sido a civilização-mãe de todas as civilizações mesoamericanas posteriores. Antes mesmo dos Astecas, Maias, Toltecas ou outros. Várias esculturas e peças de cinzelagem encontradas em uma área pantanosa próxima à costa leste do México foram creditadas como sendo obras do povo olmeca. Isso porque as esculturas tinham um formato e padrão diferentes dos Maias, Astecas, Toltecas ou de qualquer outra cultura já conhecida daquela região.

2 - Sítios arqueológicos

Foram encontrados até hoje um total de 18 sítios arqueológicos com traços referentes à civilização olmeca. Dentre eles, três se destacam por conter maiores vestígios da antiga civilização, sendo eles: La Venta, Tres Zapotes e San Lorenzo. Os demais locais podem ter sido ou não desse povo, mas ao menos foram influenciados por eles, mesmo que minimamente.

3 - Escrita

Possivelmente, os olmecas teriam sido a primeira civilização do hemisfério ocidental a desenvolver o seu próprio sistema de escrita. Descobertos em 2002 e 2006, alguns símbolos, datados de 650 a.C e 900 a.C, precediam a mais antiga escrita zapoteca, datada de 500 a.C. Os arqueólogos consideram que o conjunto de 62 símbolos, encontrados próximos de San Lorenzo, sejam "a mais antiga escrita pré-colombiana". Esses símbolos foram ligados aos povos olmecas devido à proximidade com o maior sítio arqueológico olmeca, porém, há controvérsias.

4 - Religião

Mesmo que não exista nenhum registro ou relato específico sobre as crenças olmecas, a sua obra notável oferece algumas pistas. Existem no mínimo oito possíveis divindades olmecas. Cada uma delas apresenta características diferentes. Uma das esculturas, que sobreviveu ao tempo, retrata uma imagem que foi chamada de O Monstro do Pássaro, e foi descrita como uma harpia associada ao governo. O Dragão Olmeca é caracterizado por sobrancelhas flamejantes, nariz bulboso e língua bifurcada. Os estudiosos acreditam que essas imagens configurariam os deuses dessa cultura. Os rituais religiosos ligados a essas divindades, provavelmente, incluíam governantes, xamãs e oferendas em locais religiosos em La Venta e San Lorenzo.

5 - Arte

A arte olmeca foi definida como um estilo específico, marca registrada da cultura. Feito em diversos materiais, como pedras, argila, basalto, pedra verde e outros, a arte olmeca se destaca pelo seu teor naturalista. Muitos dos artefatos e esculturas expressam criaturas fantásticas e antropomórficas. É comum observar bocas viradas para baixo, cabeças fissuradas e representações de possíveis divindades naturais, como a chuva, por exemplo.

6 - Cabeças humanas

Uma das artes mais marcantes deixadas por essa cultura são as cabeças colossais olmecas. Até agora pelo menos dezessete representações monumentais de cabeças humanas feitas em grandes pedras de basalto foram encontradas naquela região. As cabeças gigantes datam de pelo menos 900 a.C e são uma característica particular da civilização olmeca. As pedras seguem um padrão, já que todas retratam homens de bochechas carnudas, narizes achatados e olhos levemente cruzados. Mas, nenhuma das cabeças é igual a outra, e cada uma delas possui um cocar único, o que leva a crer que elas são a representação de indivíduos específicos.

7 - Declínio

Por volta de 400 e 350 a.C, a população olmeca desapareceu drasticamente. Até hoje, não se sabe exatamente o que levou ao declínio da civilização. Alguns arqueólogos sugerem que o despovoamento da região tenha sido causado por mudanças ambientais, especificamente por mudanças nos ruis. Possivelmente essas mudanças foram desencadeadas pelo assoreamento dos rios, consequência das práticas agrícolas.

E você, já tinha ouvido falar sobre os povos Olmecas? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+