• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas que você não sabia sobre Stonehenge

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      09/10/19 às 18h43

Você já deve ter ouvido falar do Stonehenge, assim como a maior parte do mundo. Em suma, trata-se de uma estrutura composta, formada por alguns círculos concêntricos de pedras. Alguns deles chegam a medir 5 metros de altura e seu peso pode ultrapassar 40 toneladas. Tema de alguns documentários, músicas e demais produções, o Stonehenge é mundialmente famoso e está localizado no Reino Unido, na Europa.

Várias pessoas do mundo inteiro viajam até o local, para verem o monumento de perto. E existem eventos importantes e marcantes que acontecem lá. Um exemplo disso é o nascer do sol no dia 21 de junho, de cada ano. Nessa data, em específico, nossa estrela principal nasce em perfeita exatidão sob a pedra principal. Vários são os mistérios que circundam Stonehenge. Mostramos aqui alguns deles.

1 - Como as pedras foram levadas

A construção de Stonehenge aconteceu na Idade da Pedra, entre quatro e cinco mil anos atrás e levou aproximadamente 1.500 anos para ser concluída. O círculo externo da estrutura são grandes pedras, que são conhecidas como sarsens, medem até cinco metros de altura e pesam quase 50 toneladas.

A verdade é que não se sabe como as pessoas pré-históricas moviam essas pedras gigantescas. Mas a história tem algumas teorias. De acordo com a teoria de um engenheiro, equipes de homens rolavam as pedras azuis em pranchas que poderiam ter flutuado nos rios. Outros sugeriam que essas pedras eram colocadas em cima das pranchas, e depois, colocadas em barcos e trenós.

2 - Ele é apenas um dos muitos Henges

O nome Stonehenge é meio autoexplicativo. A parte "stone" quer dizer pedra, e "henge" quer dizer um monte, em forma de anel com uma vala adjacente. O nome genérico desse monumento é porque, de acordo com a Live Science, a Ilha Britânica está cheia de centenas de henges. Todos esses henges remontam ao terceiro e segundo milênios a.C.

Localizado a 3,2 quilômetros de Stonehenge está Woodhenge, que foi descoberta em 1925. E a National Geographic disse que, em 2009, descobriu um chamado Bluestonehenge, que foi descoberto aproximadamente a 1,6 quilômetros de Stonehenge.

3 - Druidas construíram Stonehenge

Nos anos 1600, John Aubrey difundiu a ideia de que os druidas construíram Stonehenge. O que se sabe são relatos de segunda mão porque os druidas preferiam o ensino oral à escrita. Eles são considerados sacerdotes celtas, mas os textos antigos não dizem expressamente isso. Eles os descrevem como filósofos, professores e juízes.

Os restos esqueléticos, que mostram os dias dos druidas, mostram que eles também podem ter sido canibais. Mas não existem evidências de que eles construíram Stonehenge. Em suma, a primeira referência escrita dos druidas remonta de cerca de 2.400 anos atrás. E a construção de Stonehenge aconteceu entre 4 e 5 mil anos atrás.

4 - Conexão da Turquia com os construtores de Stonehenge

Os construtores de Stonehenge existiram na Revolução Neolítica. Esse foi um período de inovação e mudança mundial, que começou no Oriente Médio, por volta de 10.000 a.C. A agricultura começou no Crescente fértil, e logo, surgiu em outros lugares. As pessoas podiam construir cidades, civilizações e enormes monumentos de pedra.

Quem arquitetou Stonehenge, provavelmente, é descendente de fazendeiros neolíticos, que migraram para a atual Turquia. Em síntese, essa conclusão foi tomada por especialistas, em um estudo de 2019, que descrevia os primórdios da agricultura britânica.

5 - Um hospital pré-histórico

Na construção de Stonehenge, não foram deixadas instruções de como ele deveria ser usado. As pessoas o interpretaram como um templo de culto, um calendário astronômico e até mesmo um computador gigante.

E com base nos enterros na área do monumento, os arqueólogos, Geoffrey Wainwright e Timothy Darvill, disseram que Stonehenge servia como um centro de cura. Eles descobriram evidências de cirurgia craniana antiga. Além disso, vários dos esqueletos apresentavam sinais de doenças ou ferimentos e foram enterrados com pedaços das pedras azuis que, provavelmente, serviriam como amuleto.

6 - Espada em Stonehenge

O monumento, com seu tamanho imponente e aura sobrenatural, também se tornou uma ferramenta de propaganda real. Segundo o estudioso galês, Geoffery Monmouth, ele ligou a lenda do rei Arthur à Stonehenge. Ele disse que o feiticeiro Merlin usou mágica para montar o monumento em homenagem aos nobres britânicos mortos.

A associação entre Stonehenge e a tradição arturiana foi mantida viva por John Rothwell. Em suma, este, legalmente, teria mudado seu nome para rei Arthur Uther Pendragon. Posteriormente, em 1986, ele viajou para Stonehenge em busca da Excalibur, depois de ler um livro sobre o rei Arthur.

7 - Rei de Stonehenge

Em 2002, arqueólogos escavaram uma área em Amesbury, que fica a poucos quilômetros de Stonehenge. Essa área era prevista para ser um conjunto habitacional. Eles encontraram um cemitério romano. Entre os cadáveres, tinham duas bolhas que revelaram ser os túmulos de homens que morreram há 2.500 anos, antes dos romanos.

Um desses esqueletos recebeu uma despedida especial. O esqueleto tinha um protetor de pulso preto, típico dos arqueiros e espalhados pela parte inferior do corpo. Do mesmo modo, havia 16 pontas de flecha de sílex, farpadas, junto com quase 100 outros artefatos.

Próxima Matéria
Via   Grunge  
Imagens Grunge
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+