• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas que você precisa saber sobre The Good Doctor

POR Luara Vargas    EM Séries e Sagas      22/01/19 às 17h17

Se Greys Anatomy dominou o público fã de séries médicas por anos, The Good Doctor chegou para destronar a gigante. Além de explorar os dramas do cotidiano de um hospital, a trama aborda questões psicológicas sérias, apresentando um protagonista autista. Fora isso, o desempenho de Freddie Highmore como Dr. Shaun Murphy é tão impressionante que consegue cativar facilmente quem quer que comece a acompanhar a saga. A obra, que possui o mesmo criador de House, já é um grande sucesso da ABC, tanto que em seu terceiro episódio já era considerada a série de TV com maior audiência na semana.

Que The Good Doctor é um sucesso, todos nós já sabemos. Mas hoje, vamos apresentar algumas informações que apenas os fãs mais atentos ou informações conhecem. Se tratam de segredos dos bastidores, detalhes da produção e fatos sobre a série que são bastante curiosos. Por isso, já tire o bisturi da bandeja cirúrgica e vamos dar início à nossa operação. Conheça agora, 7 coisas que você precisa saber sobre The Good Doctor:

7- A série é um remake de um drama coreano

Apesar de conter um roteiro original sobre um jovem residente com autismo, The Good Doctor é um remake de uma série coreana com o mesmo nome (apenas sem o "The"). Assim como a versão americana, o drama fez muito sucesso lá na Coreia do Sul. Contando com apenas 20 episódios, foi ao ar de agosto a outubro de 2013. Na série original, o protagonista não se dedica à pediatria assim como na versão dos Estados Unidos. Além disso, os acontecimentos possuem um ritmo mais lento, com o médico demorando algum tempinho até entrar de fato em uma sala de cirurgia. Fora isso, não existe o mesmo teor sexual apresentado na adaptação, apresentando apenas algumas levíssimas demonstrações de carinho. Bem comum ao estilo coreano.

6- Freddie Highmore escreveu o episódio de estreia da segunda temporada

Quando Freddie Highmore começou a trabalhar no The Good Doctor, a série se tornou muito importante para ele. Tanto que ele conversou com David Shore para poder fazer muito mais do que atuar. Assim, ele estava envolvido como produtor desde o início. Assim, o primeiro episódio da segunda temporada foi escrito por ele. Fora isso, Freddie também sentou na cadeira de diretor para mais outros momentos durante as filmagens. Para ele, sua entrega total à obra pode render um papel ainda mais honesto. Mil e um talentos!

5- A tatuagem do Dr. Neil Melendez é falsa

Quando Dr. Neil apareceu na trama, parecia que ele seria mais um cirurgião competitivo e bonitão, tão comum nesse tipo de série (Olá, Derek Shepherd!). Porém, conforme os episódios avançaram, foi mostrado que a personalidade do médico ia muito além disso. Quando sua tatuagem foi revelada pela primeira vez ao público, logo ele conseguiu despertar bastante interesse. Afinal, seu temperamento não parecia ser de alguém que curtiria essa arte. Bom, uma coisa que temos certeza é que a tatuagem é falsa. O ator revelou em entrevistas que tem de aplicá-la em seu corpo sempre que vai iniciar as filmagens. Ele também confessa que acha o desenho muito bonito. Concordamos!

4- Freddie Highmore recusou o papel no início

Freddie chama a atenção por seu talento desde que era uma criança. Quando os produtores se depararam com o Dr. Shaun Murphy, o primeiro nome que pensaram para assumir o papel foi o dele. No entanto, Freddie acabou recusando o convite, devido ao fato de ter acabado de deixar de estrelar a série Bates Motel. Assim, o ator desejava um tempo antes de encarar uma responsabilidade tão grande novamente. Em entrevistas, Highmore disse: "Quando você acaba de terminar um show que já dura cinco temporadas, você está ciente do compromisso necessário que está por trás disso". Felizmente, ele acabou sendo convencido pela produção a topar esse desafio. E logo acabou se apaixonando pela obra.

3- Lea deveria aparecer apenas em dois episódios

Durante a primeira temporada da série, boa parte das cenas aconteciam dentro do hospital. Apenas alguns flashback das memórias do protagonistas, bem como seu apartamento e os arredores dele eram mostrados fora do centro médico. Foi justamente aí que foi apresentado Lea, sua vizinha. Na trama, a personagem se envolveu com Shaun Murphy em um enredo divertido e que conquistou boa parte dos fãs. Tanto que a personagem se manteve na série. No entanto, a atriz que interpreta a garota, Paige Spara, contou em entrevistas que havia sido contratada apenas para dois únicos episódios. Pelo jeito, ela é uma moça cheia de sorte!

2- Debbie Wexler e Dr. Glassman são casados na vida real

Durante quase toda a primeira temporada da série, o Dr. Glassman foi definido principalmente por sua carreira médica e por ser orientador do Dr. Murphy. No entanto, quando acabou sendo diagnosticado com câncer, sua vida acabou virando de ponta cabeça. Inclusive seu envolvimento romântico com Debbie Wexler. O casal que parecia se dar muito bem nas telas, tem um grande motivo para isso. Os atores Richard Schiff e Sheila Kelley estão casados na vida real ??desde 1987.

1- O ator Coby Bird realmente possui autismo

Um dos pontos fortes da série é tratar sobre o tema do autismo. Porém, o que muitos não sabem, é que o ator Coby Bird, que interpretou um paciente chamado Liam West durante a primeira temporada, realmente possui o transtorno. Esse foi um ponto chave para agradar ainda mais o público que possui alguma ligação com o autismo.

Gostou das curiosidades? Já conhecia alguma? Queremos saber de você fã da série, um feedback sobre nossa lista. Comente sua opinião nos comentários!

Próxima Matéria
Via   Screen Rant  
Luara Vargas
Um conjunto de coisas estranhas. Insta: @luara_vargas
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+