• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas ruins que a música pode fazer por você

POR Erik Ely    EM Curiosidades      17/01/20 às 15h59

Com todos os benefícios que a música pode nos proporcionar, é difícil afirmar que ela seja, de fato, prejudicial à saúde. Contudo, alguns podem nos ensinar o contrário sobre o mundo da música. Por isso, separamos 7 coisas ruins que a música pode fazer por você.

Conhecida por relacionada à casos de uso de drogas, violência e até mesmo, satanismo, a música pode nem sempre ser o que parece. No entanto, devemos dar uma olhada em cada caso antes de "ouvir o disco da Xuxa ao contrário".

1 - Danos permanentes à audição

Uma vez que adolescentes prefiram escutar músicas e volumes ensurdecedores, casos de danos permanentes à audição estão aumentando cada vez mais. De fato, a única solução para o problema é "abaixar o volume", na hora de ouvir músicas no fone de ouvido.

2 - Música diminui o desempenho em trabalhos

De acordo com um estudo da Universidade de Gales, algumas pessoas foram expostas à diversos sons, são eles, silêncio, música preferida e uma música que não agrade. Depois disso, os pior resultados se deram em pessoas que ouviram música, seja ela preferida ou não. Contudo, essa ideia pode ir contra a do "Efeito Mozart". Em estudos mais antigos do anos 1990, algumas músicas tinham a capacidade de aumentar nossa concentração. No entanto, é possível que não seja bem assim.

2 - Ouvir músicas, enquanto dirige, é perigoso

Em 2004, uma equipe canadense analisou o tempo de reação em ambientes com muito barulho. Dessa forma, foi descoberto que o tempo de reação humana, em uma batida de carro, por exemplo, diminui em 20% nesses casos. Além disso, em 2013, um grupo de adolescentes recém-habilitados foi motivo de estudo na Universidade Ben-Gurion. Com isso, ao dirigir ouvindo suas músicas favoritas, 98% dos adolescentes cometeram algum tipo de erro no trânsito.

3 - Tudo é repetido

Dizer que todas as músicas "do momento" soam iguais pode não ser uma mentira. Um estudo espanhol coletou canções lançadas entre 1955 e 2010 e resultado pode não surpreender. "Encontramos evidências de uma homogeneização progressiva do discurso musical". Basicamente, as músicas estão se repetindo cada vez mais. E muitos hits de sucesso podem ser considerados músicas repetidas.

4 - Música pode "corroer" a inteligência criativa

Segundo o analista Virgil Griffith, os fãs de música pop tendem a ser menos criativos do que os fãs de gêneros, com maior variedade musical. Contudo, o estudo é muito controverso. E claro, precisa ser analisado, juntamente com uma educação musical que cada vez, vem sendo menos ensina às novas gerações.

5 - Música pode afetar negativamente seus relacionamentos

Em 2006, um estudo analisou quase 1.500 e o resultado pode ser surpreendente. De acordo com o estudo, jovens que ouvem músicas relacionadas à sexo, tendem a começar a praticar relações sexuais mais cedo do que quem não ouve. Depois disso o estudo ainda levantou mais algumas opiniões polêmicas. "Achamos que isso realmente reduz as inibições de crianças e os torna mais propícios ao ato", relatou um dos pesquisadores. Além disso, um outro estudo afirmou que a forma como garotas se veem em músicas, pode afetar sua capacidade de ter "relacionamentos saudáveis". Com isso, mesmo que os estudos não representem verdades absolutas, podemos tirar um momento para refletirmos sobre a sexualização feminina, e claro, como usamos dessas músicas em nossas vidas.

6 - Músicas podem fazer você morrer mais cedo

De acordo com um estudo da Universidade Anglia Ruskin, na Inglaterra, músicas "deprimentes" sobre o envelhecimento podem nos fazer mal. Mas não somente isso, ao analisar 76 músicas, tópicos como fragilidade, dependência, solidão e morte podem ser absorvidos em nossa saúde. Além disso, em idosos, músicas sobre o envelhecimento podem prolongar doenças ou ainda, piorar a saúde de um paciente.

Próxima Matéria
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+