• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 comportamentos de crianças que podem indicar algo muito errado

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      24/07/18 às 18h43

De vez em quando, é normal que as crianças apresentem um comportamento diferente do habitual, e que pode ser influenciado por diversos fatores. No entanto, a persistência desse comportamento pode sim ser um alerta para outros problemas e complicações que possam a vir a se desenvolver.

Aqui na Fatos Desconhecidos já escrevemos 7 verdades sobre o comportamento humano que você provavelmente não sabia e a história de uma mãe de duas crianças que resolveu ilustrar como é seu louco seu dia-a-dia. Hoje, listamos alguns comportamentos que podem surgir na infância e que podem vir a indicar que algo pode estar errado. Confira!

1 - Dificuldade para perdoar

É muito importante que as crianças aprendam como solucionar os conflitos. No entanto, se uma criança passa muito tempo "martelando" aquilo em sua cabeça, mesmo os pequenos problemas, ou demonstra que deseja se vingar de quem as ofendeu, pode ser um sinal alarmante. Dessa forma, além de compreender que os problemas acontecem, é importante certificar de que elas aprendam o verdadeiro sentido do perdão.

2 - Isenção de responsabilidade

Algumas crianças podem apresentar esse comportamento durante a infância, atribuindo a culpa dos "problemas" que criaram a outras crianças ou até mesmo nos animais. Por isso, é muito importante que a criança perceba os limites desde a infância e que eles sejam gradualmente expandidos. É prudente abordar a punição por mal comportamento e que elas compreendam a importância de seguir as regras.

3 - Teimosia excessiva

A persistência pode ser uma bom traço da personalidade de uma pessoa se ela, ao mesmo tempo, perceber que, às vezes, ela também vai precisar realizar certas concessões. E é importante que essa habilidade seja desenvolvida ainda na infância. Assim, a criança deve aprender a lidar com suas emoções e compreendê-las. Bem como a de outras pessoas. Aos pais, é importante não ceder a provocações, "subornos", disputas e indiferença.

4 - Manipulação

As crianças tem um jeito um pouco diferente de manipular do que os adultos. Dando birra em uma loja, por exemplo. Mas, o indesejado comportamento pode estar escondido em ações mais sutis. No entanto, é importante que a criança aprenda que ela não poderá construir relações saudáveis acreditando que as pessoas ao seu redor devem fazer sua vontade.

5 - Medo da mudança

As crianças precisam se acostumar e a seguir a diante, mesmo com as mudanças que possam vir a ocorrer ao seu redor. Se uma criança demonstra se incomodar, mesmo com pequenas coisas, quando algo sai do curso que elas previam, é importante que os pais deem a atenção para a situação. Entender os sentimentos da criança também são de suma importância. O diálogo aberto sobre seus sentimentos podem deixá-la mais segura.

6 - Ações inconsequentes

As crianças por natureza são muito imediatistas. É comum que elas façam algo que veio a sua mente sem pensar nos resultados ou consequências daquilo. Isso, a longo prazo, pode se tornar um grande problema. Por isso, os pais devem ensinar a criança o autocontrole e, se não for possível, ao menos tentar corrigir as consequências de seus próprios atos.

7  - Incapacidade de se divertir adequadamente

Muitos bebês não sabem como preencher seu tempo, e isso é completamente normal. Porém, as crianças maiores precisam aprender sobre a auto-suficiência. Caso isso não aconteça, é muito provável que futuramente elas venham a experimentar dificuldades para compreender seus próprios sentimentos, uma vez que influências externas podem facilmente distraí-las.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+