• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 compras mais ostentadoras feitas por multimilionários da China

POR Arthur Porto    EM Mundo Afora      24/09/19 às 19h42

A China pode ainda não ter se recuperado totalmente dos efeitos da crise financeira, no entanto, os mais ricos do país seguem em alta. De acordo com o relatório Hurun, o país conta com 875 mil milionários. Ou seja, isso significa que os chineses, que fazem parte desse grupo, possuem mais de 10 milhões de yuans (o equivalente a US$ 1,47 milhão ou 1,1 milhão de euros).

Paralelamente a esse grupo, há ainda uma turma ainda mais privilegiada. Mais de 8.000 chineses possuem um patrimônio com mais de US$ 30 milhões em ativos. Alguns dos privilegiados economicamente possuem hábitos de consumo semelhantes aos milionários da Europa e dos Estados Unidos. Em suma, estima-se que cada milionário tem, em média, 4,4 relógios, três carros e mantém algum tipo de obra de arte em casa.

Agora, não podemos esquecer que estamos falando de uma população extravagante, que possui gostos pra lá de peculiares. Mesmo possuindo hábitos semelhantes aos dos milionários americanos e europeus, existem alguns que fazem questão de gastar dinheiro com coisas diferentes.

Confira agora, 7 compras estilo ostentação total dos multimilionários da China.

1 - Mastim Tibetano

Todo mundo gosta de um animal de estimação. Paris Hilton e seu chihuahua Tinkerbell, por exemplo, são amigos inseparáveis. Entretanto, comprar um chihuahua não é a mesma coisa, que comprar um Mastim Tibetano. Em suma, o Mastim Tibetano é uma das raças mais raras do mundo. Além disso, é dificilmente encontrada fora da China, seu país de origem. Seu porte elegante e pelagem abundante, além do seu tamanho gigante, fazem com que o Mastim Tibetano seja uma das raças mais imponentes de todas. São tais características que fazem os milionários chineses abrirem a carteira sem dó nenhuma. Considerado o cão mais caro do mundo, a raça, geralmente, vale R$ 1,5 milhão de reais.

2 - Dois relógios de ouro da Apple para o melhor amigo: o pet

Em maio de 2015, Wang Sicong, filho de um dos homens mais ricos da China, comprou dois relógios de ouro da Apple para o seu husky Keke. Sicong postou uma foto de seu pet usando os dois relógios na plataforma de mídia social chinesa no Weibo. Na época, no dia do lançamento, o modelo esgotou em apenas uma hora. Cada um valia US$ 20.000. Quem não queria ser um husky agora, quem?

3 - O melhor apartamento da Austrália

O edifício mais alto de Melbourne, na Austrália, ainda está sendo construído. Supostamente, fica pronto ainda este ano. O edifício terá 100 andares, sendo os três últimos uma luxuosa cobertura. Mas calma, já tem dono. E sim, é um chinês. Assim que as obras terminarem, o milionário chinês poderá usufruir de seu belo apartamento, com vista para toda Melbourne.

4 - O carro mais caro da China

O The Hongqi L5, um sedã com visual retrô da montadora de luxo chinesa Hongqi, foi lançado por US$ 800.000, no Salão do Automóvel de Pequim. Embora não seja o carro mais caro que o mundo, o Hongqi, na China, é considerado o carro mais valioso de todos os tempos. Independente de ser o mais caro do mundo ou não, gente, vale dinheiro, e muito. Tanto que o proprietário do belíssimo modelo é um chinês, que faz parte do grupo privilegiado de milionários do país.

5 - Uma taça de US$ 35 milhões

Aí, meu bem, isso sim é ostentar, não é? Essa é para você que adora um café no copo americano. Na China, comprar antiguidades é um dos hobbies dos milionários do país. Um bilionário chinês comprou em Hong Kong uma tigela da dinastia Ming por US$ 35 milhões. A pequena tigela com desenhos policromáticos sobre o fundo branco é considerada extremamente rara. Foi fabricada na era Chenghua (1465-1487).

6 - Tapete tibetano de seda

Gente, até parece provocação, mas o mesmo bilionário que comprou a tigela da dinastia Ming também comprou um antigo tapete tibetano de seda por US$ 45 milhões. A peça foi vendida em um leilão da Christie, em Hong Kong. Confeccionado a mais de 600 anos, a obra de arte, chamada de thangka e bordada em tons vívidos de vermelho e ouro, retrata a divindade de meditação Raktayamari, conhecido como o conquistador vermelho da morte, foi criada durante a dinastia Ming, entre os anos de 1402 e 1424.

7 - Piano de cauda personalizado

Na fábrica Steinway & Sons, em Queens, Nova York, os artesãos constroem alguns dos melhores pianos do mundo. Cada peça dos instrumentos, desde o estojo até o suporte de ferro fundido, a mesa de som e as cordas, desempenha um papel importante na criação das oitavas sonoras de um piano. O melhor exemplo, e também o mais caro, é o piano Sound of Harmony. É conhecido como o piano de cauda mais caro do mundo. O modelo demorou quatro anos para ser construído e foram utilizados 40 tipos de madeiras diferentes. O preço? 1,2 milhão de libras. Melhor comprar seu ukulele, né?

Próxima Matéria
Via   Top Tenz  
Imagens Top Tenz
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+