• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 crianças mais terríveis da história

POR Isabela Ferreira    EM Mistérios & Horror      30/01/18 às 16h10

É normal que crianças sejam chamadas de "anjos sem asas", e não é pra menos. Normalmente, trazem imensa felicidade para aqueles que estão por perto. Mas infelizmente, nem sempre é assim. Coisas completamente absurdas podem acontecer em nosso mundo e, embora seja difícil de acreditar, crianças também são capazes de cometer crimes terríveis.

E comportamentos assim podem surgir nas mais diversas atmosferas... A criança pode acabar sofrendo com os excessos dos pais e se tornar agressiva. Por outro lado, pode desenvolver distúrbios ou a simples curiosidade que as instiga a matar. Abaixo, listamos algumas crianças e adolescentes que não pensaram duas vezes antes de cometer alguma brutalidade. É realmente chocante!

1 - Brian e David Freeman

Por causa de suas crenças neonazistas, Bryan Freeman, que na época tinha 17 anos, e o irmão David, que tinha apenas 16, rasparam a cabeça e fizeram uma tatuagem que fazia apologia à ideologia. Eles deixavam a cidade de Salisbury Township em pânico, inclusive, aterrorizavam a própria família com suas crenças e comportamento. Assim que seus pais e o irmão mais novo apareceram mortos, ambos foram indicados como suspeitos imediatamente. E por mais que seja difícil de acreditar, os dois realmente foram os responsáveis pelo assassinato triplo da própria família.

2 - Edmund Kemper

Em 19064, quando tinha apenas 15 anos, Kemper se mudou para uma casa de fazenda com seus avós. O que ninguém sabia é que o garoto vinha planejando o assassinato dos dois há algum tempo... E assim o fez. Matou os avós a tiros, sem a menor piedade. A Autoridade Juvenil da Califórnia acabou detendo Kemper e o direcionando para exames, na tentativa de comprovar algum distúrbio. Ficou comprovado que ele sofria de psicopatia neurótica, portanto, acabaram o mandando para uma clínica de tratamento.

Por lá ele ficou durante algum tempo. No entanto, passado um período ele conseguiu se declarar como "curado". Foi solto e encaminhado para a casa da mãe, embora as autoridades não quisessem que isso acontecesse. E o pior ainda estava por vir... Ele foi capaz de matar a própria mãe, sem contar que nos próximos 5 anos, assassinou e desmembrou outras 5 mulheres. Mesmo após seus atos terríveis, psicólogos ainda alegavam que ele não representava um risco para a sociedade.

3 - Joshua Phillips

No ano de 1998, enquanto ainda tinha seus 14 anos, Phillips bateu em sua vizinha de apenas 8 anos até a morte. Em um ato de desespero, acabou levando o corpo para casa e o escondeu debaixo da cama. Após alguns dias, já em estado de decomposição e com um forte odor, a mãe do garoto descobriu o cadáver. Assustada, foi até o filho pedir explicações. Ele mencionou que havia atingido o olho da garota com um taco de beisebol sem querer, e que por não saber como reagir, decidiu levá-la para casa.

A verdade é que após já estar morta e no quarto do garoto, ele ainda decidiu acertá-la outras 11 vezes. As autoridades da Flórida o julgaram e foi condenado por assassinato em primeiro grau. Ainda hoje sua mãe luta na justiça, alegando que ele recebeu uma pena para adultos e que deveria ser poupado.

4 - Brenda Anne Spencer

Usando um rifle que havia ganhado como presente de Natal do pai, Brenda decidiu simplesmente atirar contra alunos e professores de uma escola situada em frente a sua casa. Tudo ocorreu no dia 29 de janeiro de 1979, segunda-feira, enquanto ela tinha 16 anos. Quando questionada sobre os motivos para ter cometido atos tão terríveis, ela respondeu o seguinte: "Eu não gosto de segundas-feiras. Isso animou o dia". Alegou que não tinha motivos para isso, mas que foi muito divertido: "Era como tiro de patos em uma lagoa. As crianças pareciam um rebanho de vacas em pé; foi fácil escolher". Sua insanidade e falta de remorso inspirou a música "I don't like mondays", da banda Boomtown Rats.

5 - Jon Venables e Robert Thompson

Os garotos que tinham apenas 10 anos de idade na época, tiraram o dia para roubarem coisas de um shopping. Roubaram inúmeros itens, entre doces e alguns brinquedos menores. No entanto, situações ainda mais terríveis estariam por vir. Eles conseguiram distrair James Bulger, que tinha apenas 2 anos de idade. Dessa forma, o garotinho acabou se afastando de seus pais sem que eles percebessem.

Quando Jon e Robert estavam com o menino, não sabiam o que fazer. Poderiam tê-lo deixado em qualquer lugar para que alguém o encontrasse, mas optaram pelo pior. Mataram a criança, sem motivo algum. As câmeras do shopping registraram alguns momentos onde o menino estava em posse de seus assassinos, mas nada pôde ser feito.

6 - Jesse Pomeroy

Aos 11 anos de idade, Jesse já tinha um histórico perturbador. Já tinha sido acusado por tortura sexual de sete meninos, o que fez com que ele fosse encaminhado para um reformatório infantil. No entanto, saiu de lá cedo demais... Pouco tempo depois, acabou mutilando e matando uma garrota de apenas 10 anos, por ter entrado na loja de sua mãe. No mês seguinte, matou uma menina de 4 anos, levou-a para um pântano e fez cortes profundos em seu corpo. Ninguém sabia ao certo que ele tinha sido o culpado por crimes tão terríveis e absurdos, mas era o principal suspeito.

Quando autoridades o questionaram sobre os casos, ele respondeu que "supostamente teria matado as vítimas". No ano de 1874, quando tinha 14 anos, foi condenado à prisão perpétua. No entanto, a população começou a protestar contra a sentença tão pesada destinada à uma "simples criança". Dessa forma, a pena foi reduzida para 40 anos.

7 - Mary Bell

No dia 25 de maio de 1968, Mary Bell, de 10 anos de idade, estrangulou um menino chamado Martin Brown. No entanto, ela não foi encarada como suspeita logo de início. Mais tarde, em 31 de julho do mesmo ano, com a ajuda da amiga Norma Bell (não tinham parentesco), acabou matando outro garoto... Relatórios policiais apontam que depois de morto, a menina ainda usou uma navalha para marcar um "M" em seu peito. Ainda teria usado uma tesoura para cortar os órgãos genitais do menino.

Como as garotas eram muito jovens, houveram diversas contradições em seus testemunhos. No entanto, após investigações sobre os crimes terríveis, acabaram sendo condenadas por homicídio culposo.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+