icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


7 criaturas incríveis encontradas na Floresta Amazônica

POR Mateus Graff EM Mundo Animal 01/11/17 às 18h54

capa do post 7 criaturas incríveis encontradas na Floresta Amazônica

A Floresta Amazônica é a maior floresta tropical do mundo. Ocupa cerca de 600 milhões de hectares sendo mais da metade do território brasileiro. Todo mundo sabe da riqueza da fauna da floresta. São inúmeras espécies de mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes. Onças, ariranhas, jacarés e até tucanos podem ser facilmente encontrados por lá.

Pois bem, nós resolvemos fazer uma lista de alguns animais que, talvez você não conheça, mas que fazem parte da fauna brasileira. Então, caros amigos, confiram agora a nossa matéria com as 7 incríveis criaturas encontradas na Floresta Amazônica:

1 - Aranha armadeira

Você jamais desejaria ser mordido por essa aranha. Para quem não sabe essa é uma das aranhas mais venenosas do mundo. Ao contrário das outras aranhas essa espécie não constrói teias e permanece nelas. Essa aranha anda pelo chão procurando suas presas. Elas também se escondem em lugares inesperados durante o dia como em bananeiras, por exemplo. Ah, elas também gostam de se esconder em casas e carros.

Quando são perturbadas elas podem atacar facilmente. Já houve 14 casos relatados de pessoas morrendo depois de serem mordidas por uma aranha armadeira. O veneno causa dor externa, inflamação e perda de controles musculares, o que pode levar a paralisia e a morte.

2 - Pirarucu

O Pirarucu é o maior peixe de água doce do mundo. A espécie pode chegar a três metros de comprimento e pesar 181 quilos. O pirarucu é diferente dos outros peixes porque respira fora da água. Eles ficam embaixo da água por cerca de 10 a 20 minutos, mas precisam ficar perto da superfície para respirar. O pirarucu se alimenta de peixes, mas também de aves que se aproximam da superfície da água. Por ficarem perto da superfície, os pirarucus são frequentemente caçados pelos humanos com arpões.

3 - Sucuri

A sucuri é a maior e mais pesada cobra do mundo. A espécie pode crescer entre 6 e 9 metros de comprimento e pode pesar 250 quilos. O curioso é que as fêmeas são muito maiores do que os machos. A sucuri se alimenta de porcos selvagens, veados, aves, capivaras e até de onças caso ela ganhe o combate. As vezes elas se alimentam de humanos. Essas cobras podem passar semanas ou mesmo meses sem comida. Na terra elas não são uma ameaça porque não podem se mover rapidamente, mas na água elas são imparáveis.

4 - Centopeia gigante da Amazônia

A centopeia gigante da Amazônia pode chegar a 35 centímetros de comprimento. Elas possuem garras afiadas chamados de forcípulas nas extremidades. As garras são usadas para matar as presas e se defender de predadores usando seu veneno. Esse animal não é muito exigente quando se fala de comida. Na verdade, elas comem de tudo, desde grilos, vermes e lagartos até sapos, pequenos pássaros e morcegos. O veneno da centopeia gigante da Amazônia no corpo humano pode causar dor intensa, febre e inchaço.

5 - Lagarto Jesus Cristo

Nem precisamos dizer porque esse lagarto é chamado assim, certo? A foto acima diz tudo. Esse lagarto usa sua habilidade de andar sobre a água para escapar de seus predadores. Ele usa suas patas para aumentar a impulsão sobre a água e podem correr em até oito quilômetros por hora. Os lagartos mais novos podem correr entre 10 a 20 metros antes de afundar, enquanto os adultos conseguem correr alguns metros a mais. A espécie geralmente permanece na água para evitar predadores em terra, mas só nada quando precisa evitar predadores aquáticos.

6 - Pacu

O peixe pacu pode se parecer muito com as piranhas, mas eles são herbívoros e pacíficos. Uma grande diferença entre piranhas e pacus são os dentes. As piranhas tem dentes triangulares e afiados, já os pacus tem dentes quadrados, bem parecidos com os dentes humanos. O pacu é uma espécie de peixe extremamente grande que pode crescer até três metros de comprimento.

7 - Cachorra

E finalmente chegamos na cachorra. Esse peixe sinistro tem dentes afiados, incluindo dois deles que crescem a partir das suas mandíbulas inferiores e que atravessam dois furos que existem na parte superior da boca. Esse peixe usa seus dentes afiados para empalar suas presas e depois devorá-los. Algumas pessoas costuma criar a cachorra em cativeiros mas a espécie só vive entre seis meses a um ano por dependerem de uma dieta variada.

E aí, já conheciam todas essas espécies de animais da Floresta Amazônica? Comentem!


Próxima Matéria
avatar Mateus Graff
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest