• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 crimes ''encomendados'' pelo demônio

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      04/10/19 às 17h39

A possessão demoníaca é a crença de que alguns indivíduos podem ser possuídos por seres malévolos, geralmente, conhecidos como demônios. Em suma, quando ocorre algum tipo de tragédia, faz parte do discurso coloquial colocar a culpa no "diabo". Quando alguém comete suicídio, por exemplo, tal ato, muitas vezes, é considerado obra do "diabo".

Basicamente, os demônios são considerados parasitas, capazes de eliminar qualquer resquício de bondade que haja em alguém. Nesse ínterim, muitos criminosos usufruem de tal afirmação para justificar atos hediondos. O caso do serial killer, David Berkowitz, também conhecido como o Filho de Sam, é um dos principais exemplos.

De acordo com o serial killer, um demônio vivia na cabeça do cachorro de seu vizinho e "o obrigava a matar". Além de Berkowitz, outros criminosos justificaram seus crimes, utilizando o mesmo viés.

Conheça agora, 7 casos que são semelhantes aos de David Berkowitz. Em suma, os casos a seguir não são tão famosos quanto. Em contrapartida, em todos, o ´diabo" se fez presente.

1 - O assassinato de Lauren Landavazo

Lauren Landavazo, de apenas 13 anos, voltava da escola acompanhada de sua amiga, Makayla Smith, quando ambas foram abordadas por Kody Lott. Em suma, Lott atirou com um rifle contra as duas garotas. Smith conseguiu sobreviver à emboscada. Durante o julgamento, Lott disse à justiça que o próprio "diabo" o havia ajudado a cometer o crime. Nesse ínterim, a promotoria manteve a ideia de que Lott era mentalmente instável. Mesmo assim, Lott foi considerado culpado e, consequentemente, condenado à prisão perpétua.

2 - O ataque a Peyer Churm

Tommy Smith, de 17 anos, quase assassinou Peyer Churm, de 65 anos, a facadas em 2005. Em suma, tudo começou quando Smith decidiu roubar o carro de Churm. De acordo com informações divulgadas pela imprensa na época, Smith esfaqueou o idoso 57 vezes. Mesmo tendo recebido 57 facadas, Churm sobreviveu. Em julgamento, Smith afirmou que estava possuído pelo "diabo". Como havia sido previamente diagnosticado com esquizofrenia, Smith foi enviado a um hospital psiquiátrico.

3 - O exorcismo de Michael Taylor

Michael Taylor morava na cidade de Osset, na Inglaterra, e trabalhava como açougueiro. Além de ser um trabalhador comum, Taylor também era um cristão fervoroso e, por isso, frequentava o Grupo Cristão Fellowship. Enquanto frequentou o grupo, Taylor manteve uma amizade íntima com a líder, Marie Robinson. Robinson, na época, afirmava que conseguia fazer com que Taylor falasse em línguas, durante os encontros religiosos. Quanto mais Taylor se envolveu com Robinson, mais sua atitude começava a mudar. O homem, que antes era mais alegre, tornou-se agressivo. Em meio a um dia qualquer, Taylor e Robinson foram encontrados juntos. Ambos estavam nus. Taylor, então, disse que havia sido possuído por uma força maligna. Posteriormente, os membros da Igreja decidiram realizar um exorcismo. A cerimônia durou dois dias. As horas, que se seguiram, foram de terror extremo. Ao chegar em casa, Taylor assassinou brutalmente a esposa, Christine. Com suas próprias mãos, o homem arrancou os olhos, a língua e deformou o rosto da mulher. Em seguida, estrangulou o cachorro da sogra. Posteriormente, foi encontrado pelado e ensanguentado, perambulando pela rua na qual morava. Após julgamento, Taylor foi absolvido por motivo de insanidade.

4 - O assassinato de Angie Escobar

O corpo de Angie Escobar, de 28 anos, foi encontrado dentro de um carro abandonado no Queens, em Nova York, nos Estados Unidos. De acordo com informações divulgadas pela imprensa, Escobar foi esfaqueada oitenta vezes. O ex-namorado dela, Luis Zambrano, de 31 anos, era, na época, o principal suspeito. Zambrano foi preso, enquanto tentava fugir para a Virgínia. Detido, Zambrano finalmente confessou à polícia que esfaqueou Escobar com uma tesoura. Ao se declarar culpado, Zambrano alegou que havia sido possuído pelo "diabo", no momento do crime. Zambrano foi condenado por homicídio culposo e sentenciado a vinte anos de prisão.

5 - Mamãe é uma assassina

Em 2012, Elzbieta Plackowska esfaqueou duas crianças até a morte. Uma das crianças era o próprio filho, Justin Plackowska, de 7 anos. Já a outra criança, Olivia Dworakowski, de apenas 5 anos, era colega de Justin. O crime aconteceu porque, de acordo com Elzbieta Plackowska, ambas crianças estavam possuídas. O filho recebeu 100 facadas, já Olivia, cinquenta. Plackowska foi condenada à prisão perpétua.

6 - Um frenesi de extrema violência

Jason Nelson, 32 anos, natural de Granada, vivia em Luton, umas das cidades mais perigosas de toda a Inglaterra e País de Gales. Em um determinado dia, Nelson visitou Jordan Maguire, de 20 anos. Maguire era traficante de drogas. Em suma, Nelson foi ao encontro de Maguire porque queria comprar maconha. No entanto, Nelson não comprou nada. Em vez disso, esfaqueou Maguire várias vezes. Na mesma noite em que matou Maguire, Nelson também abusou sexualmente de duas mulheres. Nelson foi preso em Trinidad e Tobago. Em suma, após ser detido, Nelson alegou que um demônio o havia possuído, na noite em questão.

7 - O diabo em julgamento

Alan Bono foi assassinado em 16 de fevereiro de 1981, em Brookline, Connecticut. Esse foi o primeiro homicídio desde que a cidade foi fundada. O responsável pelo crime foi Arne Cheyenne Johnson. O jovem, que na época tinha 19 anos, esfaqueou Bono mais de vinte vezes, com um canivete. O assassino, quando foi a julgamento, disse que havia sido possuído pelo "diabo".

Próxima Matéria
Via   listverse  
Imagens listverse
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+